Poder

Juiz e tio do deputado Rubens Júnior critica Flávio Dino

O juiz da cidade de Caxias, João Pereira Neto, tio do vice-líder do PCdoB na Câmara dos Deputados, Rubens Pereira Júnior, não poupou críticas ao governador Flávio Dino.

Em sua conta pessoal do twitter, o magistrado disse que o governador mudou de discurso, comparado ao que dizia nos anos 90, quando era professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Preferia aquele discruso do meu ex-professor d Administrativo nos anos 90. Mas compreendo. O senhor virou político..“, criticou o juiz.

A crítica do juiz foi com base na declaração de Flávio Dino, que defendeu a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula. “Tenho absoluta convicção do que faço. Não ficarei na história desses dias difíceis como oportunista, omisso, traidor. Tenho princípios”, comentou o governador, em sua conta do twitter.

A publicação do juiz polemizou ao ponto dele próprio, em menos de 1 dia, fazer a exclusão de seu comentário.

Imagem foi extraída do twitter do magistrado, que excluiu horas depois de sua conta o comentário.

Imagem foi extraída do twitter do magistrado, que excluiu horas depois de sua conta o comentário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Dos 18 deputados federais apenas 4 votaram contra doação empresarial para campanhas

Deputados foram os únicos a dá exemplo na Câmara Federal.

Deputados foram os únicos a dá exemplo na Câmara Federal.

Um número expressivo de deputados votaram ontem (27), na Câmara Federal, optando pelo “sim” na emenda constitucional que autoriza empresas a realizarem doações de campanha a partidos políticos, exceto ao candidato.

De acordo com levantamento feito pelo Blog do Neto Ferreira, da bancada federal do Maranhão, apenas quatro votaram contra aprovação, número muito inferior aos 14 que decidiram pela liberação de doação.

A aprovação da emenda foi composto pela bancada maranhense do PMDB, PEN, PRP, PRB, PP, PSDC, PTB, PDS, PSDB e PV. Ouros partidos como – por exemplo -, PT, PCdoB, PDT e PPS votaram contra. Confira abaixo a lista dos maranhenses que votaram contra e favorável a doação:

PCdoB
Rubens Pereira Júnior MA Não

PDT
Weverton Rocha MA Não

PEN
André Fufuca MA Sim
Junior Marreca MA Sim

PMDB
Alberto Filho MA Sim

PMDB
Hildo Rocha MA Sim
João Marcelo Souza MA Sim

PP
Waldir Maranhão MA Sim

PPS
Eliziane Gama MA Não

PRB
Cleber Verde MA Sim

PRP
Juscelino Filho MA Sim

PSB
José Reinaldo MA Sim

PSDB
João Castelo MA Sim

PSDC
Aluisio Mendes MA Sim

PT
Zé Carlos MA Não

PTB
Pedro Fernandes MA Sim

PV
Sarney Filho MA Sim
Victor Mendes MA Sim


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Rubens Júnior e Eliziane Gama sofrem grave acidente de carro

O deputado estadual e candidato a federal, Rubens Pereira Júnior (PCdoB), sofreu grave acidente na BR-316. O carro do parlamentar colidiu com um Palio e, devido o condutor não utilizar o cinto de segurança, sacou do carro e morreu no loca.

Rubens Pereira Júnior, informou que passa bem. O acidente de teve vítima aconteceu nas próximidades da cidade de Caxias.

Outra a sofrer grave acidente na noite de ontem deste sábado, dia 26 de julho foi a candidata a deputada federal Eliziane Gama e equipe de campanha próximo ao município de Buriti Bravo.

Eliziane Gama estava com o motorista e outras três pessoas da equipe de campanha, quando o veículo caiu de uma ribanceira, dentro de um riacho do município.

A parlamentar e os demais ocupantes do veículo foram socorridos e levados para o Hospital de Buriti Bravo para os primeiros socorros. Ela passou por exames médicos, mas as informações é que está abalada, mas passa bem.

Dois dos integrantes da equipe de campanha da parlamentar estão em estado mais grave e foram levados para o Hospital de Presidente Dutra. Uma das ocupantes do veículo sofreu lesão no braço.

Na manhã de hoje, a deputado Eliziane Gama publicou uma foto agradecendo o carinho do eleitorados. Mesmo com o pescoço mobilizado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Desvio de R$ 200 millhões‏ no Governo é denunciado

Foi levado à tribuna da assembleia legislativa uma grave denúncia de dano ao erário público cometido pelo governo do Maranhão.

A apresentação de uma ação rescisória, de autoria do ministério público do Maranhão, protocolada no tribunal de justiça, contra acordo firmado entre a empresa Constran S/A Construção e Comércio LTDA, com sede no estado de São Paulo, e o governo do estado do Maranhão.

