Maranhão

Prefeito de Cajapió pode ser afastado do cargo por improbidade

Raimundo Nonato Silva, prefeito de Cajapió

Raimundo Nonato Silva, prefeito de Cajapió

Raimundo Nonato Silva poderá perder a função pública como prefeito de Cajapió, ter suspensão dos seus direitos políticos de três a cinco anos e ainda pode pagar multa de até 100 vezes o valor da remuneração como chefe do Executivo municipal, por improbidade administrativa. Além de implantar a destinação e disposição final ambientalmente adequadas, em prazo a ser fixado pela justiça, sem prejuízo da implantação do Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos.

O Ministério Público do Maranhão (MPMA), entrou com duas ações contra o gestor em virtude do descumprimento da norma legal que determina a disposição final ambientalmente adequada de resíduos sólidos e rejeitos.

Os resíduos produzidos em Cajapió são depositados indiscriminadamente no lixão municipal, operado pelo próprio município e por terceiro. De acordo com o MPMA, como na maioria dos municípios maranhenses, em Cajapió nada foi feito de concreto para o cumprimento da lei.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.