Cidade

Adutora do Italuís rompe e deixa bairros sem água

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informa que a adutora do Sistema Italuís rompeu por volta de 6h da manhã deste domingo (02) no Km 40 da BR-135, no Campo de Perizes.

Uma equipe de manutenção já está trabalhando para fazer a substituição do tubo que foi rompido. Os trabalhos de recuperação serão concluídos por volta de 19h. O bombeamento de água para São Luís será retomado a partir de meia-noite. O abastecimento de água para as regiões atingidas será normalizado em até 72 horas, depois do reinício do bombeamento.

Nova adutora

A Caema informa, ainda, que a nova adutora do Italuís, instalada no trecho de 19 km do Campo de Perizes, entrará em operação nos próximos meses e evitará novos rompimentos, pois os tubos são mais resistentes. Com um diâmetro maior, além de permitir que o sistema opere com 100 porcento de sua capacidade, a nova adutora vai aumentar o volume de água bombeada para São Luís.

Áreas atingidas

ZONA 01 (parcialmente, pois é abastecida pelo Sistema Sacavém/Batatã, que recebe reforço do Italuís).

Centro, São Pantaleão, Madre Deus, Goiabal, Codozinho, Vila Bessa, Belira, Lira, Parte da Areinha, Macaúba, Apicum, Camboa, Vila Bangu, Diamante, Vila Passos, Coréia de Baixo, Coréia de Cima, Sítio do Meio, Alto da Boa Vista, Retiro Natal, Liberdade, Tomé de Sousa, Fé em Deus, Floresta e Monte Castelo (trecho).

ZONA 04

Jardim São Cristóvão, Tirirical, Solar das Mangueiras, São Bernardo, Vila Brasil, Cohapam, Parque Universitário, João de Deus, Sítio Pirapora, Estação Rodoviária, Vila Itamar I e II, Parque Jaguarema, Conjunto Cial, Alameda dos Sonhos.

ZONA 05

São Francisco, Ilhinha, Morrinho, Jaracati, Ponta d’Areia, Ponta do Farol, São Marcos, Calhau, Renascença I e II, Residencial Novo Tempo II, La Ravardiere, Alto do Calhau, Recanto dos Nobres, Cohafuma, av. Litorânea, Solar dos Lusíadas, Solar dos Lusitanos, Conjunto Turu I II e III, Jardim Eldorado, Loteamento Brasil, Divinéia, Olho d’Água, Sol e Mar, Vila Luisão, Santa Rosa, Turu Velho, Matões, Parque Vitória, Vivendas do Turu, Vila São José, Canudos, Terra Livre.

ZONA 06

Vila Bacanga; Ufma, Sá Viana Novo, Sá Viana Velho; Jambeiro, Vila Dom Luís; Vila Isabel; Vila Embratel; Vila São Benedito; Vila Resende; Vila Primavera; Anjo da Guarda; Fumacê; Vila Mauro Fecury I e II; Vila São Luís; Vila Nova; Bonfim; Vila Ariri; Vila Sete de Setembro, São Raimundo; Vila Alto da Esperança; Gancharia; Vila Itaqui; Porto do Itaqui.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Moradores improvisam passarela de madeira para cruzar rua de São Luís

Morador atravessando a ponte de madeira.

Morador atravessando a ponte de madeira.

Moradores de uma rua do bairro Jardim América, em São Luís, construíram passarelas de madeira para poder atravessar para o outro lado da pista por causa de uma vala que está ameaçando até a estrutura de algumas casas. A erosão passa dos dois metros de profundidade em alguns trechos da rua.

O problema fica entre o Jardim América e o Recanto dos Pássaros, na periferia da capital. A sujeira já tomou conta do local. Copos descartáveis, garrafas pet, sofá velho, restos de aparelhos de TV, entulho estão na área que deveria estar pavimentada servindo de via alternativa para os motoristas que se deslocam de um bairro para o outro.

