Poder

Secretário Pedro Fernandes mente descaradamente em entrevista

Secretário Pedro Fernandes.

Secretário Pedro Fernandes.

Em entrevista concedida a TV Difusora, o secretário de Estado da Educação, Pedro Fernandes, mentiu descaradamente ao dizer que os professores do Maranhão recebem o piso salarial adequado.

A Lei Nacional do Piso do Magistério, promulgada em 2008 (Lei 11.738/08), ainda não é respeitada no Maranhão, conforme tabela divulgada pela CNTE( Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação). O MEC confirmou para 2013 o novo piso salarial dos professores em R$ 1567,00, um reajuste de 7,97% comparado ao ano de 2012.

Cada estado recebe um valor mínimo por aluno e boa parte dos recursos são utilizados para pagamento de professores. Toda a verba dada pelo Governo Federal vai para os municípios dos nove estados mais pobres, a exemplo do Maranhão. E 10% dessa complementação deve ser usada exclusivamente para pagamento do piso salarial dos professores.

Como se percebe, o Maranhão está incluso entre os estados que mais recebem verbas para educação. Mesmo diante disto, o Maranhão possui altos índices de analfabetismo.

tabela_vencimentos_magisterio_publico_2013_031


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Olha aí, Roseana! Pedro Fernandes admite atraso na educação do MA

Do Idifusora

O secretário de Estado da Educação, deputado federal licenciado Pedro Fernandes, disse que 40% dos jovens com idade em torno de 17 anos não tem acesso à escolas no Maranhão. O índice é alarmante e mostra como há um atraso na educação, exigindo uma força-tarefa dos governos para reduzir essas desigualdades.

O percentual foi mencionado pelo secretário em entrevista publicada neste domingo (21) no jornal O Imparcial. Pedro Fernandes parece otimista. Reduzir essa diferença educacional poderá ser possível, segundo ele, com a melhoria na estrutura das escolas, quadro de professores, além de avanços no currículo pela mediação tecnológica, a ser implantada a partir do próximo mês de agosto.

“Vamos expandir o ensino médio, tentando a universalização”, disse Pedro Fernandes, destacando que, para atingir tal objetivo, a Seduc vem articulando parcerias com universidades e instituições com atuação voltada ao desenvolvimento científico no estado.

O analfabetismo é outra chaga que o Maranhão carrega. O Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que mais de 60% das pessoas de 10 anos ou mais de idade, no Maranhão, não tinham instrução e nem completado o ensino fundamental.

A Secretaria da Educação detém um dos maiores, senão o maior, orçamento entre todas as secretarias de governo. Seriam R$ 1,604 bilhão, mas quase todo o valor é destinado à folha de pagamento de pessoal.

Segundo Pedro Fernandes, apesar de o governo estadual cumprir o preceito constitucional e destinar 5% do orçamento para as instituições de ensino superior, além de 20% aos programas de educação básica, esses recursos ainda não são suficientes. “Estamos na luta para que os royalties [do petróleo] venham para a educação, e pelo menos trocar uma riqueza que é finita por uma outra riqueza, que é a educação do povo”, disse o secretário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Secretaria de Educação do Estado não cumpre lei nacional do piso do magistério

Uma das principais lutas dos trabalhadores da educação do Maranhão, a Lei Nacional do Piso do Magistério, promulgada em 2008 (Lei 11.738/08), ainda não é respeitada pelo secretário de Estado de Educacao, Pedro Fernandes.08 estados brasileiros.

Os professores são afetados no descumprimento integralmente a lei, o que inclui a hora-atividade, que deve representar no mínimo 1/3 da jornada de trabalho do professor. O que não vem acontecendo.

Em fevereiro de 2013, o Supremo Tribunal Federal decidiu que é preciso ser cumprido integralmente a lei a partir de 27 de abril de 2011. Desta maneira, os educadores que não receberam o valor devido a partir desta data podem cobrar na justiça o pagamento dos valores retroativos até 2011.

