Crime

Ex-funcionário de farmácia é preso por ameaçar indiciado em inquérito policial

1502298840-419524485

Um homem, identificado como Marcus Vinícius Sousa Corrêa, foi preso nesta quarta-feira (9), acusado de ameaçar uma pessoa envolvida nas investigações sobre o desvio de dinheiro de uma rede de farmácias em São Luís.

Segundo informações do delegado Marcone Matos, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), as investigações sobre o desvio de dinheiro estavam em andamento, e Marcus já havia sido chamado para depor, por ser suspeito de envolvimento no caso, mas aguardava a conclusão das investigações em liberdade.

No entanto, no decorrer do processo, Marcus Vinícius começou a ameaçar uma outra pessoa investigada no inquérito, tentando coagir o suspeito a mudar seu depoimento. Por isso, a Polícia Civil pediu à Justiça a expedição de um mandado de prisão preventiva contra Marcus. O pedido foi acatado, e Marcus Vinícius acabou sendo preso e encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, para não atrapalhar as investigações.

“Ele já tinha sido ouvido na delegacia, bem como o outro indiciado. Mas, no decorrer do inquérito policial, ele começou a ameaçar o outro suspeito, e isso começou a prejudicar o andamento do inquérito. Em razão disso, começamos a coletar as provas da ameaça e representamos pela prisão dele, que foi concedida pelo Poder Judiciário. Agora ele vai ter que explicar essas ameaças, porque o inquérito policial tem que correr de maneira célere, mas também dando a oportunidade para a outra parte” , explicou o delegado.

Ainda segundo Marcone Matos, o primeiro suspeito de envolvimento no desvio, que não teve a identidade revelada, declarou ter participação no crime e até explicou como funcionava o esquema. Já Marcus Vinícius, negou qualquer tipo de envolvimento no caso. “Ele negou ter participação, mas começou a ameaçar o outro indiciado. Se ele não tem nenhum envolvimento, será absolvido, mas não pode de forma alguma tentar prejudicar o inquérito policial. Então, a prisão dele não é, em princípio, por causa do desfalque na empresa, mas por causa das ameaças contra o outro suspeito. Marcus Vinícius foi preso para que se mantenha a ordem pública” , informou o delegado.

Sobre o esquema

As investigações apontam que funcionários da rede de farmácia conseguiam a senha da gerente e cancelavam as compras em dinheiro. Desse modo, o cliente levava os produtos, já que pagava por eles, mas o dinheiro ficava em poder dos funcionários, já que no sistema da farmácia constava que a compra havia sido cancelada.

“A empresa pensava que o objeto ainda estava na farmácia, mas o cliente já havia levado. Assim, durante um dia de trabalho, eles (os criminosos) conseguiam em torno de R$ 400 cada um, totalizando mais de R$ 700 desviados por dia. As investigações apontam que os desvios totalizaram cerca de R$ 48 mil, e o crime só foi descoberto após a empresa passar por uma auditoria. Agora, o inquérito vai continuar, pois faltam algumas coisas a serem levantadas” , declarou Marcone Matos.

Do Imirante.com


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Amigo de Flávio Dino é preso em Pernambuco acusado de matar 12 pessoas no Maranhão

thumbnail_IMG-20170727-WA0080

Empresário e fazendeiro, Sebastião Patrick Campos de Almeida Souza, e o governador do Maranhão, Flávio Dino.

O amigo do governador Flávio Dino (PCdoB), o empresário e fazendeiro, Sebastião Patrick Campos de Almeida Souza, de 33 anos, foi preso nesta quinta-feira (27), no município de Custódia, sertão de Pernambuco, que estava foragido da Justiça. Ele é acusado de cometer 12 homicídios no Maranhão.

Durante a campanha eleitoral de 2014, Patrick foi uma das lideranças políticas do governador Flávio Dino (PCdoB), em Maracaçumé. E se tornou amigo pessoal do comunista, pois todas as vezes que o gestor visita a cidade, vai a fazenda do acusado para participar de almoços oferecidos por ele.

