Poder

Ex-procurador de São Luís vai disputar vaga ao Senado em 2014

O advogado Paulo Helder

O advogado Paulo Helder

O ex-procurador geral da Prefeitura de São Luis, na administração de Tadeu Palácio, o advogado Paulo Helder, foi sacramentado como pré-candidato ao Senado pelo PSL, partido que é dirigido no Maranhão pelo vereador Francisco Carvalho. A notícia foi divulgada esta semana, e teve uma boa repercussão de mais uma opção surge para somar na disputa eleitoral de 2014, já que uma nova liderança surge no cenário político.

Paulo Helder, que atualmente é Controlador da Câmara Municipal de São Luís, disse que pretende focar seu mandato na área da segurança pública, por entender que o Maranhão necessita de uma atuação mais forte na esfera federal voltada para o setor. Para ele, “urge que sejam adotadas medidas eficazes no sentido de um eficiente combate a violência e buscar melhorias para as condições de uma política de segurança para o Estado”.

O presidente da agremiação social liberal, Francisco Carvalho, destacou que a escolha de Paulo Helder deu-se em decorrência da grande experiência do causídico como operador do Direito e por ser um profissional altamente respeitado e competente. “Estamos muito satisfeitos com a adesão de um grande profissional e homem de caráter ilibado que enriquece nosso quadro partidário”,

Já o presidente da Câmara Municipal, vereador Isaías Pereirinha, que avalizou a indicação de Paulo Helder, acrescentou que o PSL está muito bem representado para o Senado, “haja vista a notável experiência do doutor Paulo Helder, não só como advogado, mas como um homem articulado e de boas relações, o que lhe credencia a aspirar um mandato para o Senado”. Paulo Helder acrescentou que se sente honrado pela indicação, e garante não decepcionar pela sua escolha, e trabalhar para o fortalecimento cada vez maior do PSL.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Clodomir e Graça Paz vão se filiar no PSL

Clodomir Paz e Graça Paz. (foto divulgação).

Clodomir Paz e Graça Paz. (foto divulgação).

Embora o presidente do PSL, vereador Francisco Carvalho tenha perseguido a vida de Welington do Curso, o secretária de Programa Especiais do Estado, Clodomir Paz, e sua esposa a deputada estadual Graça Paz, vão se filiar no Partido Social Liberal (PSL).

Eles que deixaram o PDT após crise interna com o deputado investigado pela Polícia Federal, Weverton Rocha, e Julião Amim, presidente da Legenda, devem confirmar as adesões ainda neste semana.

O ex-deputado estadual e ex-secretário de Trânsito e Transporte da gestão Castelo, Clodomir Paz e Graça Paz – candidata à reeleição na Assembleia -, foram barrados ao entrar no PEN pelo deputado José Benedito Pinto, o Jota Pinto.

Quando diretor Geral do Detran no governo de Jackson Lago em 2008, Clodomir se destacou no combate ao esquema da extinta concessionária de automóveis Euromar do empresário Alessandro Martins.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

‘Conspiração’ de Fernando Sarney fez governo Roseana ignorar PSL em São Luís

Fernando Sarney: o negócio dele é ‘conspirar’

Fernando Sarney: o negócio dele é ‘conspirar’

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), dá sinais de que pouco está preocupada com a eleição do pré-candidato à Prefeitura de São Luís, Washington Luiz Oliveira (PT) por desacreditar que tenha chances de fazer o prefeito da capital, chegando a descartar o apoio do PSL priorizando o PRB, que numa articulação de mão dupla facilitou a entrada na Câmara Federal do filho do ficha-suja e ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, que é amigo pessoal do empresário Fernando Sarney.

Hoje, o Partido Social Liberal é reconhecido pela força política na capital em virtude dos membros que dele fazem parte, a exemplo do presidente da Câmara, Isaias Pereirinha, além de outros vereadores.

