Crime

Polícia estoura laboratório de refino de cocaína em São Luís

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais-Seic estourou, nesta sexta-feira (01), um laboratório de refino de cocaína, no bairro do Anil, em São Luís. Durante a operação, Fabrício Alves Coelho, vulgo Bodinho, Emanuel Barbosa de Melo Neto, e Alexandre Ayrton Tavares Pereira foram presos.

A polícia também apreendeu 11,5 kg de cocaína, avaliada em R$ 300 mil, um veículo Suzuki Jimmy e apetrechos utilizados no tráfico de drogas (objetos destinados à mistura, embalagem e distribuição da droga).

Após investigação, foi descoberto que um imóvel, situado no bairro Anil, que estava sendo utilizado como uma espécie de laboratório para a guarda, mistura e preparação para distribuição de grande quantidade de cocaína.

Os indivíduos foram conduzidos à SEIC e, após análise técnico-jurídica do Delegado de Polícia, foram autuados como incursos nos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo encaminhados ao Centro de Triagem e Observação Criminológica do Sistema Penitenciário Estadual, onde ficarão à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Quadrilha especializada em assalto a banco é presa no Maranhão e Piauí

Uma quadrilha de assaltantes de banco foi presa, nesta quarta-feira (22), durante a operação Tinguis, deflagrada pelas Polícias Civil do Maranhão e do Piauí. O bando já estava se preparando para assaltar o Bradesco de Parnarama no dia de hoje, Banco do Brasil de Alto Longa-PI amanhã e Correios em Codó-MA, na sexta-feira (24).

Na ação, foram cumpridos 09 mandados de prisão temporária e 13 mandados de buscas e apreensões, sendo 08 em Teresina/PI, 01 em Jerumenha/PI, 03 em Timon/MA e 01 em Parnarama/MA.

Foram presos Derlean Lisboa de Aquino, em Timon; Evangelista Pereira Barros, vulgo Vão ou Professor, em Parnarama; Pablo Vinicius Alves Silva, em Jerumenha; Natanael Damasceno Chagas, vulgo Natan; Edielson de Sousa Silva, vulgo Boy; Diego Henrique da Silva Moura; Claudio Silvano de Oliveira Lopes de Miranda, os quatro últimos em Teresina.

A polícia apreendeu dinheiro, joias, um revólver calibre 38, munições do mesmo calibre, meio tijolo de maconha, vários chips de telefones celulares e uma espada modelo “cimitarra” com Derlean;

A Operação Tinguis visa desbaratar organização criminosa envolvida em explosões a instituições financeiras. Entre os crimes as explosões dos postos de atendimento do Banco Bradesco dos municípios de Jerumenha-PI e Marcos Parente-PI (13/09/17), Caixa Econômica Federal de Timon-MA (28/08/17) e Bradesco de Duque Bacelar-MA (07/11/17).

Entre os integrantes estão Diego Henrique da Silva Moura, Warlon Thierri de Sousa Pinto e Cláudio Silvano de Oliveira Lopes de Miranda, os quais foram presos em flagrante delito no dia 19 de setembro de 2017, em Teresina-PI, pelo GRECO, após terem sido abordados com explosivos, armas de fogo e drogas.

Apesar de parte da organização criminosa ter sido presa, não se cessou o planejamento de ações ilícitas, entre elas se destaca a que ocorreu no dia 07 de novembro de 2017, em Duque Bacelar-MA, onde um dos investigados, identificado como Euaniel da Cruz Sousa, vulgo Niel, fora morto em confronto com a polícia, após explodir o Banco Bradesco daquele município.

O nome da operação é em homenagem ao município de Marcos Parente-PI, que foi fundado no lugarejo conhecido como Tinguis.

Todos serão autuados em flagrante como organização criminosa na Central de Flagrantes de Timon.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

10 policiais militares são presos por assalto a banco e homicídio em Imperatriz

Durante a operação “Diamante Negro”, deflagrada pelas Superintendências de Homicídios e Proteção a Pessoa (SHPP) e a Estadual de Investigações Criminais (SEIC), 10 policiais militares foram presos suspeito de envolvimento em uma organização criminosa em Imperatriz.