Em virtude disto, a educadores realizam na próxima semana, uma greve de três dias, entre 23 e 25 de abril, para pressionar Pedro Fernandes a respeitar a lei e também reivindica outras questões fundamentais para a educação.

tabela_vencimentos_magisterio_publico_2013_03


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Professores da rede estadual ameaçam paralisar atividades

Os professores da rede estadual de ensino ameaçam iniciar uma paralisação para reivindicar o atraso do envio do Estatuto do Educador para Assembleia Legislativa, que beneficiará a categoria.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão, deve aderir à paralisação em forma de protesto pela falta de compromisso do secretário de Educacao, Pedro Fernandes, que não mostra interesse em ajudar legalmente os professores.

“Houve enorme desrespeito com a classe dos trabalhadores em educação do estado”, disse Julio Pinheiro, presidente do sindicato.

Pedro Fernandes desde que assumiu a secretaria, nada fez pelos professores, como por exemplo, assegurar direitos e deveres do piso salariais, carga horária adequada à função e cobrar da governadora a realização de concurso públicos

Ao que parece, não há diferença alguma entre o ex-secretário Anselmo Raposo e Pedro Fernandes no comando da educaçao estadual.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder / Política

Vigilantes cobram de Pedro Fernandes pagamento de salários atrasados da Seduc

Vigilantes estão revoltados com o atraso.

Vigilantes estão revoltados com o atraso.

O atraso no pagamento dos salários torna difícil a situação dos trabalhadores, principalmente de seus dependentes. Dito isto, os vigilantes da empresa Sentinela Serviços de Segurança Ltda., que mantém contrato com a Secretaria Estadual de Educação (SEDUC),  entraram em contato com a equipe do Blog do Neto Ferreira na noite de hoje (06), e afirmaram que devem realizar protestos contra os atrasos salariais.

Para os vigilantes, o secretário Pedro Fernandes já tomou conhecimento dos atrasos e nada fez para reverter o quadro. “Queremos um mínimo de respeito”, disse um vigilante, que atribui a culpa ao secretário e ao proprietário da empresa.

Os vigilantes enfrentam quatro meses de salários atrasados e atrasos de 5 ticketes de alimentação. “Somos uma classe totalmente desvalorizada pelo secretário Pedro Fernandes, isso não pode continuar”, relatou outro vigilante ao blog.

Os vigilantes das escolas públicas da rede estadual da URE – Unidade Regional de Pedreiras, que compões 13 municípios informaram que a Seduc afirma ter efetuado o pagamento, porém, a empresa Sentinela nega que tenha recebido o pagamento de Fernandes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PTB indica Roberto Fernandes para compor chapa de Washington

O Estado do Maranhão

O presidente regional do PTB no Maranhão, deputado federal Pedro Fernandes, anunciou ontem a indicação do jornalista e radialista Roberto Fernandes para compor a chapa do candidato do PT a prefeito de São Luís, Washington Luiz. Para Fernandes, Roberto agrega valor à chapa petista, na medida em que amplia sua credibilidade e respeitabilidade.

De acordo com Pedro Fernandes, a indicação de Roberto Fernandes surgiu do debate interno no PTB sobre a participação nas eleições de São Luís. “O PTB escolheu o nome de Roberto por entender ter ele o perfil adequado para compor a chapa petista. Agora vamos discutir com os demais partidos a indicação”, explicou Fernandes.

Roberto Fernandes é jornalista, radialista e estudante de Direito. Trabalha como âncora do “Ponto Final”, na Rádio Mirante AM, um dos programas jornalísticos de maior audiência no rádio maranhense. Também é apresentador e comentarista do programa “Bom Dia Mirante”, na TV Mirante.

O jornalista se disse surpreso com a indicação do seu nome, mas afirmou que, se for escolhido oficialmente, “aceitará o desafio”.

