Poder

Dinheiro da Saúde foi usado para pagar pensão alimentícia

Documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira revela que dinheiro da saúde do Maranhão foi usado para efetuar pagamento de pensão alimentícia pelo diretor do Instituto de Cidadania e Natureza (ICN) Péricles Guarás Silva.

“Noutros termos, Péricles estaria, em tese, se utilizando da qualidade de gestor dos recursos financeiros federais recebidos do Fundo Estadual de Saúde para fazer pagamentos de uma pensão alimentícia”, constatou a PF.

A revelação está no bojo do inquérito da 5ª fase da operação Sermão aos Peixes – denominada Pegadores-, deflagrada pela Polícia Federal, nesta quinta-feira (16), que apura indícios de desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento de pessoal, em Contratos de Gestão e Termos de Parceria firmados pelo Governo do Estado do Maranhão na área da saúde.

Péricles Guarás Silva não foi alvo da ação federal, mas sim o seu pai Péricles Silva Filho.

Leia também

Veja os alvos da operação da Polícia Federal

Sorveteria transformada em empresa de serviços médicos desviou R$ 1,2 milhão da Saúde

Bomba! PF deflagra operação contra saúde do governo Flávio Dino


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Advogado é preso após fazer saque de R$ 31 mil com documento falso, em São Luís

O advogado Erlande de Jesus Castro foi preso em flagrante delito, nesta quinta-feira (09), pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), em São Luís.

Segundo informações policiais, o advogado, inscrito na OAB-MA 1635, estava tentando realizar na agência do Banco do Brasil, no bairro Calhau, saques indevidos de Requisições de Pequeno Valor em nome de terceiros e com documentos falsos no valor de R$ 31.227,29 mil.

A polícia apurou, ainda, que Erlande sacou no dia 03 de outubro a quantia de R$ 57.389,57 mil utilizando-se de documentos falsos.

Após análise técnico jurídico dos fatos realizada pela Autoridade Policial, o advogado foi autuado em flagrante delito por estelionato e associação criminosa.

Após as formalidades, o conduzido será encaminhado ao Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fiscalização eletrônica entra em funcionamento nesta sexta em São Luís

Os novos equipamentos de fiscalização eletrônica instalados em avenidas de São Luís começarão a operar em caráter definitivo a partir desta sexta-feira, 10. Os radares estão aptos a fiscalizar infrações como o excesso de velocidade, avanço de semáforo e transitar com o veículo na faixa ou em corredores exclusivos para o tráfego de transporte coletivo.

Os dispositivos funcionarão todos os dias, 6h às 23h. Em pontos considerados críticos, que ainda serão definidos pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte, o funcionamento será 24 horas.

O sistema de fiscalização eletrônica custou aos cofres públicos do Município um montante de R$ 15 milhões, fruto
de um contrato assinado entre a SMTT e o Consórcio LV (que será responsável pelo gerenciamento do tráfego de São Luís, incluindo os equipamentos).

De acordo com o secretário municipal de Trânsito e Transporte, Canindé Barros, os fotossensores têm a proposta de conscientizar os motoristas sobre como trafegar de forma segura. “O objetivo dos equipamentos não é de multar. É conscientizar os motoristas sobre as regras no trânsito, principalmente os limites de velocidade nos principais corredores viários da cidade”, explicou o gestor.

No total, 32 fotossensores foram instalados na capital maranhense, mas, de imediato, apenas 10 começarão funcionar efetivamente registrando as infrações e gerando multas aos condutores.

De acordo com a SMTT, os novos equipamentos de fiscalização são considerados mais modernos que os anteriores. Por meios deles, será possível, por exemplo, verificar o uso de cinto de segurança pelo motorista.

Os condutores que considerarem as multas aplicadas injustas ou equivocadas devem procurar a Junta Administrativa de Recursos de Infração (Jari), munidos do documento que represente a multa, da CNH, para entrar com recurso.