No total, 18 pessoas fazem parte do grupo. 4 policiais militares ainda estão foragidos e mais 4 não-policiais, dentre eles Heverton Soares de Oliveira, líder da quadrilha, solto sem tornozeleira eletrônica por erro da justiça.

De acordo com a delegada Nilmar da Gama, que comanda a operação, as investigações duraram 7 meses. Durante esse tempo foi descoberto uma organização criminosa especializada em tráfico de drogas e armas, homicídios, extorsões, assaltos a instituições financeiras e caixas eletrônicos.

Todo o grupo era comandado por Heverton Soares de oliveira, líder da quadrilha.

Segundo a delegada, Heverton executava as ordens e mandava policiais matar inimigos. “Ele(Heverton) era mandante dos crimes das pessoas em Imperatriz. Ele pedia para assassinar seus desafetos, que eram feitos pelos policiais militares sob o julgo dele. Os mesmos policiais também faziam trafico de drogas para a quadrilha. Alguns deles participavam diretamente a assaltos a bancos e caixas”, declarou.

Soltura

Heverton Soares Oliveira foi preso em junho na cidade de Santa Inês com 15 armas, sendo 10 fuzis. Mas em outubro foi colocado em liberdade pela Justiça do Maranhão sem a tornozeleira eletrônica por um erro no alvará.

O delegado que comandou as investigações, Thiago Bardal, contou que o preso deveria ser monitorado por uma tornozeleira eletrônica ao sair da prisão. Na certidão de julgamento consta que ele deveria usar a tornozeleira, mas o alvará de soltura não faz referência ao uso do aparelho.

No dia 23 de outubro o Tribunal de Justiça do Maranhão explicou que, no processo de Heverton Soares Oliveira, a decisão do habeas corpus foi baseada na investigação e que desembargador que decidiu pela soltura afirmou que as informações do caso não demonstram necessidade da prisão cautelar.

Sobre o alvará, o Tribunal informou que houve uma falha do servidor que fez o documento e emitiu um novo alvará determinando que Heverton Oliveira se apresente para a instalação da tornozeleira. Ele tinha até o fim da tarde do dia 01 de novembro para se apresentar, mas nunca mais apareceu.

O Blog do Neto Ferreira chegou a publicar a decisão da Justiça (relembre)

Nesta quinta-feira(9), 7 policiais militares tiveram a prisão decretada pela Justiça. Alguns estão foragidos. Veja a lista:

Gerson Vieira dos Santos – Preso nesta quinta-feira(9).
Bruno Silva Santos – Se apresentou no quartel da Polícia Militar, em São Luís, na quarta-feira(8).
Danny Wuely Galvão Amaral – Se apresentou no quartel da Polícia Militar, em São Luís, na quarta-feira(8).
Jorge Lucas Melo Garcia – Continua Foragido
Paulo Weberth dos Santos – Continua Foragido
Rodrigo Azevedo Correa – Continua Foragido
João Batista Viana Fonseca – Continua foragido

Os outros policiais integrantes da quadrilha já haviam sido presos. Um deles, Mailton Pereira Pacheco, foi preso junto com um bando criminoso portando 6 fuzis, 20 carregadores e cerca de três mil munições.

O armamento foi localizado em um apartamento na região central de Imperatriz. Os outros policiais são:

Wilson Castro do Nascimento (Policial Militar) – Já estava preso
John Mayke Barros de Sousa (Policial Militar) – Já estava preso
Hermano lima de Queiroz (Policial Militar) – Já estava preso
Wictor José Santos Lira (Policial Militar) – Já estava preso
Brenno Duarte bezerra (Policial Militar) – Já estava preso

Além dos policiais do Maranhão, Jack Helson Nascimento Assunção era policial do Pará e já estava preso. No total, há 8 integrantes da quadrilha foragidos, sendo 4 policiais e 4 não-policiais. Incluindo Heverton Oliveira, os outros 3 não-policiais não puderam ter o nome divulgado.