A prisão do fazendeiro se deu em um cumprimento a mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão, e contou com as Forças de Segurança do Maranhão e de Pernambuco.

Segundo informações policiais, Patrick foi detido quando entrava em um táxi, na porta de sua casa, pelo Comando de Operações e Recursos Especiais (Core) de Pernambuco e e pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), vinculado à Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa do Maranhão (SHPP). Com o empresário, foi apreendida uma pistola Glock calibre 380, contendo 16 munições intactas.

De acordo com o delegado Tiago Bardal, titular da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), o amigo do governador é considerado de alta periculosidade.

WhatsApp-Image-2017-07-27-at-15.05.33

O empresário e fazendeiro, Sebastião Patrick Campos de Almeida Souza, preso em Pernambuco.

Patrick é proprietário de uma fazenda no Maranhão, onde está sendo deflagrada uma operação da Polícia Civil maranhense com 15 equipes e um helicóptero, para o cumprimento de mandados de prisão em Governador Nunes Freire e, também, na capital.

A Polícia Civil pernambucana revelou que o fazendeiro integra uma quadrilha conhecida em Recife como “Demônios da Ilha” (DI), que atua nas comunidades Santo Amaro, localizada na área central da cidade; Chié e Ilha de Joaneiro, no bairro Campo Grande, na zona norte. Ao delegado João Leonardo, o suspeito confessou um assassinato ocorrido em Itamaracá/PE.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Três pessoas são presas com 60kg de drogas em São Luís

1501078160-21237374

Na tarde dessa terça-feira (25), três pessoas foram presas por tráfico de drogas no bairro Cohafuma.

Ao todo, foram encontrados 60kg de maconha e uma quantidade não informada de cocaína. Wesley da Silva Costa, conhecido como “Guri” , de 20 anos, Aline Auriceira do Nascimento, de 22 anos, e Drayfor da Silva Costa, de 22 anos foram autuados por prática do crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Os indivíduos foram encaminhados ao Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

A Polícia ressaltou que o trio integra uma facção criminosa com atuação notadamente nos bairros Cohafuma, São Francisco e Ponta D’areia. (Com informações do Imirante.com)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ministério Público diz que prisão do tenente-coronel Ciro é ilegal

O promotor de justiça, Willer Siqueira Mendes Gomesho, se manifestou acerca da prisão do tenente-coronel da Polícia Militar Ciro Nunes Alves da Silva, que ocorreu na última sexta-feira (21).

Siqueira afirmou que a prisão do militar é flagrante da ilegalidade, pois não houve qualquer infração ao Código Penal brasileiro.

O promotor disse, ainda, que o tenente-coronel não teve a chance de se defender, sendo ignorado, bem como a sua condição de militar.

“Excelência, é flagrante a ilegalidade da prisão, quando não se faz presente qualquer das hipóteses previstas no art. 312 do Código de Processo Penal. Aliás, há flagrante afronta ao princípio da proporcionalidade , pois, ainda que eventualmente condenado nos dispositivos supra, a reprimenda não redundaria em ergástulo”, frisou.

No ofício encaminhado a juíza plantonista, o promotor Willer pediu a soltura de Ciro Nunes.

No último sábado (22), após o pedido do Ministério Público, o tenente-coronel foi solto a mando da juíza Joelma Sousa Santos.

Entenda o caso

O tenente-coronel da Polícia Militar Ciro Nunes Alves da Silva foi preso na sexta-feira (21), decorrência de uma discussão com o procurador geral do Estado do Maranhão, Rodrigo Maia.

Segundo informações, o tenente-coronel estava conversando com juiz Bonfim quando Maia chegou ao local, cumprimentou o magistrado e disse ao militar: “está se distraindo com os processos?”.

Ciro teria colocado o dedo no peitoral do procurador e disse: “Me respeite”. O tenente-coronel foi preso horas depois.

Os delegados da Polícia Civil colheram alguns depoimentos de testemunhas, inclusive do juiz Bonfim que estava na ocasião da discussão.