O acordo tinha como objetivo o pagamento de uma divida referente à obra de restauração e melhoramento da rodovia federal, BR 230, obra realizada no ano de 1985. À época o valor do débito girava em torno de R$ 17 milhões. O grande golpe, segundo o ministério público, é que o valor teria sido reajustado indevidamente e hoje custaria aos cofres do estado a quantia de R$ 211 milhões. Destes, R$ 100 milhões para quitação em 24 parcelas de R$ 4.723.619,84. Restando ainda a quantia de R$ 110 milhões para serem pagos posteriormente.

Rubens Júnior revelou que o principal beneficiário deste acordo seria o doleiro Alberto Youssef, preso no último mês, no Hotel Luzeiros, em São Luís acusado de envolvimento na lavagem de R$ 10 bilhões em dinheiro do Governo Federal. O envolvimento foi confirmando por uma reportagem publicada pela revista Época nesta última semana.

O objetivo do acordo é deixar o Maranhão “terra arrasada”, ou mesmo levantar dinheiro para interesses pessoais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Aliados de Flávio Dino, Léo Coutinho e Rubens Júnior são campeões de vaias no Carnaval

Deputado Rubens Júnior em um abraço caloroso com o prefeito Léo Coutinho

Deputado Rubens Júnior em um abraço caloroso com o prefeito Léo Coutinho

Os pupilos do chefão do comunismo no Maranhão, Flávio Dino, o prefeito de Caxias, Léo Coutinho, e o deputado Rubens Júnior, receberam uma sonora vaia na noite da última segunda-feira de Carnaval.

De acordo com informações do Blog do Sabá, a equipe de comunicação da prefeitura, aliada de Flávio Dino, até que tentou evitar o vexame, mas não conseguiu.

Sabedor da impopularidade de Léo Coutinho, o locutor oficial do evento teve o maior cuidado de não pedir palmas para o prefeito e pisou em ovos até mesmo na hora de mencionar a presença dos dois no evento realizado no Parque da Cidade.

Mas, num descuido, quando o cantor da banda Chicabana resolveu fazer graça para Léo Coutinho, o saudando calorosamente e pedindo para o prefeito falar, não deu outra: foi uma senhora sonora vaia jamais vista nas terras de Gonçalves Dias.

Na tentativa desesperada de melhorar o quadro para a turma dinista, o cantor resolveu então pedir uma salva de palmas para Rubens Júnior, na esperança de que a desaprovação de Coutinho fosse suplantada pelo desconhecimento de Rubens Júnior, já que conhecido mesmo é o pai ficha suja, o ex-deputado Rubens Pereira.

A emenda foi pior do que o soneto: Rubens Júnior saiu de lá surdo de tanta vaia.

Nas redes sociais, o assunto foi o mais comentado da última terça-feira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Rubens Júnior é acusado de prática de propaganda eleitoral antecipada

O falso moralista deputado estadual Rubens Júnior.

O falso moralista deputado estadual Rubens Júnior.

Contundente nas críticas que faz ao Governo Roseana Sarney e ao secretário Luis Fernando Silva, afirmando que o governo se utiliza de convênios com os municípios em troca do apoio dos prefeitos, o comunista Rubens Júnior se mostra não tão zeloso assim quando os atos são para beneficiá-lo.

Durante o 9º Fest Matões, onde circularam mais de 40 mil pessoas segundo a própria estimativa da Prefeitura Municipal de Matões, o locutor oficial anunciava o nome do imberbe deputado sempre precedido da afirmação “esse homem é federal”, numa forte alusão a mudança de cargo que o deputado pretende concorrer e numa clara manifestação de propaganda eleitoral extemporânea, ou seja, fora de época e irregular, que é proibida pela justiça eleitoral aos detentores de cargos eletivos, que inclusive podem perder seus mandatos.

A gravação do áudio demonstra que durante aos intervalos o locutor sempre anunciava numa ordem cronológica os nomes do pai do deputado: Rubens Pereira, de sua mãe a prefeita Suely Pereira e de Rubens Junior – com a alusão “esse home é federal” -, para deixar bem caracterizado e na memória dos participantes da festa, na sua grande maioria eleitores maranhenses da região de Matões e dos municípios vizinhos como, Timon, Parnarama, Caxias, dentre outros.

O falso moralismo dos comunistas.

O falso moralismo dos comunistas.

Em anos anteriores, segundo informações colhidas pelo blog junto aos participantes, a menção não foi tão propalada como no ano passado. Durante o Fest Matões se apresentam bandas locais, de renome conhecidas dentro do estado e nacionalmente.

A festa é patrocinada pela Prefeitura de Matões e fica também caracterizada a utilização de dinheiro público em benefício político, já que o nome do comunista é citado várias vezes durante os três dias de evento.