Avenidas com radares em funcionamento efetivo a partir desta sexta-feira

Av. Daniel de La Touche
Av. Colares Moreira
Av. Prof. Carlos Cunha
Av. Marechal Castelo Branco

A fiscalização eletrônica começou a ser instalada em São Luís no mês de agosto. Os fotossensores já estão funcionando,  mas em fase de teste, para adaptação dos motoristas. As multas só serão aplicadas a partir desta sexta-feira, 10.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Advogada é presa por aplicar golpes milionários em empresários de São Luís

Advogada Paulyana Buahten Ribeiro

Foi presa ontem (7) uma advogada, identificada como Paulyana Buahten Ribeiro, de 39 anos, acusada de aplicar golpes milionários em investidores de São Luís. O mandado de prisão preventiva foi cumprido depois que Paulyana se dirigiu à Delegacia de Defraudações para prestar esclarecimentos, quando foi descoberto o mandado em aberto contra ela.

A mulher, segundo o delegado Day Robson, da Delegacia de Defraudações, causou prejuízo estimado em mais de R$ 8 milhões a empresários só na capital. “Essa mulher é investigada em todo o Brasil, inclusive, pela Polícia Federal”, informou o delegado.

As investigações vinham sendo realizadas há meses, depois das primeiras denúncias feitas por compradores de imóveis contra Paulyana. A prisão foi fruto de uma operação da Delegacia de Defraudações em conjunto com a Delegacia do Turu (7º DP).

Ela é investigada, ainda, pelos crimes de apropriação indébita de dois veículos, uso de documentos falsos e estelionato contra empresas de locação de veículos.

GOLPES

De acordo com o delegado, Paulyanna aplicava os golpes se passando por proprietária de prédios importantes e terrenos valorizados de São Luís. Ela entrava em contato com corretores e anunciava a venda de terrenos e imóveis que nunca foram dela, todos por um preço atraente para investidores.

“Um desses prédios, inclusive, é o local onde funciona a agência do Banco do Brasil do São Francisco”, informou.

Segundo as investigações, a mulher fraudava documentos que a faziam parecer dona dos imóveis. Depois de fechar o negócio, os clientes repassavam o dinheiro à ela, muitas vezes em espécie. “Em uma das negociações, uma vítima chegou a pagar R$ 800 mil à vista”, explica o delegado.

Quando se dirigiam ao cartório para realizar a transação é que as vítimas percebiam que tinham caído em um golpe.

“Nesse momento ela sumia, sem deixar rastros. Nas vezes em que era localizada pelos compradores, argumentava que o problema era um apenas um erro e devolvia a quantia para eles roubando outras pessoas”, destacou Day Robson.

De acordo com o delegado, ela não agia sozinha. “Estimamos que pelo menos duas pessoas estavam envolvidas no esquema”, informou. A Polícia agora investiga quem mais estaria envolvido nos crimes.

Depois da prisão, Paulyana foi encaminhada ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde aguarda a tramitação dos processos contra ela.

Do Portal Idifusora


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Homem morre após caçamba colidir com moto na BR-135, em São Luís

Por volta das 8h desta terça-feira (7), um acidente envolvendo um veículo de carga e uma motocicleta resultou na morte do condutor da moto, na BR-135, próximo a entrada do Maracanã, zona rural de São Luís.

Segundo informações colhidas por uma equipe PRF de Pedrinhas, uma caçamba de cor cinza, ainda não identificada, passou por cima da moto Honda Titan vermelha placa PSM-8482 e da vítima. A equipe continua no local sinalizando o trânsito e aguardando o IML.

A vítima trabalhava em um empresa localizada à poucos metros do local da ocorrência. O corpo caiu no acostamento da rodovia. Mesmo assim, por conta de muitos curiosos, o trânsito ficou lento no local.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia descarta envolvimento de mãe no assassinato de Alanna Ludmila

A polícia descartou o envolvimento da mãe de Allana Ludmilla, Jaciane Borges, do assassinato da menina. Segundo a delegada que investiga o caso, Viviane Azambuja, também ainda existe a investigação da possibilidade de mais uma pessoa ter participado do crime.

“O que a gente já descartou foi a participação da mãe. Ela não teve participação alguma nesse crime. Ainda estamos investigando a participação de um terceiro ou não”, declarou a delegada.

A polícia ainda estuda a possibilidade de fazer uma reconstituição do crime. Contudo, para a delegada Viviane o forte esquema necessário poderia inviabilizar os trabalhos. “Não está definido data, mas se for realmente ter com certeza nós vamos contar com um forte esquema de segurança”, afirmou.