Do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Quadrilha interestadual de roubo a banco é presa em Chapadinha

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais -Seic desarticulou, nesta quinta-feira (09), uma quadrilha interestadual especializada em roubo a banco em Chapadinha.

Durante a megaoperação, foram presos Clodomir Alves Lira filho, 27 anos de Caxias-MA; Raimundo da Silva Gomes Morais, 22 anos, de Santa Inês; José Antônio da Silva, 37 anos, natural de Campo Maior-Piauí; e Francisco Bezerra do Nascimento da Silva, 32 anos.

Segundo a polícia, o quarteto é membro de uma organização criminosa interestadual especializada em roubo a banco mediante o uso de explosivos e estava se preparando para atacar o banco da cidade de Brejo-MA.

Na ação, foram apreendidos uma pistola calibre 380, um rifle calibre 44, munições e balaclava.

Durante a abordagem policial, Domingos de Sousa, 21 anos, tentou contra a vida dos policiais civis utilizando-se da pistola calibre 380, sendo baleado. Ele foi encaminhado ao hospital de Chapadinha, onde não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

A referida organização criminosa vem sendo investigada a cerca de 30 dias pelo Departamento de Combate ao Roubo a Banco da SEIC. Ela participou dos assaltos praticados contra Banco Bradesco das cidades de Água Doce do Maranhão (22.10), Magalhães de Almeida (28.10) e Buriti (31.10).

Após as formalidades legais, os conduzidos foram encaminhados para o Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís, onde permanecerão a disposição do Poder Judiciário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Advogado é preso após fazer saque de R$ 31 mil com documento falso, em São Luís

O advogado Erlande de Jesus Castro foi preso em flagrante delito, nesta quinta-feira (09), pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), em São Luís.

Segundo informações policiais, o advogado, inscrito na OAB-MA 1635, estava tentando realizar na agência do Banco do Brasil, no bairro Calhau, saques indevidos de Requisições de Pequeno Valor em nome de terceiros e com documentos falsos no valor de R$ 31.227,29 mil.

A polícia apurou, ainda, que Erlande sacou no dia 03 de outubro a quantia de R$ 57.389,57 mil utilizando-se de documentos falsos.

Após análise técnico jurídico dos fatos realizada pela Autoridade Policial, o advogado foi autuado em flagrante delito por estelionato e associação criminosa.

Após as formalidades, o conduzido será encaminhado ao Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Seic desarticula quadrilha de narcotraficantes e apreende droga avaliada em R$ 500 mil

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais- SEIC, por meio do Departamento de Combate ao Roubo de Cargas deflagrou operação denominada “Operação Jogadores” com a finalidade de desarticular uma organização criminosa de assaltantes de carga e narcotraficantes.

Segundo informações policiais, o bando criminoso foi interceptado em Santa Inês e estava de posse de uma carga de pasta base de cocaína avaliada em meio milhão de reais.

Foram presos Leonardo de Sousa Gonzaga, Joab da Silva Tavares, José Carlos Matos Pereira, Leonilson de Souza Gonzaga, Leandro Soeiro de Souza, Eiclenes Moraes Cruz.

Os conduzidos são integrantes de uma organização criminosa responsável por vários assaltos a cargas de fertilizantes, combustível, cerveja, dentre outros, em todo o Estado do Maranhão, além do tráfico interestadual de
drogas.

Foram apreendidos 22 quilos de pasta base cocaína, um caminhão Mercedes, com carreta, além de três carros.

Após as formalidades legais, os conduzidos foram encaminhados para o Centro de Observação Criminológica de São Luís onde permanecerão a disposição do Poder Judiciário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia prende criminosos com 30 kg de drogas avaliadas em R$ 750 mil em São Luís

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC, prendeu em flagrante delito Robson Pereira da Silva, Edilson Santos Diniz e Felipe Rafael Pereira da Silva, suspeitos de integrarem uma associação criminosa armada voltada ao tráfico interestadual de entorpecentes. A ação ocorreu nos bairros Vicente Fialho e Alto do Turu, em São Luís.