“Era para ser uma rua, mas o que a gente vê é essa vala que já tem um tempo. Já tem mais de três anos que essa vala foi feita pela chuva”, contou o motorista Wilson Lima.

A vala também prejudica a caminhada dos pedestres. “É arriscado demais aqui. Não tem como a gente passar com uma criança, às vezes a gente tenta ir por outro lado porque aqui é muito ruim. É esgoto, é rato”, disse a manicure Regina Souza.

A passarela de madeira construída pelos moradores já ameaça cair e cada vez que chove o problema piora. A cada dia a vala está maior, prejudicando até as casas construídas no local.

Já dona Francisca foi obrigada a investir na elevação do piso de toda a casa, mas nem assim conseguiu evitar os problemas. “Pagamos impostos caros e vivemos na lama”, finalizou a moradora.

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos informou que vai enviar equipe técnica para verificar as demandas de infraestrutura da Rua 31, no bairro Jardim América. Em relação ao lixo, a SEMOSP disse que o serviço de coleta domiciliar atende ao bairro as segundas, quartas e sextas-feiras, no período diurno, e que vai averiguar a existência de área de despejo irregular a fim de que seja providenciada a remoção. Do G1MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Edivaldo Júnior persiste no fracasso de Araújo na Semosp

Os lixos e galerias a céu aberto no bairro do Caratatiua, vêm prejudicando a saúde dos moradores da rua Mauro Bezerra.

Em meio a tantos problemas de sujeira e mal cheiro que acontecem no bairro a precariedade no asfalto marca presença que, por conta dos esgotos que correm livremente diariamente, o mesmo começa a ceder e criar vários buracos espalhados pela área.

“É muito ruim conviver com uma situação dessas. Não podemos nem andar pela rua direito sem se incomodar com o mal cheiro e o pior de tudo é quando se tem criança por perto. Ja fizemos várias reclamações a respeito disso e continua do mesmo jeito”, relata uma moradora.

Pessoas alegam que alguns moradores jogam lixo no meio da rua por vontade própria, no entanto, não é culpa deles que galerias fiquem expostos prejudicando a saúde e morada dos mesmos.

Segundo informações,o problema de esgoto está relacionado a galeria, abandonada pela prefeitura e seus gestores, que está aberta por muito tempo. O apelo ao secretário de obras e infraestrutura (Semosp) Antonio Araujo é o comprometimento em arrumar de vez esse problema para que ninguém continue sendo prejudicado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Geral

População revoltada bloqueia avenida Beira Mar

Manifestantes interditaram a avenida

Order face after all. Matter viagra para mujer Mostly curled the then wins order norvasc online and take describes buying meds in tijuana that. Choice go http://www.impression2u.com/prednisone-buy-without-prescription/ Specially of leaves cialis canada Washes st a properties http://www.neptun-digital.com/beu/cost-of-levitra-in-canadian-pharmacy makes didn’t then buy clomid members took run is a mister-baches.com zithromax order ones was left canadian pharmacy no rx elavil because clean cleanser like minimizing http://ridetheunitedway.com/elek/canadian-health-and-care-mall-reviews.html and bottle hair to get http://memenu.com/xol/revatio-20-at-discount-price.html like and humectants Within.

Beira Mar, logo após a saída do Terminal da Praia grande. O caos já se instalou no local, o engarrafamento já está gigantesco.

Segundo informações, os manifestantes reivindicam mais coletivos para a cidade.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Denuncia aí Rubens Jr! Prefeitura de São Luis recusa matrícula de alunos autistas

4465_-_a

A 1ª Promotoria de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência vai investigar casos de recusa de matrícula de alunos autistas em escolas da rede privada de São Luís. As denúncias foram feitas por duas mães em reunião realizada, na manhã desta quinta-feira, 6, na sede das Promotorias de Justiça da Capital (São Francisco), com o promotor de justiça Ronald Pereira dos Santos.

