Poder

Secretário de São Luis é denunciado como integrante de organização criminosa

semfaz

O secretário Municipal da Fazenda, Raimundo Rodrigues (Semfaz), foi apontado pelo promotor da 27ª Promotoria de Justiça Especializada, órgão do Ministério Público (MP-MA), Paulo Roberto Barbosa Ramos, como um dos cabeças do esquema criminoso que atuava na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) entre os anos de 2009 e 2014. Segundo o promotor, o esquema desviou, no mínimo, R$50 milhões dos cofres públicos.

À época, o hoje secretário Raimundo Rodrigues era diretor da Célula de Gestão da Ação Fiscal da Sefaz. Posição que, segundo o prmotor, foi determinante para a atuação da quadrilha. Segundo o órgão, Raimundo Rodrigues colaborou “com grande eficiência para o sucesso da organização criminosa”.

Nomes como o da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) e Cláudio Trinchão também foram citados na denúncia feita pelo MP-MA.  De acordo com o MP-MA, valendo-se da posição de governadora do Estado, Roseana Sarney facilitou o esquema de corrupção. O órgão aponta Cláudio Trinchão, que na época era o secretário da Sefaz, como o líder da organização criminosa.

Na denúncia, o MP-MA ainda cita a ousadia da organização criminosa da qual Raimundo Rodrigues, atual secretário da Semfaz, fazia parte. “Alguns funcionários da terceirizada Linuxell Informática e Serviços Ltda eram, ao mesmo tempo, comissionados da Sefaz, o que demonstra a grande ousadia da organização criminosa, respaldada pela convicção de que todos os crimes praticados permaneceriam impunes”, afirma o MP na denúncia.

Veja, abaixo, trechos da denúncia do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) que citam o atual secretário da Semfaz.

mpma5

mpma6


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.