Crime

Mulher tenta entrar com celular na vagina em presídio

Agentes penitenciários de Imperatriz conseguem, mais uma vez, impedir mulheres de entrar com objetos na vagina dentro do presídio.

Durante a revista para liberação da visita, foi encontrado, através do raio X, um aparelho celular enrolado em um plástico no interior das partes íntimas de uma mulher.

O caso foi repassado à diretoria, que tomará as medidas cabíveis. A suspeita já se encontra detida na Penitenciária da cidade.

Mulher que tentou entrar com celular na vagina.

Mulher que tentou entrar com celular na vagina.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Mulher é detida com maconha dentro da vagina em Pedrinhas

Mulher presa com droga na vagina, em Pedrinhas.

Mulher presa com droga na vagina, em Pedrinhas.

Mais uma vez, agentes penitenciários da Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ), em Pedrinhas, conseguem deter mulheres entrando com drogas dentro da vagina.

Na última visita íntima, Ilvanda Diniz Silva, companheira do detento Walber Silva Pereira, foi presa durante a revista tentando entrar com certa quantia de maconha prensada.

O caso foi repassado a diretoria do presídio, que tomará às medidas cabíveis. Ilvanda foi encaminhada para a delegacia e autuada em flagrante delito, em seguida foi recambiada ao Complexo Penitenciário Feminino de Pedrinhas, onde ficará à disposição da justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

25 de novembro: Dia Internacional de Luta pelo fim da Violência contra a Mulher

25 de novembro: Dia Internacional de Luta pelo fim da Violência contra a Mulher

25 de novembro: Dia Internacional de Luta pelo fim da Violência contra a Mulher

No Dia Internacional de Luta pelo fim da Violência contra a Mulher, nesta segunda-feira (25), o deputado Simplício Araújo (Solidariedade/MA) destacou a importância da data para as mulheres vítimas de violência. De acordo com o parlamentar, a violência contra as mulheres desrespeita a cidadania e os Direitos Humanos.

“É lamentável o drama vivido pelas mulheres que passam por essa situação. A violência está em todos os lugares e muitas vezes as vítimas não denunciam com medo do que o agressor possa fazer contra elas. Isso precisa acabar”, apontou o deputado maranhense.

A Lei Maria da Penha, criada em 7 de agosto de 2006, tem o objetivo de proteger todas as mulheres, de todas as classes sociais, contra as absurdas agressões cotidianas tão frequentes no Brasil. Desde sua entrada em vigor, foram registrados cerca de 450 mil processos contra agressores, ou mais de 60 mil ocorrências anuais, de acordo com a Secretaria de Política para as Mulheres da Presidência da República. De cada quatro casos, três referem-se a homens agredindo suas companheiras na frente dos filhos. As agressões estão presentes em todas as classes sociais, etnias, culturas e credos.

Simplício acredita que a Lei Maria da Penha deu às mulheres força na hora de fazer a denúncia, mas acredita que muito ainda precisa avançar. “É uma lei muito importante que veio para proteger as mulheres brasileiras. É preciso incentivar a denúncia, mas também preservar a mulher. Hoje em dia a mulher denuncia mas não existe uma proteção efetiva que dê segurança a ela”, concluiu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Família Cavalcante rompe com grupo da prefeita de Rosário

Ex-secretária de Rosário, Denise Cavalcanti

Ex-secretária de Rosário, Denise Cavalcanti

O grupo do ex-prefeito ficha-suja de Rosário, Ivaldo Cavalcante (PTB), rompeu com o grupo da atual prefeita Irlahi Linhares (PMDB).

Ivaldo Cavalcante foi impugnado pelo TSE, devido várias irregularidades cometidas na sua gestão. Impedido de buscar novas eleições, Cavalcante tentou emplacar a mulher, Lúcia Cavalcante, nas eleições municipais de 2012, mas a tentativa não vingou.

Em junho de 2011, ele foi condenando a devolver quase R$ 10 milhões malversados de recursos do Fundeb.

Mas não para por aí. Os tentáculos da família Cavalcante ainda continuavam em Rosário, até a ex-secretária municipal da mulher pedir exoneração na última sexta-feira (7).

Denise Rodrigues Cavalcante é irmã do atual presidente da câmara de Rosário, vereador Léo Cavalcante (PTB). Ambos são filhos do ex-prefeito Ivaldo Cavalcante.

Além do rompimento político dos Cavalcantes com a prefeita Irlahi, a falta de prestígio na pasta e a falta de recursos, fortaleceu na decisão.

Decisão assinada pela ex-secretária

Decisão assinada pela ex-secretária

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.