Leia também

Tenente-coronel é preso após discutir com procurador geral do Estado

thumbnail_IMG-20170724-WA0018

thumbnail_IMG-20170724-WA0017


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Trio é preso suspeito de participar de assalto a residência no Araçagy

1500311664-525110043

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos – DRF, deu cumprimento a 03 mandados de prisão preventiva em desfavor de Victor da Silva Penha, Mizael Ribeiro dos Santoa e Widerlan Menegildo da Silva. As prisões ocorreram nesta segunda-feira (27).

Segundo a polícia, os indivíduos foram identificados como autores de roubos a residência ocorridos no Araçagy, quando famílias inteiras foram vítimas.

Após as investigações, fora representado pela prisão preventiva dos assaltantes, medida deferida pelo juízo da Central de Inquéritos da Capital.

Com mais estas prisões, a polícia já desarticulou e prendeu várias as quadrilhas que atuavam naquele Bairro, fazendo com que os indivíduos respondam pelos crimes praticados.

Após as formalidades legais, os presos serão encaminhados ao complexo de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Policial envolvido na morte de ambientalista é preso

IMG-20170523-WA0023

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) apresentou na manhã desta segunda-feira (22), no auditório Leofredo Ramos, o militar reformado Francisco da Silva Sousa, conhecido por “Da Silva”, 58 anos. O acusado é suspeito de envolvimento na prática do homicídio, do ambientalista Raimundo dos Santos Rodrigues, popularmente conhecido como “Dos Santos”. O acusado Da Silva, ainda tentou contra a vida da esposa do ambientalista, Maria da Conceição Chaves Lima.

Na coletiva de imprensa foram repassadas as ações que resultaram na prisão do militar reformado, pelo crime de homicídio e tentativa de homicídio. A sua prisão aconteceu por conta de um cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva, expedido pelo Juiz Federal da Segunda Vara Criminal, da Seção Judiciária do Maranhão. A investigação acerca do crime efetivou-se por meio da Polícia Federal, e a prisão de forma integrada entre as Polícias Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), e Polícia Militar, pela DIAE; resultando na sua prisão, na cidade de Açailândia.

De acordo com as informações repassadas na coletiva, o crime aconteceu no dia 25 de agosto de 2015, por volta das 17h, onde o ambientalista Raimundo dos Santos Rodrigues foi vítima de homicídio. Ele foi morto por meio de arma de fogo e ainda recebeu golpes de arma branca. A ação criminosa foi realizada nas imediações da sede da fazenda Santa Bárbara, situada no povoado Rio das Onças, Zona rural do Município de Buriticupu-MA.

O casal estava abrigado na área da Reserva Biológica do Gurupi, sob a administração da Autarquia Federal Icmbio (Instituto Chico Mendes). Na ocasião da morte do ambientalista, a vítima estaria acompanhada de sua cônjuge, Maria da Conceição Chaves Lima, que também foi alvejada por projéteis de arma de fogo, mas resistiu aos disparos. As vítimas, desde o ano de 2013, estavam atuando como conselheiros consultivos da Reserva Biológica do Gurupi. Os crimes foram investigados, como advindos de conflitos agrários, envolvendo fazendeiros e madeireiros da região do município de Buriticupu.

Durante as investigações foi descoberto que o militar reformado Francisco da Silva Sousa, o “Da Silva” é considerado o líder de um grupo de extermínio, que age na região. As investigações continuarão, no sentido de descobrir os outros envolvidos nesta ação criminosa.

Ação criminosa proveniente de conflitos agrários

Durante a coletiva, o delegado da Polícia federal, Júlio Sombra ponderou que o crime teve motivação proveniente de conflitos por terras. “As informações dão conta, que um fazendeiro da região, seria o mandante do crime. O fazendeiro teria contratado o Francisco da Silva Sousa, o “Da Silva”, para executar o ambientalista Raimundo dos Santos Rodrigues, o “Dos Santos”. O criminoso está sendo investigado ainda, pela prática de outro homicídio na região”, finalizou o delegado da Policia Federal.