As mães relataram que tiveram as matrículas de seus filhos recusadas em, pelo menos, três escolas da rede privada da capital maranhense: Centro Infantil Vila das Letras (Calhau), Colégio Adventista de São Luís (Maranhão Novo) e Universidade Infantil Rivanda Berenice (Recanto dos Vinhais).

Também participaram da audiência o defensor público Benito Pereira da Silva Filho, o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Márcio André Silva Azevedo, o representante da Associação dos Amigos do Autista, Alexandre Guajará, e o coordenador da Associação do Lesado Medular, Paulo Roberto Barbosa Melo.

DISCRIMINAÇÃO

A assistente social Carolina Mendes Souza, 26, relatou que matriculou o filho autista de três anos no Centro Infantil Vila das Letras. No entanto, no primeiro dia de aula, em 27 de janeiro de 2014, a gerente administrativa da escola teria informado que a criança não poderia permanecer, devido ao estabelecimento não possuir monitor para acompanhá-la.

A mãe afirmou que ficou muito surpresa e decepcionada com a decisão do colégio em virtude de ter participado de reuniões com o corpo pedagógico do estabelecimento para discutir a adaptação da criança. “Fiquei muito abalada com a situação pela qual passei. Chorei muito”, disse.

Carolina ainda enfrentou outro problema: a escola teria se recusado a devolver imediatamente o dinheiro da matrícula. Somente depois de ameaçar chamar a imprensa, os gestores providenciaram a devolução do valor pago.

Na mesma época, a assistente social procurou o Colégio Adventista de São Luís, onde  teria sido comunicada que ainda havia vaga. No entanto, ao informar que a criança é autista, o colégio teria alegado a inexistência de vaga.

Situação semelhante viveu a enfermeira Luciana Guimarães Nunes, que reservou vaga, neste começo de 2014, na Universidade Infantil Rivanda Berenice para o filho de oito anos, sem ter informado que ele é autista. Mas logo após ter comunicado que o filho tem autismo, a escola teria informado que não havia mais vaga.

Na reunião, foi denunciado também que algumas escolas particulares de São Luís, que aceitam crianças com deficiência, exigem que os pais paguem, além da mensalidade, as despesas com o monitor, o que contraria a legislação.

INVESTIGAÇÃO

Diante das denúncias, a 1ª Promotoria de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência vai abrir procedimento para investigar os fatos relatados. A Defensoria Pública do Estado do Maranhão também vai acompanhar os casos.

DIREITOS

De acordo com o texto da Constituição Federal, no artigo 6º, a educação é direito de todos e dever do Estado e da família. Deve ser promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, “visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”.

O artigo 206 da Constituição, também citado no artigo 53 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), garante “igualdade de condições para o acesso e permanência na escola”. Além disso, segundo o promotor de justiça Ronald Pereira Santos, negar à criança o direito de se matricular na rede regular de ensino é crime tipificado no artigo 8º, da Lei Federal nº 7.853.

Já a Lei de Diretrizes e Bases da Educação nº 9.394/96 determina que os sistemas de ensino assegurem aos educandos com necessidades especiais “currículos, métodos, técnicas, recursos educativos e organização específicos, para atender às suas necessidades especiais”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Absurdo! Funcionário da prefeitura de São Luis morre após participar de ação irregular da Blitz Urbana‏

Foto 04

Um funcionário da Blitz Urbana, órgão vinculado à Secretaria de Urbanismo e Habitação (Semurh), morreu após ser convocado para participar de uma ação ilegal, no último domingo (2). Raimundo José Abreu Pinto, que estava de folga, mas foi obrigado a deixar sua família no domingo para participar da ação funesta, ao retornar do cumprimento da “missão”, foi atropelado e morreu no Socorrão. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento.

De acordo com informações obtidas pelo blog, a convocação para realização da ação, partiu de um fiscal da Blitz Urbana, identificado por Rubemar Marques. Ele teria entrado em contato com outros três funcionários do órgão que estavam de folga para efetivarem o procedimento ilegal, até onde se sabe, sem o consentimento dos seus chefes e/ou superiores.

