Crime

Morte de "Nengo" ex-produtor da banda Reprise pode ter sido por engano

O Honda Civic em que a vítima estava era de uma outra pessoa, conhecida como Léo.

A família do produtor cultural (ex-Banda Reprise) José Raimundo Assunção Filho (Nengo), de 41 anos, assassinado na madrugada de domingo com um tiro, suspeita que a execução tenha sido por engano.

Nengo ex produtor da banda Reprise

Nengo ex produtor da banda Reprise

Segundo o irmão da vítima, Wellington José da Costa, o veículo em que a vítima estava – um Honda Civic – era de outra pessoa. “O carro era de um amigo do meu irmão, conhecido como Léo, que pediu no sábado para trocar o veículo com o dele, para fazer uma viagem a Rosário”, declarou o irmão. “Outra pessoa amiga do Léo me avisou que achou estranho ele ter pedido para trocar o carro, já que o pai dele é dono de uma revendedora”, completou o irmão. A polícia está à procura de Léo, mas, ainda não o encontrou.

Wellington da Costa também declarou que a suspeita da execução por engano foi levantada por outras pessoas amigas da vítima. “Alguns amigos do meu irmão já haviam alertado sobre esse Léo, pois toda a família tem a absoluta certeza da índole do meu irmão”, disse.

Assassinato – O produtor musical foi morto quando dirigia um Honda Civic, na Avenida São Luís Rei de França, nas proximidades da Faculdade Athenas Maranhense (Fama), no Turu, depois de ter saído da casa de show Fazenda em direção à Cohab. José Raimundo estava acompanhado de mais três pessoas, quando o condutor de um Corsa Classic tentava a ultrapassagem.

Ao ser ultrapassado, uma pessoa que estava no banco de trás disparou três tiros contra ele. Um dos disparos atingiu a cabeça e outro um sobrinho da vítima, identificado como Flaviano, que está internado no Hospital Djalma Marques.

(com informações do Imirante)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Ex-produtor da banda Reprise é assassinado no Turu

Nengo ex-produtor da banda Reprise

Nengo ex-produtor da banda Reprise

Na madrugada de hoje, 21, foi assassinado o ex-produtor da banda Reprise, José Ribamar Nunes, o “Nengo” como era conhecido pelos amigos. Nengo produziu há um bom tempo a banda Reprise que pertence a empresaria, Évila Pinheiro.

O assassinato aconteceu, na avenida São Luís Rei de França, no bairro do Turu. O crime foi motivado por briga de trânsito, Nengo estaria em um Honda Civic, e  um Corsa Classic tentava ultrapassá-lo nas próximidades da Faculdade Fama, no Turu.

Durante a ultrapassagem do Classic, houve uma discussão no trânsito, e o proprietário do Corsa Classic deu três tiros na direção do carro de Nengo. O produtor foi atingido na cabeça, não resistiu e morreu no local.

Alguns parentes do produtor estavam dentro do Honda,  apenas o cunhado foi atingido na cabeça e está internado em estado gravíssimo.

Até o momento a polícia militar não capturou o envolvido no homicídio


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.