Cidade

Boates Chez Moi, Observatório e Candy são interditadas após vistoria

Boates são interditadas.

Boates são interditadas.

Durante a madrugada deste sábado, (2), o Corpo de Bombeiros da capital deu início as fiscalizações à boates de São Luís.. Como já se imaginava os primeiros pontos a serem vistoriados, foram as boates do Centro Histórico da Capital.

Várias boates ficam localizadas em áreas de riscos, em prédios antigos, com risco de desabamentos.

Logo nas primeiras horas desta sexta (1), a boate Chez Moi, Candy, Observatório, Prensa, Patrimônio Show e o Roots Bar foram interditadas.

Homens do Corpo de Bombeiros detectaram , a falta de pontos de fuga, falta de saída de emergência e fios elétricos expostos. Casos os donos dos estabelecimentos resolvam os problemas, os locais poderão ser reabertos. E caso descumpram as normas poderão ser presos e obrigados a pagarem multas.

Após reunião realizada entre orgãos da segurança do estado, o secretário Aluísio Mendes, determinou que o Corpo de Bombeiros iniciasse vistorias em casas nortunas e boates da capital e no interior do estado. A medida foi tomada após o incêndio na boate Kiss em Santa Maria (RS), que vitimou mais de 230 pessoas no dia 28 de janeiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Seguranças de boate dificultaram saída de pessoas no início do incêndio, diz sobrevivente

O estudante de medicina Murilo de Toledo Tiecher estava na boate Kiss, em Santa Maria (RS), na madrugada deste domingo (27). Ele escreveu em uma rede social que os seguranças dificultaram a saída dos clientes logo que o fogo começou. Ao menos 245 pessoas morreram e outras 48 permaneciam hospitalizadas até o início desta tarde. Murilo ainda disse que as pessoas só conseguiram deixar o local depois que derrubaram os funcionários, que insistiam em cobrar as comandas.

— Eu fui uns dos 50 primeiros a sair. No inicio do tumulto, tentaram segurar as portas, com os seguranças, e manter as pessoas ali pra que não saíssem da boate. Não sei se pensaram que era uma briga e não queriam que saíssem sem pagar.

Murilo ainda contou que quando conseguiu chegar ao lado de fora ajudou outras vítimas.

— [Nós] ajudávamos quem ainda estava preso lá dentro, puxamos muita gente pra fora até os bombeiros chegarem. O sentimento de impotência foi forte.

A suspeita é de que as chamas começaram durante uma apresentação pirotécnica. Uma foto publicada por um DJ que se apresentaria na casa mostra os fogos que podem ter causado o incêndio.

Para a polícia, a falta de saídas de emergência e de extintores de incêndio fez com que mais pessoas morressem. O delegado Sandro Meinerz esteve no local e falou, em entrevista à rádio Guaíba, sobre os problemas que os clientes tiveram.

— É um acesso muito pequeno. Havia muita gente lá dentro. A porta virou um funil e eles tiveram dificuldade para sair. As pessoas, na hora do pânico, usam de todas suas forças para sair e muita gente acabou morrendo por causa disso.

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, lamentou o acontecido em um vídeo publicado na internet momentos antes de embarcar para Santa Maria acompanhado da ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos.

— Recebemos hoje pela manhã esta notícia terrível de uma tragédia gravíssima na cidade de Santa Maria. Em luto ao Rio Grande, em luto ao Brasil, em luto à cidade, neste momento estou me dirigindo para lá para acompanhar o trabalho da Brigada Militar, dos bombeiros, da Polícia Civil, do Instituto Geral de Perícias. Também para compartilhar o luto da cidade, que é um luto de todo o Rio Grande, de todo o nosso País.

A presidente Dilma Rousseff antecipou o retorno de uma viagem ao Chile para ir a Santa Maria neste domingo. Ela colocou à disposição do Estado toda a estrutura do governo federal para prestar atendimento às vítimas.

Os corpos das vítimas fatais foram levados para o Centro Desportivo Municipal.

As informacoes sao do R7


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.