Política

Inquérito da PF diz que Edivaldo Holanda recebeu doação de empresas

Blog do Luís Pablo

O inquérito da Operação Sermão aos Peixes da Polícia Federal está parecendo um véspero, que quanto mais se mexe, mais coisas aparecem.
Até o prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), está no bojo do inquérito da PF.

No documento abaixo, o nome de Holandinha aparece como um dos candidatos que foram beneficiados com doação de recursos de empresas envolvidas na operação.

Edivaldo Holanda recebeu nas eleições de 2012 a doação de três empresas. São elas: Kamaha Engenharia Ltda (valor: R$ 45.000,00); Distribuidora de Medicamentos Maximus Ltda (valor: R$ 5.000,00) e a W L das S Marques (valor: R$ 500,00). Foi um total de R$ 50.500,00.

Essas empresas são alvo de investigação da Polícia Federal, por servirem de manobra aos Institutos Bem Viver e ICN para fazer doações de campanha para candidatos. Além disso, ela são apontadas como empresas que faturaram recursos dos institutos, através Secretaria de Estado da Saúde.

O titular do Blog do Luis Pablo entrou em contato com o secretário de Comunicação de São Luís, Batista Matos, por meio do WhatsApp. Ele estava online, leu as perguntas, mas não respondeu as mensagens.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.