Poder

Ministra pede apoio de prefeitos para erradicar a pobreza

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Tereza Campello, solicitou o apoio dos municípios nas ações desenvolvidas pelo governo para erradicar a miséria. Segundo ela, os gestores municipais podem contribuir por meio do incentivo à formalização, estímulo ao registro de trabalhadores por conta própria como Empreendedor Individual (EI) e da capacitação dos beneficiários do Plano Brasil sem Miséria e do Programa Bolsa Família.

O apelo foi feito nesta quinta-feira (29), durante o painel sobre inclusão produtiva e a geração de emprego e renda, no I Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento, em Brasília, que tem o apoio do Sebrae.

Tereza Campello ressaltou o trabalho realizado pelo ministério, em parceria com o Sebrae, que visa qualificar empreendedores individuais que integram o programa de transferência de renda do governo federal, o Bolsa Família. Mais de 102 mil EI – trabalhadores por conta própria que ganham no máximo R$ 60 mil por ano, como manicures e chaveiros – estão também no programa.

A ministra disse que entre 8% e 10% das pessoas incluídas no Cadastro Único para Programas Sociais têm condições de se formalizar. A maioria, explicou a ministra, tem estratégias de sobrevivência, mas continua no mercado informal, muitas vezes, por não ter qualificação. “Elas poderiam, como o apoio do governo federal, do Sebrae e dos municípios, serem capacitadas e melhorar o seu negócio”, disse.

Existem 16 milhões de pessoas no país em condições de extrema pobreza, de acordo com a ministra. Ela destacou a necessidade de atuação conjunta dos governos federal, estadual e municipal no esforço pela inserção dessas pessoas no Cadastro. A inclusão nesse banco de dados permite a participação de famílias de baixa renda nos diversos programas sociais do governo.

O I Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável, que começou no dia 27, foi encerrado nesta quinta-feira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.