Ainda não há previsão para a entrega dos laudos periciais porque o local do crime foi alterado, o que dificultou o trabalho dos peritos. Só após o resultado do laudo a polícia terá mais certeza sobre tudo o que aconteceu. De acordo com o superintendente de perícia criminal do Instituto Médico Legal (IML) , Miguel Alves, existem procedimentos que precisam ser realizados para a conclusão dos laudos, o que faz com que o resultado demore um pouco.

“Nós temos uma série de exames que estão sendo realizados a partir de amostras coletadas tanto no local do crime, quanto no cadáver. Cada amostra dessa requer um tempo diferenciado para exame. Então nós teremos o laudo emitidos em tempos diferentes. Acredito que até o final da semana já teremos uma série grande de laudos produzidos, mas estaremos dando continuidade a finalização e encaminhamento de outros laudos no decorrer do tempo”, afirmou.

O ex-padastro da criança, Robert Serejo, estava foragido até o dia 04 de novembro, quando foi preso depois de embarcar em uma van, na BR-135. Ele foi ao ser reconhecido por dois policiais militares que estavam por acaso no veículo . Jurandir Burgos, sargento da reserva, conta que Robert pediu parada na BR-135 e que logo foi reconhecido quando entrou no na van.

“Quando ele adentrou eu pensei: ‘é o cara que matou a menina!’. Aí eu comuniquei o César e disse para ele: ‘César, o rapaz que matou a menina’. Ele me perguntou: ‘Você tem certeza’. Eu respondi: ‘absoluta’. Eu esperei ele sentar e pensei ‘vamos abordar’, mas César sugeriu abordar perto da barreira da Estiva”, descreveu.

Segundo o segundo policial que estava no veículo, sargento César Roberto, a voz de prisão só foi dada em Pedrinhas por medida de segurança. “Como tinha várias mulheres dentro do microônibus, eu achei melhor fazer uma abordagem segura perto da barreira da Estiva”, declarou o policial.

G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é preso por esfaquear a própria esposa em São Luís

Policiais militares prenderam um homem suspeito de tentar assassinar a companheira, no Residencial Outeiro, em São Luís. Francisco das Chagas silva, de 57 anos, esfaqueou a esposa, identificada como Rosenilde Macêdo Amorim, de 38 anos.

De acordo com informações, os PMs foram avisados da situação através do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciops).

O caso teria acontecido após uma discussão entre Francisco e Rosenilde, e no calor do bate-boca, o homem esfaqueou a mulher na barriga.

A Polícia Militar foi acionada e conseguiu capturar o suspeito após uma perseguição. Ao olhar a chegada da guarnição, tentou escapar em uma moto, mas foi perseguido e detido, após perder o controle do veículo e cair. Na queda, Francisco bateu com a cabeça e teve um ferimento.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi chamado e socorreu a vítima, que foi levada para uma unidade de saúde da capital e passou por um procedimento cirúrgico.

Francisco também foi encaminhado para um hospital e depois para a Delegacia Especial da Cidade Operária (Decop) para os procedimentos legais.

Portal Guará


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Integrantes de facção que expulsava moradores da Vila Funil são presos em São Luís

Na manhã desta quarta-feira (1º), integrantes de uma facção criminosa que estavam expulsando moradores de suas próprias casas e ocupando os imóveis no bairro Vila Funil em São Luís foram presos durante uma operação da Polícia Civil.

A mesma ação já havia acontecido no mês de junho e muitos desses criminosos tinham sido soltos pela Justiça e voltaram a aterrorizar os moradores.

De acordo com as investigações mais de 50 casas já haviam sido ocupadas pela facção após alguns moradores da área se recusaram a colaborar com a assinatura de um abaixo assinado, que pedia a liberação do líder da facção. Além disso os moradores eram obrigados a dar uma contribuição em dinheiro para custear o advogado do criminoso.

Foram realizados 26 mandados de prisão preventiva na área da Vila Funil. Desse quantitativo, 16 eram homens e seis mulheres foram presos e dois menores foram apreendidos. Dentre os presos está o atual líder da facção Marcos Antônio Rodrigues Corrêa, conhecido como Marquinhos Satan, que já possui uma série de denúncias contra ele tramitando na Justiça.

