Poder

Paulinha Lobão é alfinetada em Paço do Lumiar

O desespero está tão grande para as bandas da candidatura de Edinho Lobão, que a última determinação da coordenação de campanha, foi a de participação em todos os eventos de candidatos a deputado, seja com o próprio candidato ou com ele representado pela mulher, filha, periquito ou papagaio.

E foi isso que aconteceu nesta ontem sexta-feira (26), na cidade de em Paço do Lumiar quando o prefeito Josemar Sobreiro organizou um evento para recepcionar seus candidatos Glalbert Cutrim (estadual) e Davizinho (federal).

Do nada, Paulinha Lobão apareceu com um batalhão de assessores e personal pedindo encarecidamente para a plateia transformá-la em primeira-dama do Maranhão, votando em seu queridinho Edinho.

O pior é que no desespero de participar de todos os eventos possíveis nesses últimos dias de campanha, deselegantemente Paulinha deu o seu recado no estilo “ilarilariê oh oh oh”, tirou algumas fotos e caiu fora. Nem o discurso do anfitrião da festa, o prefeito Josemar, ela fez questão de ouvir.

Mas o vereador Wellington Sousa (PSB) não deixou a deselegância passar ileso. Ele disse que só foi ao evento por ser aliado do prefeito Josemar e por defender a candidatura de Glalbert Cutrim. Entretanto, mesmo assim disse que ficou triste pelo fato da candidata à primeira-dama não ter ficado no evento para ouvir um pouco o que o povo tem a falar.

No vídeo, ele não só alfinetou como deu o seu recado sobre a candidatura de Flávio Dino, no evento em que Paulinha Lobão participou para promover o marido.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Desembargador Guerreiro Júnior faz Paulinha Lobão passar vexame

image

Com essa a apresentadora Paulinha Lobão não esperava. Conhecida pela música dale, dale e dale, a esposa do candidato da grupo Sarney, Edinho Lobão, pegou um contravapor violento do desembargador Guerreiro Júnior, através de nota de esclarecendo.

Extremamente indignado, o magistrado negou que tenha autorizado Paulinha a utilizar sua imagem em plena campanha eleitoral. Ele foi flagrada em Bacabal com uma placa da qual carrega a imagem e o seguinte dizer: “Guerreiro o Des do Povo”.

O blog do Neto Ferreira divulga abaixo a íntegra da nota do corregedor do Tribunal Regional Eleitoral.

Nota de Repúdio

Considerando as notícias veiculadas através de redes sociais, onde meu nome estaria associado à candidatura de alguns políticos, presto os seguintes esclarecimentos.

Nunca autorizei que minha imagem fosse atrelada a esse ou àquele grupo político, eis que o episódio noticiado nas redes sociais trata de uma armação primária daqueles que, em razão do posicionamento firme que venho tomando na Corte Eleitoral – ocasionando descontentamento de alguns –, pretendem com essa prática ardilosa inibir-me na condução rigorosa do processo eleitoral de 2014.

Contudo, não me curvarei, pois o meu compromisso é com a sociedade brasileira na garantia da lisura e transparência do processo eleitoral deste ano, imprimindo sempre uma atuação isenta.

Aproveito para reafirmar o propósito de continuar seguindo os ideários institucionais traçados pela Constituição, até porque predominará nesta Corte a tese de uma eleição limpa, sem práticas e procedimentos promíscuos.

São Luís, 22 de agosto de 2014.
Desembargador Antonio Guerreiro Júnior

Corregedor e Vice-Presidente do Tribunal Regional Eleitoral


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Edinho e Paulinha Lobão devem R$ 5,5 milhões ao Banco do Nordeste

Casal esbanja riqueza e é obrigado a pagar divida na Justiça;

Casal esbanja riqueza e é obrigado a pagar divida na Justiça;

Desde 2002 tramita na Justiça do Maranhão uma ação que tenta cobrar do senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA) e mais três pessoas, uma delas mulher do parlamentar, o pagamento de uma dívida calculada, na época, em R$ 5,5 milhões (no processo, não há valores atualizados).

Em 2009, inexplicavelmente, o processo foi arquivado, sem que ninguém assim determinasse. No ano passado, ao descobrir o erro, o banco pediu o desarquivamento, mas, mesmo assim, embora desde agosto de 2011 esteja concluso, o processo continua parado.

O juiz que cuidava do caso, José de Arimatéia Correia Silva, da 5ª Vara Cível de São Luís, foi aposentado compulsoriamente em fevereiro deste ano pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Arimatéia foi acusado de agir com parcialidade em várias ações.

No meio do processo, entre tentativas de Lobão Filho de excluir seu nome como um dos fiadores de um empréstimo junto ao Banco do Nordeste (BNB), a empresa da qual foi sócio tentou substituir as garantias que havia dado por uma fazenda-fantasma.

Lobão Filho foi sócio da Bemar Distribuidora de Bebidas entre 1996 e 1998. Em julho de 1997, a empresa contraiu um empréstimo de US$ 648 mil —R$ 699 mil na cotação da época. O dinheiro foi utilizado para a compra de caminhões — há pelo menos três em nome do parlamentar. Como garantia pela liberação da verba, a Bemar não deu os próprios veículos, como seria comum — deixou alienadas para o pagamento da dívida 28.820 caixas de cerveja Schincariol.

