Crime

Depoimento de último denunciado do Caso Décio é suspenso

Advogado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro

Advogado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro

Uma liminar concedida pelo desembargador José Luiz Almeida suspendeu o depoimento do advogado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro, último denunciado na morte do jornalista Décio Sá, pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha. O advogado seria ouvido na manhã desta segunda-feira (12) pelo juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Osmar Gomes dos Santos, no Salão do Júri, no Fórum Desembargador Sarney Costa, no bairro do Calhau. O juiz remarcou a tomada do depoimento para o dia nove de setembro.

Segundo acusação oferecida pelo Ministério Público Estadual, Ronaldo Henrique Santos Ribeiro integrava a rede de agiotas liderada por Gláucio Alencar Pontes Carvalho, de 34 anos, e seu pai, José de Alencar Miranda Carvalho, de 72 anos; apontados como mandantes e financiadores do crime.

Em fevereiro, em sessão presidida pelo juiz auxiliar Márcio Castro Brandão, o advogado denunciado teve o processo desmembrado dos demais acusados, após constantes pedidos de suspensão dos depoimentos, por parte de sua defesa.

O advogado de Ronaldo Ribeiro, Aldenor Rebouças alega não ter tido “tempo hábil” para ouvir as mídias das interceptações telefônicas feitas pela Justiça.

Segundo investigou a Polícia Civil do Maranhão, Ronaldo Ribeiro atuava como uma espécie de “consultor jurídico” da rede de agiotagem e teria cedido o próprio escritório para várias reuniões da quadrilha. No dia 9 de maio de 2013, segundo as investigações, o local de trabalho do advogado, localizado na Península da Ponta d’Areia, teria servido para o acerto financeiro da morte do empresário Fábio dos Santos Brasil Filho, o Fábio Brasil, de 33 anos, executado no dia 31 de março, em Teresina-PI, por acumular dívidas com os agiotas. Foi por denunciar a ligação do bando com este crime que Décio Sá foi morto. Com informações do G1MA.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.