Segundo o delegado Henrique Mesquita, mesmo após a primeira operação que prendeu alguns integrantes da facção a comunidade não se sentiu segura e novos moradores foram expulsos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresas querem reajuste de 26,7% nas tarifas de ônibus coletivos de São Luís

“As empresas do sistema de transporte público de São Luís precisam de remuneração justa para poder funcionar, oferecendo um serviço de qualidade à população. Hoje operamos no limite”. A afirmação foi feita ontem, pelo superintendente Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET), Luís Cláudio Siqueira, justificando pedido de reajuste de tarifas à Prefeitura, com base no cumprimento da tarifa de contrato (ou remuneração) estabelecido no edital de licitação do transporte. As empresas consorciadas querem um reajuste de 26,7%, passando a tarifa média de R$ 2,90 para R$ 3,60.

Rodoviários marcaram para hoje uma paralisação de advertência em São Luís Siqueira considera “crítica” a situação das empresas, tendo em vista os altos investimentos que foram feitos em um ano, com a aquisição de 220 ônibus novos – sendo 20 articulados – totalizando R$ 80 milhões. As concessionárias alegam ainda que ocorreram reajustes de preços do diesel e de outros insumos, além dos compromissos de cláusulas da convenção coletiva de trabalho.

“As empresas precisam com urgência da tarifa de remuneração, para que haja equilíbrio econômico-financeiro do contrato com a Prefeitura. Hoje está existindo um desequilíbrio na relação contratual”, afirmou o superintendente.

Dificuldade

Ele admitiu que, em razão do não cumprimento da tarifa de contrato, algumas empresas estão enfrentado dificuldades para cumprir suas obrigações trabalhistas, conforme alega o Sindicato dos Rodoviários, citando, como exemplo, atraso no pagamento de salários e tíquetes alimentação e o adiantamento salarial no dia 20 de cada mês.

“Tudo isso é reflexo direto da falta de remuneração dos serviços, que causa desequilíbrio financeiro de todo o sistema”, assinalou Cláudio Siqueira. Ele observa que o reajuste tarifário deveria ter ocorrido em setembro deste ano.

Ainda segundo os consórcios, o pedido de reajuste foi encaminhamento formalmente à Prefeitura no dia 31 de agosto deste ano. Foi estipulado um prazo de até 30 dias para que o Município informasse sobre a possibilidade de reajuste tarifário, o que não aconteceu.

O último reajuste de tarifas ocorreu em março de 2016. A tarifa mais barata (R$ 1,90) passou para R$ 2,20. Já a tarifa que custava R$ 2,20 subiu para R$ 2,50. Por fim, o nível 4 (considerada a tarifa mais cara) passou de R$ 2,60 para R$ 2,90.

Outra mudança nos valores tarifários em São Luís foi registrada em março de 2015. À época, as tarifas subiram 16%, mas após reivindicações feitas por grupos sociais nas ruas e avenidas da cidade, a Prefeitura cancelou o aumento.

O superintendente do SET disse ainda que, além das “perdas de arrecadação” registradas este ano, as empresas enfrentam a concorrência ilegal do transporte de carrinhos, além da gratuidade no sistema de transporte.

Do Estado


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

PF prende uma pessoa em operação contra crimes previdenciários em São Luís

Uma operação conjunta da Polícia Federal, Ministério Público Federal e a Secretaria de Previdência, denominada Vetores II, foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (26) e cumpriu 5 mandados judiciais, sendo 1 de prisão preventiva, 2 de condução coercitiva e 2 de busca e apreensão, em São Luís.

Segundo a PF, a finalidade da ação é reprimir crimes previdenciários e é o desdobramento da Operação Vetores, que foi desencadeada em 2 de fevereiro de 2017. À época, foram cumpridos 18 mandados judiciais, sendo 4 de prisão temporária, 4 de condução coercitiva e 10 de busca e apreensão.

Naquela ocasião, foram investigados sócios, administradores e contadores de empresas transmissoras de GFIPs – Guias de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social – irregulares. Esse documento servia de base para a concessão de benefícios previdenciários fraudulentos.

No curso da presente investigação, a apuração concentrou-se no principal responsável pelo esquema de fraudes contra a Previdência Social, cuja participação ocorreu tanto na transmissão de GFIPs, quanto na falsificação dos documentos utilizados pelos requerentes na obtenção dos benefícios. Foram também identificados outros dois intermediários com participação comprovadas no esquema criminoso investigado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.