Portanto, é muito falso moralismo de imberbe Rubens Júnior.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputados pedem intervenção federal no sistema de segurança

1720561212-1475985724noticiaOs deputados Rubens Júnior (PC do B), líder do Bloco de Oposição, Raimundo Cutrim (PC do B), Othelino Neto (PC do B) e Bira do Pindaré (PSB) voltaram a criticar duramente o Sistema de Segurança Pública do Maranhão, na sessão desta terça-feira (12), e anunciaram que vão pedir intervenção federal no sistema de segurança estadual. “O Ministério Público requereu a intervenção no sistema carcerário, nós faremos um aditamento a fim de estender a todo o Sistema de Segurança do Estado do Maranhão”, afirmou Rubens Júnior.

Segundo Rubens Júnior, trocar o comando da Polícia Militar não vai resolver a situação da segurança, pois o problema é de todo o sistema, que está falido e não traz resultado, e do secretário de Segurança, Aluísio Mendes, que não tem apoio popular e nem da corporação. “Fracassou porque foi incompetente e, agora, porque não tem sustentação da base”, argumentou.

Raimundo Cutrim, mais uma vez, voltou a responsabilizar o secretário de Segurança pelo caos no Sistema de Segurança Pública, acrescentando que pode colocar o comandante do Brasil todo, que não vai ter jeito, pois o problema é a cabeça do sistema que está fragilizada. “Desafio um deputado aqui que venha me dizer que a segurança está boa, desafio”, observou.

Para o deputado Othelino Neto, o caos na Segurança Pública do Maranhão é a materialização do desgoverno que vive o Estado, destacando o fato de o presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), Gervásio Protásio dos Santos, ter afirmado recentemente que a violência em São Luís está tomando proporção alarmante e que isso é fruto da falta de investimentos.

Othelino Neto enfatizou o descontentamento dos policiais militares que, ontem (11), fizeram uma manifestação na Praça Deodoro, na qual denunciaram e reclamaram da falta de Segurança Pública no Estado do Maranhão. “Os policiais disseram que se não demitir o secretário, se não trocar o secretário, eles vão parar. Aí, com a Polícia Militar em greve, vamos experimentar o absoluto caos”, revelou.

Na opinião de Othelino, não adianta exonerar o comandante da Polícia Militar e que é preciso que a governadora assuma a situação, ou pelo menos tente, para ter, minimamente, condições de sair desse estado grave de insegurança e descontrole por que passa o Maranhão.

Bira do Pindaré, por sua vez, afirmou que o Sistema de Segurança está falido e não consegue mais responder a nada e que sua incapacidade está comprovada. Ele indagou por que a governadora não pede a Força Nacional para ajudar no enfrentamento à criminalidade, e não só ao sistema prisional, bem como a razão por que não devolve os recursos do Orçamento Estadual, que foi reduzido em R$ 8 milhões.

“O que resolve é a gente ter dinheiro para investir, é a gente pedir auxílio do Governo Federal através da Força Nacional, e a gente ter um Comando renovado na Secretaria de Segurança que possa cumprir com essas medidas, com todo o gerenciamento da inteligência e da tropa da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros, de todo o Sistema. Aí talvez a gente comece a ter um alívio e mais tranquilidade para enfrentar a situação”, defendeu Bira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Fernando Fialho será imprensado na Assembleia Legislativa

Depois das graves denúncias da bancada oposicionista a respeito do convênio fantasma firmado entre o governo estadual e o grupo Vera Macieira, os parlamentares de oposição tiveram recentemente acesso ao documento original do convênio que, a priori, melhoraria os acessos ao município da Raposa, Maranhão.

Desde que os deputados de oposição iniciaram as apurações e denúncias, o secretário de estado do Desenvolvimento Social, Fernando Fialho, emitiu duas notas oficiais que até agora confirmaram todas as acusações feitas pela bancada oposicionista.

“O secretário insiste em dizer que houve erro de digitação na publicação do lugar das obras e que o convênio é para vários municípios. Agora que estamos com o convênio em mãos, comprovamos que não houve nenhum erro. No convênio original, rubricado e assinado por Fialho, consta que as obras são destinadas ao município da Raposa”, denunciou o líder da oposição Rubens Jr.

Com isso, Fialho será imprensado nas paredes na Assembleia Legislativa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Rubens Júnior dá “piti” e parte para ‘ameaça’ na Assembleia Legislativa

Na ânsia de atacar o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), Edmar Cutrim, e defender a mãe que é prefeita de Matões, Suely Pereira (PSB), o deputado imberbe Rubens Júnior (PCdoB) deu um verdadeiro “piti” e partiu para ‘baixaria’ na tribuna da Assembleia Legislativa, durante sessão na manhã de ontem terça-feira (07).

O deputado imberbe Rubens Júnior (PCdoB).

O deputado imberbe Rubens Júnior (PCdoB).