Segundo informações da polícia, a prisão do trio foi possível após 6 meses de investigações do Departamento de Combate ao Crime Organizado da SEIC, que apurou que os indivíduos são responsáveis pela distribuição de entorpecentes trazidos do Estado do Mato Grosso ao Maranhão.

Com eles foram apreendidos 30 kg de crack, uma arma de fogo tipo revólver (municiada) e a quantia de R$ 46 mil, que estavam enterrados em três tonéis em imóveis nos bairros Alto do Turu e Vicente Fialho, além de um automóvel da marca Ford Ka, utilizado pelos criminosos para fazer a distribuição do entorpecente na ilha de São Luís.

Dentro da referida organização criminosa, Robson tinha a função de distribuir o entorpecente e de realizar a contabilidade, Edilson tinha a função de motorista e de realizar o transporte do entorpecente e Felipe tinha a função de guardar o entorpecente.

A droga está avaliada em R$ 750 mil.

Todos os indivíduos já respondem a vários processos criminais pela prática de tráfico de drogas e associação para o tráfico e, após análise técnico-jurídico dos fatos pelo Delegado de Polícia, foram autuados em flagrante delito como incursos nos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo.

Os criminosos foram recambiados para o Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís onde permanecerão a disposição do Poder Judiciário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homens são presos em São Luís após assaltar agência dos Correios em Chapadinha

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais -SEIC e Delegacia de Chapadinha, prenderam em flagrante delito Edivaldo Reis vulgo “Tapo”, de 32 anos, e Júlio César Araújo Braga, vulgo “Bombado”, 33 anos, suspeito de participar do roubo à agência dos Correios, Chapadinha.

A dupla foi detida nesta manhã (20) no Maracanã, zona rural de São Luís.

Segundo a Seic, Edivaldo e Júlio fazem parte da quadrilha que assaltou os Correios de Chapadinha na última quarta-feira (18).

Com os indivíduos, foram encontrados R$15 mil em espécie, parte do dinheiro subtraído da agência, munição de arma de fogo de calibre ponto 40 e um veículo modelo celta de cor prata utilizado no transporte das armas e no resgate.

Edivaldo, responde criminalmente a processos pelos crimes de roubo e homicídio qualificado e encontrava-se em prisão domiciliar. E Júlio está sendo processado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, furto qualificado e lesão corporal.

Após análise técnico jurídico dos fatos realizada pela Autoridade Policial, ambos foram autuado em flagrante pelo crime de roubo majorado pelo emprego de arma e concurso de pessoas e porte ilegal de munição de calibre restrito.

A dupla de assaltantes foi encaminhada ao Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís-MA, onde permanecerão à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é preso com 80 kg de maconha em São Luís

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC e a Agência Central de Inteligência e Batalhão de eventos da PMGO prenderam Carlos André Araújo da Silva, de 20 anos, no bairro do Anil, em São Luís.

Segundo informações policiais, Carlos estava transportando 80 kilos maconha em um veículo táxi, modelo Versa. O entorpecente estava acondicionado em balões de bexiga para dissimular o cheiro da droga.
,
Após análise técnico jurídico dos fatos realizada pela Autoridade Policial, o criminoso foi autuado em flagrante delito por tráfico de drogas.

E em seguida, foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Seic prende e juiz manda soltar acusados de assalto a banco

O juiz Adelvam Nascimento Pereira mandou soltar 4 dos 7 assaltantes de bancos presos na última sexta-feira (30), pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic).

O alvará de soltura foi concedido no domingo (1°) durante a audiência de custódia.

A SEIC prendeu Lucas Michel Silva de Oliveira, Nyelson Rodrigues da Silva, Gildean Alves, Marlon de Sousa Damasceno, Raimundo Silva Cardoso, José Roberto Pereira e José Carlos Pires Barbosa.

O magistrado mandou soltar Lucas, Gildean, Marlon e Raimundo. “Não verifico que suas liberdades venham agredir a ordem pública”, diz o despacho.

A decisão do juiz causou uma enorme insatisfação no meio policial, que trabalha diuturnamente investigando para coibir assaltos a bancos no estado.

Segundo a decisão, a prisão dos demais foi convertida em preventiva para garantir a ordem pública.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.