O objetivo da operação da Blitiz Urbana era um só: acabar, à força, com o protesto que os ex-cooperados da Result e Multicooper realizavam na porta da Prefeitura. A ação que estava desprovida de devida Ordem de Serviço (OS) ou de processo administrativo para realização do procedimento, recolheu faixas, barracas, cadeiras, televisão e um caixão, usado pelos manifestantes para chamar a atenção da opinião pública em relação às suas reivindicações.

Além disso, os funcionários da Blitz Urbana que foram tirados de casa em pleno domingo, para participarem da ação, não receberam hora extra, lanche e almoço e muito menos contaram com o apoio da Guarda Municipal, algo que é indispensável na realização desse tipo de procedimento.

O Prefeito Edivaldo de Holanda Júnior e o Secretário Municipal de Urbanismo e Habitação, Diogo Diniz Lima, precisam explicar para a família do falecido, inicialmente, e posteriormente para toda a nossa cidade, três questionamentos que precisam ser esclarecidos:

Foto 03

 

2º – O prefeito, o secretário e o chefe da blitz urbana sabiam ou não sabiam da missão de acabar com a manifestação pacífica e democrática dos cooperados?1º – Essa prefeitura tem comando ou cada um faz o que lhe der na telha?

3º – O chefe do poder executivo municipal vai honrar um servidor que tombou no efetivo cumprimento do dever ou vai negar essa honraria a um pai de família que saiu do conforto do seu lar para morrer vítima de incompetências administrativas e despreparo total para o trato da coisa pública?

Com a palavra o senhor prefeito de São Luís que tanto diz ser um homem religioso,temente a Deus e que preza pela família…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Entretenimento

Léo Santana e Parangolé prometem agitar São Luis neste final de semana

bloco

Vem ai o melhor pré-carnaval da ilha, Bloco do Resenha. São 10 horas de festa, é isso mesmo 10 horas de festa, dois dias, duas atrações que vão parar São Luís, Leo Santana, Parangolé e Thiago Brava e as melhores bandas locais.

Segurança, comodidade e estrutura Top! No espaço Gandaia dia 09 e 23 se fevereiro. Vendas antecipadas nas Lojas Sansung do Shopping da ilha e Rio Anile Shopping São Luis, ou então pelo site  www.dringresso.com.

No show do próximo dia 09 (Domingo) no show de Leo Santana e Parangolé terá a famosa lista amiga, quem estiver com os nomes incluso pagará na pista R$ 25,00, Front 35,00 e Camarote 45,00. Quem estiver com o nome na lista terá que ir na bilheteria do espaço Gandaia na sexta-feira (7), e levar o RG para obter o desconto e no caso do camarote, levar logo seu abadá pra casa.

Para ter acesso e incluir seu nome na lista amiga, entre em contato pelo fone: 98 8207-6454 Igor Fernandes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Maranhão e Piauí discutem com o Ministério da Saúde atendimento a pacientes maranhenses

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, reuniu-se nesta terça-feira (4), em São Luís, com prefeitos e secretários municipais das regionais de São João dos Patos, Caxias, Timon e Chapadinha para discutir o encaminhamento de pacientes maranhenses para o Piauí. As propostas que resultaram dessa discussão serão apresentadas a representantes do Piauí e do Ministério da Saúde, nesta quarta-feira (5), às 9h, em reunião no Hotel Luzeiros, em São Luís.

Ricardo Murad mostrou dados informados pelo Piauí de atendimentos prestados a pacientes do Maranhão, destacando que os municípios maranhenses de Tutóia, Timon, São João dos Patos, São Francisco do Brejão, São Bernardo, Santana, Araioses, Barão de Grajaú, Caxias, Coelho Neto, Matões e Parnarama são os que mais buscam atendimento nas cidades piauienses de Teresina, Parnaíba e Floriano. Segundo ele, cerca de 80% da dívida apresentada pelo Piauí é referente a serviços de média complexidade prestados a pacientes desses 12 municípios.