O desprestigio do governo com o PSL foi encarado de forma negativa, no qual chamou atenção o descaramento de Fernando Sarney, que vinha atuando em favor de Paulo Marinho Júnior, e confidenciou ao presidente do PSL, o vereador Chico Carvalho, que estaria ajudando ao partido no duelo contra o PRB de Cléber Verde pela conquista da Secretaria de Pesca. Pura conspiração!

Fernando que mantinha contato político e amigável com Carvalho, hoje é ignorado da forma como o governo Roseana Sarney fez com a sigla.

As negociações em torno da criação da Secretaria de Pesca ocorreram há 3 meses , durante uma reunião no Palácio dos Leões, que teve a participação da Articulação Política do Governo do Estado.

Paulo Marinho abraçado com o filho deputado federal

Paulo Marinho abraçado com o filho deputado federal

Durante a conversa, Roseana Sarney afirmou que daria a Pasta ao deputado Edson Araújo (PSL), que se manteve aliado ao grupo votando em favor dos requerimentos do Palácio dos Leões na Assembleia Legislativa.

Foi então que surgiu a conspiração de Fernando Sarney, ou seja, o lobo vestido em pele de cordeiro, que se apresentava como aliado do partido, mas no dia-a-dia era ao contrário do projeto político do Diretório Municipal do PSL.

A tática inescrupulosa do empresário acabou obtendo resultados favoráveis ao peemedebista Paulo Marinho Júnior, que era apenas o segundo suplente da coligação com improváveis chances de assumir como deputado federal.

Pelo visto, o modo genial de conspiração de Fernando Sarney fez desenterrar o túmulo e trazer de volta ao cenário político o amigo e aliado Paulo Marinho. Uma lastima!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PSL ameaça romper com Roseana Sarney após indicação de Cléber Verde para Secretaria de Pesca

Chico Carvalho presidente do PSL

Chico Carvalho presidente do PSL

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), conseguiu transformar o seu governo, não só visando a parte técnica, mas sim a política, como de fato vem acontecendo com a recém-indicação do deputado federal, Cléber Verde (PRB), para Secretaria de Pesca do Estado, que será criada na próxima.

Informações dão conta que, a indicação se deu em face da pressão oriunda do PRB Nacional, e também do ministro da Pesca, Marcelo Crivela (PRB), a quem o deputado federal Cléber Verde usou de todos os meios para conseguir a então sonhada Pasta.

A ida de Verde para a Pesca enfraquecerá o setor pesqueiro, que não lhe ver com bons olhos, depois da última eleição, no qual ele obteve de colônias de pescadores cerca de 40 mil votos.

O parlamentar que utilizou a pesca para garantir praticamente 50% da sua reeleição, hoje é tido, como crápula, sem palavra e desonesto, após enganar pescadores com propostas de Projetos de Lei, que beneficiaria o setor com aumento salarial do programa federal Seguro Defeso.

De acordo com pescadores, Cleber Verde usou na época a imagem do deputado estadual, Edson Araújo (PSL), para se fortalecer em colônias de pescadores do Estado.

E mais: chegou a ser investigado durante a campanha eleitoral, pela Polícia Federal onde consecutivamente, o Ministério Público Eleitoral, através da procuradora Carolina Da Hora, pediu no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) a cassação do mandato de Cleber Verde á Câmara Federal.

Na verdade, a minirreforma no governo Roseana Sarney atende apenas aos interesses políticos, pessoas e financeiros do empresário Fernando Sarney, que conspirou contra o (PSL) para ajudar o amigo ficha-suja e ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho.

Além da licença de Cleber Verde na Câmara, onde o jovem e suplente Ricardo Arché (PMDB ) assume a vaga,  o deputado federal Zé Vieira, se licenciará do cargo para abrir outra vaga ao suplente peemedebista, Paulo Marinho Júnior. Ou seja, uma jogada genial, ou de mestre.

Com isso, o PSL (Partido Social Liberal) ficou desprestigiado, e poderá romper a qualquer momento com o governo Roseana Sarney.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.