O parlamentar embarcou numa furada ao criticar o conselheiro alegando de forma tendenciosa que foram direcionados os vazamentos de relatórios preliminares de prestação de contas de gestores ao jornal O Estado do Maranhão, de propriedade da família Sarney, que destacou na edição de domingo supostas irregularidades nas contas de sua mãe.

Descontrolado, o imberbe ameaçou denunciar no STJ o que, em sua ótica jurídica, estaria configurando irregularidade.

Para piorar a situação, o comunista demonstrou ‘minúsculo’ entendimento em jurisprudência e fez graves acusações que podem gerar inúmeros processos na Justiça contra sí como – por exemplo -, afirmar que Edmar Cutrim seria um velho colaborador da oligarquia Sarney e que estaria facilitando dados desfavoráveis contra prefeitos de oposição.

A insinuação de forma maldosa e desprovida do parlamentar acarreta, sem sombra de duvidas, sérios danos morais, matérias, entre outros.

Não há, portanto, sequer irregularidade ou ilegalidade em jornalistas obterem dados exclusivos, dos quais a prerrogativa jornalística recepcionada pela Constituição Federal de1988 ao estabelecer que é assegurado o sigilo quanto às fontes ou origem de informações recebidas ou recolhidas por jornalistas, os quais não poderão ser compelidos ou coagidos.

Algo simples de se compreender, mas que passa despercebido nos neurônios de Rubens Júnior.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Oposicionistas denunciam falta de transparência no carnaval do governo Roseana Sarney

Deputado Rubens Júnior

Deputado Rubens Júnior

Deputados de oposição ocuparam a tribuna da Assembléia Legislativa para protestar contra o que consideram falta de transparência do governo do Estado com relação aos grandes espetáculos realizados na Praça Deodoro, como os shows de Diogo Nogueira e Jorge Benjor, durante o carnaval.

O deputado Bira do Pindaré elogiou a postura da Prefeitura Municipal com relação ao carnaval de São Luís nesse início de gestão. Disse o deputado que todos nós sabemos que São Luís enfrenta dificuldades e que o prefeito Holanda Júnior assumiu em condições adversas a condução do município e logo em seguida teve de apoiar as atividades carnavalescas. Para Bira do Pindaré, a Prefeitura não tinha condições de bancar o cachê das Escolas de Samba, mas realizou um carnaval popular na Praça Maria Aragão, expandindo a festa para outros bairros como Cohatrac e Cohab.

O principal, na visão do parlamentar, é que o carnaval da Prefeitura foi transparente. A Secretaria Municipal de Cultura registrou um gasto de R$ 2 milhões. Bira espera que o Estado faça o mesmo com relação aos grandes espetáculos da Praça Deodoro, revelando quanto a festa custou aos cofres públicos do Estado. “Até para que o povo possa avaliar a importância e a envergadura de iniciativas como essa”, disse.

O deputado Marcelo Tavares também se manifestou, indagando quanto custou e quem ganhou dinheiro com as atrações nacionais que se apresentaram na Praça Deodoro. Ele acha interessante saber quem são os executores, pois diz ter visto em fotografias divulgadas no jornal O Estado do Maranhão “figuras que trabalhavam numa empresa que foi acusada de ser laranja da governadora Roseana Sarney”.

ECONOMIA

Marcelo Tavares disse também que em relação ao carnaval nem o Estado nem a Prefeitura tem o que comemorar. Entende que o carnaval não deve servir apenas como um fomento da atividade cultural; deve haver algum retorno econômico para a cidade, para o comércio, para os núcleos culturais. Nesse aspecto, citou estatística divulgada na imprensa local segundo a qual o número de turistas caiu drasticamente em São Luís durante os festejos de Momo.

Deputado Marcelo Tavares

Deputado Marcelo Tavares

O parlamentar colocou em dúvida que tenha havido algum patrocínio dos shows realizados na Deodoro. “Só se for um novo tipo de patrocínio, o patrocínio escondido, pois é natural que uma empresa que apoie uma atividade desse porte queira seu nome divulgado”, contestou. Outra possibilidade levantada pelo parlamentar é a de que as empresas não estejam patrocinando e sim negociando com base nas Medidas Provisórias 100 e 101 do governo do Estado que garantem incentivo fiscal ao contribuinte do ICMS que financiar projetos culturais e esportivos.

Para o deputado Rubens Júnior, mais do que discutir qual carnaval foi vitorioso, temos que perceber que são dois carnavais diferentes, dois modelos diferentes e de certa forma complementares. Ele destacou a descentralização do carnaval realizado pela Prefeitura e frisou que para as grandes atrações da Praça Deodoro foi adotado um modelo sem transparência. Rubens Júnior pretende protocolar um pedido de informações sobre os gastos do carnaval promovido pelo governo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.