Presente também, o delegado geral de Polícia Civil, Lawrence Melo, destacou, que “o ambientalista estava, de certa forma, incomodando as ações dos fazendeiros na região. O Dos Santos estava sendo visto pelos fazendeiros, como uma pessoa que estava atrapalhando as disputas de terras na região”.

O secretário de Segurança Pública Jefferson Portela ressaltou, que “o trabalho de investigação da Polícia Federal e a prisão por meio da Seic e da Polícia Militar foi realizada no combate às ações criminosas na região. Após a as investigações, o autor foi descoberto e cumprido o mandado de prisão pela 2ª Vara por meio da Instância Federal”, concluiu o secretário de segurança.

O Superintendente Estadual de Investigações Criminais, o Delegado Tiago Bardal finalizou informando que o criminoso estava sendo investigado pelos crimes descritos, sendo, então, identificado e preso em uma ação conjunta envolvendo a SEIC e a Policia Militar. Após ser preso, o acusado foi encaminhado ao Comando Geral da PMMA onde permanecerá à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Lavrador é preso por agredir esposa no Dia da Mulher

m_09032017_1148

No “Dia da Mulher” (8 de março), uma discussão entre marido e esposa, por causa de um defeito na máquina de lavar, levou à prisão preventiva do lavrador Radamés Paiva da Silva, 37 anos, denunciado por lesão corporal pela lavradora F.F. de A., com quem convive há dez anos e tem dois filhos pequenos.

A mulher fez o exame de corpo de delito na delegacia de Coroatá, quanto foi constatada lesão na mão esquerda, e compareceu ao fórum da comarca para pedir a prisão do marido. A vítima disse sofrer as agressões há vários anos e que pretende se mudar para outro município para poder criar os filhos de 3 e 8 anos a salvo das ameaças do agressor. “Medida de afastamento do acusado não vai adiantar. Ele vai voltar e me matar”, disse ela, com medo.

Com base no relato da vítima, e confirmado o crime pelo laudo do exame de corpo delito, o juiz Francisco Ferreira de Lima, titular da 2ª vara de Coroatá, concluiu ser necessária a medida extrema em desfavor do acusado, de modo a garantir a integridade física e psicológica de Francisca e decretou a prisão preventiva de Radamés, com base nos artigos 311-312 do Código de Processo Penal e na Leia Maria da Penha (Nº 11.340/2006).

“A integridade física do cidadão é de responsabilidade estatal, e o Estado, nesse caso, é representado pelo Judiciário. Note-se que esse fato ocorreu na presença do filho menor do casal, de apenas três anos de idade, fato que agrava a conduta do suspeito, por demonstrar pouca ou nenhuma consideração pelo ambiente familiar e por sua prole”, justificou o magistrado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia Civil apreende 130 kg de maconha, em São Luís

 

a

Cerca de 130 kg de maconha foram apreendidos na madrugada desta sexta-feira (28), durante operação da Polícia Civil, coordenada pela Superintendência Estadual de Repreensão ao Narcotráfico (Senarc), em São Luís. Além da droga, a polícia apreendeu ainda balanças de precisão, uma quantia em dinheiro, dois carros de passeio e uma moto. Três pessoas foram presas e encaminhadas à sede da Senarc.

Por telefone, o delegado responsável pela operação, Carlos Alessandro, contou ao G1 detalhes da operação que, segundo ele, foi dividida em duas partes. A primeira parte da ação ocorreu na BR-135, na entrada de São Luís. Os policiais estavam acompanhando a chegada de um ônibus que vinha de Goiânia.
Nas proximidades do Aeroporto Internacional de São Luís – Marechal Hugo da Cunha Machado, o ônibus parou e um carregamento em três caixas foi transportado do veículo para um carro de passeio onde estavam duas mulheres identificadas como Andrea Salazar Cruz e Larúbia Araújo dos Santos.

Nesse momento, parte da guarnição abordou o motorista do ônibus. Durante abordagem, o homem, identificado como Anderson Clayton Soares Sousa, é natural do Tocantins e confessou que estava levando o carregamento de Goiânia para o Maranhão. Ele recebeu uma quantia em dinheiro para realizar o transporte. Ele foi levado para a sede do Senarc e o ônibus foi apreendido.