O casal aos beijos durante o programa apresentado por Paulinha.

O casal aos beijos durante o programa apresentado por Paulinha.

O agora senador, sua mulher, a apresentadora e empresária Paula Lobão, e as sócias Maria Luiza Thiago de Almeida e Ana Maria dos Santos aparecem como fiadores do empréstimo que deveria ter sido pago em 30 prestações. A empresa, porém, não honrou o compromisso, e, desde 2002, o BNB tenta penhorar os bens da Bemar e dos fiadores.

Em 2008, quando Lobão Filho assumiu a vaga do pai, que virou ministro de Minas e Energia, veio a público a história de que ele havia transferido para uma empregada doméstica suas cotas da Bemar para tentar fugir da cobrança da dívida. Ele negou que tivesse conhecimento de que a sócia que entrava em seu lugar era uma laranja.

No decorrer do processo de cobrança da dívida, a Bemar sugeriu trocar a garantia dada pelo empréstimo: em vez das 28.820 caixas de cerveja, apresentou uma fazenda de 20 mil hectares em Sento-Sé, na Bahia, avaliada, segundo informava a empresa, em R$ 4,5 milhões. A distribuidora de bebidas também procurou retirar Lobão e os demais ex-sócios da condição de fiadores. No entanto, o BNB descobriu que a fazenda que a Bemar disse ter adquirido em abril de 2002 por R$ 10 mil não existia.

‘Até hoje estou pagando com a minha imagem’

A Bemar juntou avaliações que teriam sido realizadas no mesmo mês da compra da fazenda que afirmavam que o imóvel valia R$ 4,5 milhões. “Estranha-se, portanto, o fato de o imóvel sofrer uma valorização de mais de 40.000% no mesmo mês”, anotaram os advogados do banco num agravo de instrumento. O técnico do BNB que esteve no lugar enviou e-mail à chefia da instituição atestando que a fazenda não existia.

O senador Edison Lobão Filho (PMDB) negou que soubesse que era fantasma a fazenda que a Bemar Distribuidora de Bebidas queria dar como garantia para pagamento da dívida. Lobão declarou ao GLOBO que se arrepende de ter deixado a sociedade, porque, de acordo com ele, a empresa, que era deficitária, agora é muito lucrativa.

O senador disse que quando entrou na sociedade, em 1996, a empresa era pequena e faturava pouco. A Bemar, segundo contou, trazia cerveja da Bahia para revender no Maranhão.

—Entrei como avalista, e as dívidas começaram a se acumular. Com o tempo, fiz um acordo pelo qual eu saía sem nada, mas os demais sócios assumiam todas as dívidas.

Ele afirmou que procurou o Banco do Nordeste para retirar seu nome da condição de avalista, uma vez que já não era mais sócio da empresa, mas o banco não aceitou.

O senador Edinho Lobão.

O senador Edinho Lobão.

— Eu procurei o banco e disse que a empresa não havia falido e que meus ex-sócios estavam ricos. Pedi para transferir a dívida para eles porque eu não tenho mais nada a ver com o negócio.

O senador maranhense lamenta hoje sua decisão de sair da sociedade.

— A empresa está muito maior do que antes. Foi um péssimo negócio eu ter saído. Eles ficaram ricos com este negócio — repetiu.

Para o senador, é estranho o banco afirmar que a fazenda que seria dada como garantia não existe. Ele afirmou que há um ano, ao conversar com Marco Aurélio Costa, um dos sócios da Bemar, este lhe teria dito que havia comprado uma fazenda que havia valorizado demais. Continue lendo aqui.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

O fracasso da Expoema: shows são cancelados por desorganização

Os fãs da dupla sertaneja Fernando & Sorocaba e a banda de rock Charlie Brown Júnior, tiveram uma grande decepção na manhã de ontem quarta-feira (31), após o comunicado oficial do cancelamento das duas principais atrações que agitariam a 55º edição da Expoema, no Parque Independência.

A realização do evento tem como organizadora principal a proprietária do Sistema Difusora de Comunicação, Paulinha Lobão e o empresário Antônio Carlos Cantanhede, dono da Atlântica. Já Paulinha Lobão, não tem sucesso como apresentadora, como cantora e muito menos como organizadora.

O show da banda Fernando e Sorocaba que seria realizada na noite de ontem, 31, foi cancelado gerando um descontentamento dos fãs da dupla. Em nota no seu site, os cantores afirmaram que, o cancelamento do show foi por motivos de força maior. Veja abaixo a nota divulgada no site da dupla sertaneja:

 

Já o segundo show que seria realizado no próximo dia, 06, ás 22h, da banda de rock  Charlie Brown Júnior, também foi cancelado. Em nota, o vocalista da banda esclarece que o motivo do cancelamento foi por conta do contratante que não estava cumprindo com o combinado.

“Usamos todos os recursos possíveis para que esta apresentação rolasse para vocês, mas ontem recebemos um telefonema dos organizadores da Expoema nos informando que iriam cancelar o show”. Veja abaixo o comunicado da banda de rock Charlie Brow Júnior:

Em forma de protesto, os fãs enviaram comentários na pagina do Facebook avacalhando com a direção da S.S Produções, e ameaçam ir ao PROCON denunciar o caso. Veja abaixo o protesto dos fãs que foram lesados pela organização da Expoema:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.