Política

Saiba como votou cada deputado do MA no segundo turno da PEC 241

img201610252129307737029_ufecjqh

O segundo turno da votação da PEC 241, na Câmara dos Deputados, votada nessa terça-feira (25), teve participação dos 18 deputados do Maranhão. Ninguém mudou o voto em relação ao primeiro turno. Assim, 14 votaram a favor e quatro votaram contra. Desta vez, o deputado Waldir Maranhão (PP) esteve presente. No primeiro turno, ele faltou.

A Proposta de Emenda à Constituição 241 limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos, corrigindo-os pela inflação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A votação durou 14 horas e teve 359 votos a favor 116. Agora, a matéria será analisada pelo no Senado, novamente em dois turnos. A apreciação está marcada para o dia 13 de dezembro.

Veja como foi o voto dos deputados maranhenses:

Waldir Maranhão – PP – Sim
Aluisio Mendes – PTN – Sim
Alberto Filho – PMDB – Sim
Cleber Verde – PRB – Sim
Davi Alves Silva Júnior – PR – Sim
Eliziane Gama – PPS – Não
Hildo Rocha – PMDB – Sim
Ildon Marques – PSB – Sim
João Castelo – PSDB – Sim
João Marcelo Souza – PMDB – Sim
José Reinaldo – PSB – Sim
Júnior Marreca – PEN – Sim
Juscelino Filho – DEM – Sim
Pedro Fernandes – PTB – Sim
Rubens Pereira Júnior – PCdoB – Não
Victor Mendes – PSD – Sim
Weverton Rocha – PDT – Não
Zé Carlos – PT – Não

Do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Servidores federais protestam contra a PEC 241 em São Luís

thumbnail_img-20161024-wa0006

Servidores de sindicatos federais realizam protesto na Avenida dos Portugueses, área Itaqui‐Bacanga, na entrada da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), desde o início da manhã desta segunda‐feira, dia 24.

O movimento foi organizado pela Associação de Professores da Universidade Federal do Maranhão (Apruma), pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de 3º grau no Estado do Maranhão (Sintema), pelo Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) e teve apoio da classe estudantil universitária.

No local, os manifestantes realizam a adesivação de veículos simpatizantes ao movimento

A manifestação acontece contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241 que reduz gastos sobre diversos setores por parte do Governo Federal.

No Maranhão, estudantes planejaram a ocupação de unidades de ensino para alertar a sociedade e debater sobre os impactos da PEC 241 sobre os direitos sociais e trabalhistas.

O acesso a universidade foi interditado impedindo a entrada de veículos, e por isso se formou o engarrafamento na região. O congestionamento afetou o trânsito da Areinha (sentido Anel Viário), assim como o Anel Viário (sentido Anjo da Guarda).

thumbnail_img-20161024-wa0008

De O Imparcial


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.