No segundo momento da operação, a outra parte da guarnição abordou o carro de passeio, que seguiu em direção ao bairro São Cristóvão. Ainda em diligência, os policiais foram até a casa das suspeitas, no município Raposa, na Região Metropolitana de São Luís, e encontrou drogas e balanças de precisão. A mulher identificada como Andreia confessou que toda a droga pertencia a ela.

As duas mulheres foram levadas para a Senarc e a polícia apreendeu, além da droga e das balanças de precisão, uma quantia em dinheiro, dois veículos de passeio e uma moto. Os três envolvidos no caso responderão pelos crimes de Tráfico Interestadual de Drogas e Associação para o Tráfico.

b

 

Do G1/MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Cinco jornalistas são presos sob suspeita de extorsão no Centro-Oeste

Folha de São Paulo

policia-660x330

Cinco jornalistas foram presos em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal sob suspeita de extorquir autoridades e empresários com contratos com a administração pública. Um auditor fiscal da Prefeitura de Cuiabá (MT) também foi detido.

Os cinco, segundo a polícia, pediam de R$ 100 mil a R$ 300 mil para não divulgar, nos veículos em que atuavam, notícias de supostas irregularidades em contratos.

As prisões ocorreram no dia 12, durante a operação “Liberdade de Extorsão”, coordenada pela Defaz (Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública). O inquérito deve ser concluído nesta segunda (21), pela Polícia Civil de Mato Grosso.

Os seis mandados de prisão –quatro preventivas e duas temporárias– foram expedidos pela Vara Especializada do Crime Organizado de Cuiabá.

Segundo a Polícia Civil, quatro jornalistas detidos preventivamente são do Grupo Milas Comunicação, que administra os veículos “Centro­Oeste Popular”, “Notícias Max” e “Brasil Notícias”.

Antônio Carlos Milas de Oliveira, dono do “Centro­Oeste Popular”, foi detido em Nossa Senhora do Livramento (MT). Seus filhos Max Feitosa Milas, do “Notícias Max”, e Maycon Feitosa Milas, foram presos em Cuiabá (MT) e em Campo Grande (MS), respectivamente. O editor­chefe do “Brasil Notícias”, Naedson Martins da Silva, foi detido em Brasília (DF).

A polícia encontrou munições de diversos calibres na fazenda de Antônio Carlos e na casa e na empresa de seu filho Max. Outro jornalista, Antônio Peres Pacheco, teve prisão temporária decretada e foi detido em Cuiabá. Foi preso temporariamente, no mesmo dia, o auditor fiscal Walmir Correa, da Prefeitura de Cuiabá, sob a suspeita de vazar informações da administração para as extorsões atribuídas aos jornalistas.

O volume financeiro movimentado pelo suposto esquema não foi revelado, assim como nomes de políticos e empresários vítimas do grupo.

O grupo agia, segundo a polícia, havia alguns anos, e o valor cobrado das vítimas variava conforme as condições financeiras de cada uma. Ainda segundo a investigação, das empresas os jornalistas acessavam dados sigilosos da base do ISS (Imposto Sobre Serviços) da prefeitura com login e senha de servidores públicos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Presos criminosos que assaltaram Banco em Icatu

A Policia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais- SEIC, desencadeou uma operação que culminou na prisão de duas pessoas envolvidas no assalto contra o banco do Bradesco ocorrido no último dia 12, localizado na cidade de Icatu.

Milena Fernanda Verde Silva Costa de 25 anos que era funcionária da própria agência e João Batista de Araújo de 30 anos, funcionário da Assembleia Legislativa do Piauí foram presos através do cumprimento de mandado de prisão preventiva.

A agência foi invadida por volta das 11h30 da manhã do dia 12 de janeiro, por doze homens armados de fuzis, escopetas, pistolas, além de metralhadoras. Na ocasião, a quadrilha fez reféns e fugiu pela zona rural da cidade com vários malotes de dinheiro.

ooo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.