Poder

Presos fazem rebelião na Delegacia de Carutapera

carutapera0

Delegacia de Carutapera/ Foto ilustração

Presos da Delegacia de Carutapera iniciaram um motim durante a madrugada desta terça-feira (15).

Segundo o delegado Dicival Gonçalves, superintendente de Polícia Civil do Interior, a Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap) já foi informada da situação, pois a rebelião continua.

Eles quebraram algumas grades, de acordo com o superintendente. A unidade abriga, atualmente, 52 presos. Uma equipe das forças de segurança pública foi deslocada à delegacia para fazer a contenção do motim.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Assembleia pede criação de CPI para investigar caos em Pedrinhas

As recentes fugas, mortes e casos de corrupção dentro sistema prisional maranhense poderão ser investigadas em uma CPI da Assembleia Legislativa do Maranhão. A deputada Eliziane Gama informou na manhã desta quarta-feira (17) que apresentou requerimento pedindo que a instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o sistema penitenciário após o período eleitoral.

A situação de caos instalada é insustentável e é necessário haver uma investigação séria e isto é possível através de uma CPI. Ela esclareceu que iniciará o recolhimento de assinaturas dos demais colegas parlamentares, e se houver impossibilidade de instalação da CPI pedirá que a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa também acompanhe as investigações sobre esta situação.

A proposta é contribuir com a celeridade das investigações sobre a facilitação de entrada de armas e drogas, além de fugas e mortes dentro do sistema prisional maranhenses. O preocupante também é a paralisação dentro do sistema prisional, de agentes e vigilantes de empresa terceirizada que presta serviço para o Complexo Penitenciário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Enquanto Pedrinhas agoniza, Gestor leva mais de R$ 12 milhões

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), prefere contratar empresas de fora a desvalorizar as que aqui penam e vivem de favores. Exemplo disso é a empresa Gestor Serviços Empresariais, que opera na manutenção das unidades do sistema prisional de Pedrinhas.

Com sede em Fortaleza, aqui em São Luís ela já faturou da Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), mais de R$ 12 milhões para assistir rebeliões, motins, cabeças decapitadas corpos estirados no chão e o Maranhão ocupando as paginas da imprensa nacional de forma negativa devido a precariedade do sistema.

Ao contrario de investir no sistema carcerário, com concursos para novos agentes penitenciários e no serviços de vigilância, o Governo do Maranhão prefere aplicar milhões nos cofres da Gestor.

Faltando quatro meses para encerrar o ano, a empresa já abocanhou uma soma fabulosa (veja abaixo os valores), quase se aproximando do valor real arrecadado no ano passado. Em 2012 o valor chegou a menos de 50% dos anos seguintes.

Amanhã o blog do Neto Ferreira publica o faturamento da Gestor nos anos de 2012 a 2013. Vale lembrar ainda que o Ministério Público do Trabalho no Maranhão cobra a empresa na Justiça R$ 30 milhões de indenização por dano moral coletivo, resultado da precariedade no trabalho em que os servidores foram expostos nos presídios.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.