Responsável pela indicação dos nomes do PMDB, o presidente municipal da legenda, deputado estadual Roberto Costa, disse que a indicação de Roberto Fernandes vai valorizar ainda mais o debate para montagem da chapa de Washington. “O interesse dos partidos mostra também que a candidatura de Washington Luiz é absolutamente viável”, frisou.

Para o líder peemedebista, a escolha do vice deve ocorrer mesmo no início de junho, às vésperas das convenções partidárias. Até lá, outros nomes deverão surgir.

Além do PMDB e do PTB, também já manifestaram interesse em indicar o companheiro de chapa de Washington o PR e o PV.

Peemedebistas – Além de Roberto Fernandes, o PMDB já indicou a ex-prefeita Conceição Andrade, o ex-secretário estadual Luís Bulcão e o deputado estadual Afonso Manoel. O anúncio peemedebista foi feito na semana passada.

Segundo o deputado Roberto Costa, a definição da chapa majoritária se dará antes mesmo do prazo de convenções – que começa em 10 de junho. Por isso, o partido se adianta para definir quem será o seu indicado. “Temos valorosos membros nos demais partidos, mas temos os nossos nomes também. E vamos levar à discussão para o grupo”, explicou.

A coligação em torno de Washington Luiz conta, até agora, com nove partidos: PT, PMDB, PTB, PR, PSC, PRB, PV, DEM e PSD. A formação da chapa única colocará os candidatos a vereador de todos estes partidos na mesma chapa, independentemente de quantos candidatos competitivos há em cada legenda.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Reforma no governo é um samba do crioulo doido

Blog do Luis Cardoso

Deu a louca em Roseana Sarney! Há algo de estranho na mente  da governadora que nem a mais competente psiquiatria pode desvendar.

Numa das pastas mais importantes, a da Educação, acertou apenas quando deixou passar por lá o deputado e professor César Pires.

Colocou no posto Anselmo Raposo. Um desastre. Um mar de corrupção comprovada pela Contraladoria Geral do Estado.

Assumiu o pau pra toda obra, olha Simão. Um fracasso. A Seduc ficou sem direção, sem pé e nem cabeça. Entrou, então, Bernardo Bringel que entende tanto do setor quanto eu de tecnologia. Resultado: centenas de escolas do nível fundamental estão fechadas, alunos fora da sala de aula no Maranhão inteiro, além de faltar merenda escolar porque o programa contemplava as escolas estduais que viraram municipais.

E olha que o deputado federal licenciado, Pedro Fernandes, chegou a ser sondado, cogitado para substituir Bringel que agora no Planejamento ainda acumula a Seduc. Ora, engenheiro civil, Fernandes não tem dado conta do recado nas cidades, imaginem a cratera que seria na Educação?

Não satisfeita, Roseana colocou a melhor amiga de sua vida, Olga Simão, na Ciência e Tecnologia. Do setor, Simão entende tão somente de alças que suspendem as malas. E nada mais. O setor permanece parado, inerte.

Mas agora vem o lado inovador e revolucionário da governadora. Olga Simão vai para a Secretaria de Cultura. Parece piada pronta, mas não é. Não existiu até agora indicação mais folclórica, exatamente o que tem sido a pasta ao longo de muitas décadas.

Inquieta, Roseana decide agora colocar o deputado federal Cléber Verde para dirigir a futura secretaria de Pesca. Vai botar a raposa no galinheiro. Ou melhor;  a isca em cima do peixe.

Ele é verde no setor, assim como o irmão do deputado é superintendente do Ministério da Pesca no Maranhão e só sabe pescar durante o período eleitoral. As pessoas do setor pesqueiro estão morrendo de rir da indicação. Algus prevêm que a pasta vai fazer água.

Nada assustaria se de uma hora pra outra Aluísio Mendes decidisse sair e Roseana colocasse imediatamente Olga Simão para substituí-lo.

Ou se a governadora criasse a Secretaria de Assuntos Aleatórios com rapidez e indicasse o tio Ernane Sarney para a pasta.

Roseana, assim meio que desprentenciosa, não promove reforma, provoca risadas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.