Poder

Universitária é assassinada no prédio do Ministério Público do PI

Conforme publicado no Blog da Marcia Carcará, Fernanda Lages Veras foi encontrada assassinada com requintes de crueldade. A jovem que tinha 19 anos, era estudante de direito da Faculdade Novaunesc, foi encontrada morta ontem, 25, na obra da construção do prédio do Ministério Público do PI. Segundo informações do agente Pimentel, do 5º Distrito Policial há sinais de luta.

Fernanda Lages

Fernanda Lages

O corpo encontra-se bastante ensangüentado. Um automóvel Fiat Uno foi encontrado abandonado em frente à obra. As chaves do veículo ficaram jogadas no chão entre o carro e o corpo. As polícias Federais e Militares encontram-se no local.

Os primeiros levantamentos apontam que a vítima foi morta com uma pancada na cabeça. O veículo está em nome de uma pessoa da cidade de Barras. Familiares da vítima estão se dirigindo ao local.

Um engenheiro que trabalha na obra, que preferiu não se identificar, disse que o vigilante do turno da noite viu quando a jovem apareceu na obra e aparentemente não foi forçada a entrar.

Ex- namorado de Fernanda Lages, Pablo Vital foi prestar depoimento

Ex- namorado de Fernanda Lages, Pablo Vital foi prestar depoimento

Ainda de acordo com o engenheiro, não há sinais claros de violência sexual, as primeiras linhas de investigação apontam para crime passional.

O homem que estava com a vítima no carro era conhecido do vigia, que teria permitido a entrada do acusado.

Mamede Rodrigues,delegado titular do 5º Distrito Policial , responsável pela área disse que muitas coisas podem ter ocorrido e é precipitado, no momento, afirmar que tenha sido um crime passional. “Ainda é cedo para apontar os motivos do crime. Aparentemente foi um crime passional. A única coisa que se pode afirmar é que causa da morte foi uma forte pancada na cabeça”, declarou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.