Poder

A ‘deplorável’ atuação de Aluísio Mendes na Segurança do Maranhão

Um conjunto de dados e pesquisas recentes refletem que definitivamente a segurança pública não tem sido a prioridade do governo Roseana Sarney (PMDB). A situação é de total desarranjo na segurança pública: pouco investimento no setor, altos índices de homícidio e criminalidade, baixa porcentagem de homicidios esclarecidos pelo sistema de justiça, aumento da sensação de insegurança da população e milhões de armas de fogo em situação ilegal.

Aluísio Mendes, secretário de Segurança Pública.

Aluísio Mendes, secretário de Segurança Pública.

Um levantamento feito sobre os gastos com a segurança pública, aponta que dos os milhões que seriam previstos em orçamento para a segurança pública em 2012, apenas uma pequena parcela foi aplicada na Pasta que é controlada por Aluísio Mendes.

Segundo os dados, os gastos com a aquisição de novos veículos, equipamentos e melhoria de infraestrutura, como presídios, apesar de ter sido maior do que em 2010 e 2011, representa bem menos do que o aplicado em anos anteriores aos citados.

A falta de investimento, o descaso do governo Roseana e o caos da segurança pública se refletem em dezenas de dados lastimáveis. Considerado um dos estados mais violento do Brasil, com base nos números referentes aos crimes letais intencionais, anualmente, vários maranhenses são vítimas de homicídios dolosos no Maranhão. Segundo apurou o Blog do Neto Ferreira, poucos crimes são esclarecidos e um número muito menor chega a ser julgado e condenado. A taxa de impunidade é asustadora.

Com isso, a população maranhense, por sua vez, se sente cada vez mais insegura com Aluísio Mendes à frente da Secretaria de Segurança Pública.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.