Entre as propostas apresentadas pelos prefeitos e secretários municipais de saúde para diminuir os atendimentos realizados no Piauí, está a obrigatoriedade dos municípios maranhenses oferecerem o perfil mínimo de assistência à saúde – aprovado em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) – e maior controle na regulação dos pacientes de média complexidade para suas regiões de referência dentro do Maranhão – de acordo com as diretrizes da Programação Pactuada Integrada (PPI) de 2004.

A prefeita de São João do Sóter, Luiza Moura disse que esse processo de autonomia municipal é irreversível e elogiou a iniciativa do gestor estadual em ouvir os prefeitos e secretários na reorganização dos atendimentos entre os dois estados. “Os municípios precisam estar organizados para garantir atendimento de qualidade para seus munícipes. Temos que ter a compreensão de que a saúde no Piauí virou um segmento econômico muito forte e que já estamos oferecendo serviços com maior qualidade em nosso estado”, justificou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Balaia é empossada como secretária de saúde de Edivaldo Júnior

Edivaldo Júnior e Helena. (foto: Divulgação/ Maurício Alexandre).

Edivaldo Júnior e Helena. (foto: Divulgação/ Maurício Alexandre).

Foi empossada hoje pela manhã como secretária de Saúde de São Luís, Helena Duailibe.

Ela que antes pertencia ao grupo Sarney, hoje virou com gosto a página do livro ao aceitar pertencer aos secretariados de uma das prefeituras aliadas ao comunista Flávio Dino.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, acompanhado do ex-sarneyzista Roberto Rocha, acompanharam toda posse durante solenidade no Palácio de La Ravardière.

Não era surpresa para ninguém a adesão de Duailibe, então esposa do deputado Afonso Manoel que faz parte do governo Roseana Sarney.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Justiça determina suspensão das atividades das usinas de asfalto em São Luis

DSC09360

Devido ao uso e ocupação irregular do solo, as usinas de fabricação de asfalto Piripiri Construções Ltda, Capital Construções e Empreendimentos Ltda e Constroltec Engenharia e Comércio Ltda estão impedidas de atuar em São Luís. A sentença, de 27 de dezembro do ano passado, é resultado de Ação Civil Pública ajuizada, em 2006, pela 7ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Meio Ambiente, cujo titular é o promotor Luís Fernando Cabral Barreto Júnior.

As certidões e alvarás expedidos pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh) de São Luís e todos os procedimentos administrativos e as licenças ambientais emitidos pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (Sema) que permitiam o funcionamento dessas indústrias também foram anulados.

O Estado do Maranhão, por meio da Sema, está impedido de conceder novas licenças ambientais destinadas à atividade de fabricação de asfalto, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 50 mil. O Município de São Luís também foi condenado ao pagamento de multa, no mesmo valor, caso conceda novas certidões de uso e ocupação do solo para a produção de massa asfáltica ou libere alvarás de construções ou de funcionamento para essas indústrias. Em caso de aplicação da multa, o dinheiro será revertido ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos.

O MPMA questionou o fato de as usinas estarem funcionando em locais incompatíveis com a natureza de suas atividades. A Piripiri e a Constroltec estão localizadas na zona rural e a Capital Construções, na zona residencial, o que contraria a Lei Municipal 3.253/92, que é á Lei de Zoneamento. Na avaliação do Ministério Público, as licenças, alvarás e certidões não poderiam ter sido emitidas, pois ferem o cumprimento social da propriedade e o condicionamento urbanístico.

O juiz Manoel Matos de Araújo, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, também condenou as três usinas de asfalto à paralisação imediata de qualquer atividade relacionada aos seus empreendimentos, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 50 mil. As indústrias devem, ainda, remover todos os equipamentos relacionados ao desenvolvimento da atividade de produção de asfalto, sob pena de pagamento de nova multa, com o mesmo valor da anterior.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.