Maranhão

Secid e Concidades promovem reunião em Cururupu

A Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (SECID) e o Conselho Estadual das Cidades (CONCIDADES-MA) promoveram a 26ª reunião ordinária do CONCIDADES, no município de Cururupu, na baixada maranhense. A reunião ocorreu entre os dias 23 a 25 de setembro, e foi realizado no auditório da Secretaria de Saúde do município. O evento encerrou na tarde dessa sexta-feira (25), com um almoço de confraternização.

O evento contou com a participação dos Secretários Adjuntos da SECID, de Desenvolvimento Urbano Alfredo Costa, da Habitação Adilon Arruda, de Assuntos Metropolitanos José Antônio Viana, do vice-prefeito do município Aldo Lopes, representantes dos municípios de Bacuri, Porto Rico, Mirinzal e Serrano do Maranhão, lideranças sindicais, comunitárias e conselheiros.

Durante o encontro o presidente do Sindicato dos Urbanitários do Maranhão José do Carmo Castro, realizou uma breve explanação com o tema ” O panorama das concessões dos serviços de saneamento no estado” e comentou sobre realidade nos serviços prestados pela Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA). Ainda no primeiro dia da reunião, a Associação dos Moradores e Trabalhadores Quilombola do Povoado Riachuelo do município de Cururupu, apresentou a experiência de um projeto social que utiliza matérias recicláveis, através do artesanato.

O secretário Adjunto Alfredo Costa, apresentou o calendário das etapas estaduais e municipais e debateu sobre o regimento e o cronograma da 6ª Conferencia Nacional das Cidades, a ser realizada em Brasília, após o qual seguiu com a articulação e o debate da reunião. O projeto de revitalização em algumas áreas do Centro Histórico de São Luis, e os projetos da região metropolitana de São Luis e a RIDE em Timon, foram apresentados pelo Secretário Adjunto de Assuntos Metropolitanos da SECID, José Antônio Viana.

No encerramento, o Secretário de Habitação Adilon Arruda, ressaltou o plano de construção de 1mil moradias em 10 municípios que integram o programa “Mais IDH” do Governo do Estado, por meio da SECID e o projeto “Casa Cidadã”. O conselheiro Ronald Chaves organizou um momento descontraído com musica e um passeio a todos os conselheiros em alguns pontos turísticos de Cururupu, como o cais, o estaleiro e o centro histórico que reúne um belo conjunto arquitetônico de casarões coloniais tombados pelo Instituto Histórico e Arquitetônico Nacional (IPHAN).

O Conselho Estadual das Cidades é um órgão colegiado de natureza deliberativa e consultiva integrante da estrutura da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano do Maranhão-SECID, que tem por finalidade propor diretrizes para a formulação e implementação da Política Estadual de Desenvolvimento Urbano, bem como acompanhar e avaliar a sua execução, conforme dispõe a Lei nº 10.257, de junho de 2001- Estatuto das Cidades.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Hildo Rocha vai torrar mais de R$ 400 mil com Buffet na Secid

Secretário do governo Roseana Sarney, Hildo Rocha.

Secretário do governo Roseana Sarney, Hildo Rocha.

O secretário de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Hildo Rocha, deu início no segundo semestre deste ano chamando atenção da sociedade maranhense quando se trata de contratos da pasta que controla.

Em um contrato assinado com a empresa Consult – Eventos Comércio e Serviços Ltda., o secretário que é réu em processo na Justiça Federal por Improbidade administrativa, pagará mais de R$ 400 mil reais.

De número 025/2013, o extrato publicado no Diário Oficial do Estado no dia 21 deste mês, diz que o valor a ser pago refere-se a prestação de serviços de Buffet para eventos da Secretário de Cidades do Estado.

Enquanto Hildo Rocha preocupa-se com gastos voltados para Eventos, sua situação cada vez mais piora aos olhos do relator do processo, juiz federal José Carlos do Vale Madeira, da 5ª Vara da Seção Judiciária do Maranhão, que falou sobre o risco do secretário ficar inelegível em 2014 (reveja).

A decisão do juiz que pode deixar Hildo de fora das eleições será motivada através da acusação feita pela Controladoria-Geral da União (CGU), que apontou improbidades em processos licitatórios, aplicação de recursos em desacordo com a finalidade do Programa, divergência entre o número de alunos matriculados e o censo, entre outros fatores negativos que somam mais de R$ 10 milhões de má aplicação de recursos da Prefeitura de Cantanhede.

Confira abaixo o gasto desproposital do secretário do governo Roseana com Buffet.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.