Poder

Secap vai gastar R$ 3,1 milhões em locações de equipamentos para eventos

A Secretaria de Comunicação Social e Assuntos Políticos (SECAP) do governo, comandada por Márcio Jerry (PCdoB), vai gastar um fortuna com a locação de equipamentos de infraestrutura de eventos, com mobilização, montagem, instalação, operação, desmontagem e desmobilização dos equipamentos com fornecimento de insumos e mão de obra.

As empresas contratadas são a Núcleo Arquitetura e Eventos Ltda, de propriedade de Fabíola Almeida Ramos e Terezinha Almeida Ramos, e a Z.P.N Produções Ltda, pertencente à José Paulo Duarte Nunes e Flávi Vieira dos Santos Nunes. Ambas estão localizadas em São Luís.

O valor estimado para custear os gastos com a locação é de R$ 3.117.567,00 (Três milhões, cento e dezessete mil, quinhentos e sessenta e sete reais.).

O contrato tem validade de 12 meses e foi assinado em 3 de outubro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino é prejudicado com a ‘fraca’ comunicação do governo

Flávio Dino e Márcio Jerry.

Flávio Dino e Márcio Jerry.

O que deveria ajudar para levar ao conhecimento da sociedade as ações positivas do governo, fracassa, inclusive, prejudica pela ausência de auxílio técnico da comunicação.

Na articulação política é preferível nem comentar.

Há um leque de informações positivas que demonstram o real interesse e a execução das políticas públicas nos municípios mais pobres do Maranhão, através do carro forte do governo, o Mais IDH.

Para quem não conhece, o mais IDH vem desenvolvendo ações de grande relevância, mas, a depender da comunicação do governo, pouco a sociedade tem conhecimento disso.

Márcio Jerry, secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, comete erros primários no uso de suas atribuições. Ele, para tentar evitar gastos, deixa de divulgar ações que devem, sem sombra de dúvidas, ser publicizadas.

Programas sociais não ganham visibilidade como – por exemplo -, CNH Jovem que foi lançado em fevereiro de 2015 e concede a estudantes de escolas públicas gratuidade nos custos para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação; CNH Rural custeia carteiras de habilitação na categoria A (motos), para trabalhadores rurais com mais de 21 anos.

Outro programa de grande relevância é o Mais Bolsa Escola, que consiste na complementação de renda às famílias maranhenses. O Cidadão do Mundo é outro projeto do Governo do estado que não é divulgado, mas tem um papel fundamental. Ele oferece intercâmbio internacional com foco em idiomas estrangeiros (inglês, francês e espanhol) aos jovens maranhenses entre 18 e 24 anos, alunos egressos ou integrantes da rede pública.

Fortalecimento da agricultura familiar entrega kits de segurança alimentar para famílias produtoras; o Mais IDH, repleto de ações nos 30 municípios com menores IDH, que tem por objetivo promover a superação da extrema pobreza e das desigualdades sociais no meio urbano e rural e o projeto Travessia, que oferece transporte especial gratuito para pessoas com deficiência, usuária de cadeira de rodas.

Portanto, a incapacidade técnica de Márcio Jerry é nítida e prejudicado ‘diretamente’ a comunicação e articulação do governador Flávio Dino, que é principal coadjuvante da gestão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.