Poder

Presidente dá a entender que o governo se prepara para substituir ministro do PCdoB

Temer: quando sai um ministro imediatamente se nomeia outro

Michel Temer dá a entender que governo se prapara papra mudança

Michel Temer dá a entender que governo se prapara papra mudança

O presidente da República em exercício Michel Temer deu a entender na noite de ontem, 17, que o governo já está se preparando para a saída do ministro dos Esportes Orlando Silva, que vem sofrendo um bombardeiro nos últimos dias. Conforme Temer, a situação de Silva “não tumultua minimamente o governo: quando sai um ministro imediatamente se nomeia um outro e o governo tem sequência natural”.

Ele deu essas declarações depois de proferir palestra em Salvador na abertura do 15º Congresso de Direito Administrativo. O presidente em exercício se referiu três vezes sobre a possibilidade do ministro dos Esportes cair.

Orlando Silva

Orlando Silva

“O governo não para quando cai um ministro, mas o governo não está contando com isso”, declarou. Logo depois, lembrou que, na saída dos outros ministros de Dilma Rousseff “não houve descontinuidade no governo”. Ponderou, no entanto, ser preciso “aguardar os acontecimentos”.

Casco duro – O governador Jaques Wagner referiu-se ao termo que o ex-presidente Lula usou na última visita a Salvador para aconselhar os ministros de Dilma a terem “casco duro” e não pedir demissão quando começarem a ser atacados.

Indagado se o caso de Orlando Silva não é semelhante aos outros ministros que caíram, Wagner ponderou que não se pode comparar os casos. “Cada denúncia é uma denuncia, cada explicação é uma explicação e aí tem muito de foro íntimo também de quem está se defendendo (…) a decisão é muito dele”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sarney articulou a nomeação de Gastão Vieira para o Turismo

A presidente Dilma Rousseff (PT) acabou confirmando o nome do deputado Gastão Vieira (PMDB) como a solução até mesmo para prestigiar o Presidente do Senado, José Sarney (PMDB) já que o ex-ministro do Turismo também é maranhense.

Eles se entendem

Eles se entendem

Houve uma grande disputa na bancada do PMDB nas ultimas horas, quando o deputado Henrique Eduardo Lyra Alves (PMDB) recebeu uma ligação urgente do vice-presidente da Republica, onde foram convocados tanto ele como o deputado federal Gastão Vieira para uma conversa com Michel Temer.

Logo após a reunião, por voltas das 22h30minh de ontem (14), foi batido o martelo e decidido o nome do deputado federal Gastão Vieira para comandar o Ministério do Turismo.

Gastão Vieira já conversou até com a presidente Dilma Rousseff, e foi confirmado, até mesmo, pelo fato do parlamentar ser afiliado político do presidente do Senado José Sarney. Há pouco antes de confirmarem o nome de Gastão, ele teria entrado em contato com Sarney durante a tarde, e Sarney pediu que ele aguarda-se que o vice-presidente da Republica Michel Temer (PMDB) estaria trabalhando a sua nomeação do cargo.

Foi justamente dessa forma, que o nome de Gastão Vieira foi construído. Veja abaixo a reportagem completa:

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Confirmado: Gastão Vieira é o novo ministro do Turismo

Gastão Vieira como o vice-presidente, Michel Temer após reunião

Gastão Vieira como o vice-presidente, Michel Temer após reunião

O deputado Gastão Vieira (PMDB-MA) já aceitou o convite para ser o novo ministro do Turismo, substituindo Pedro Novais, que pediu demissão nesta quarta. Ele já conversou nesta noite como o vice-presidente, Michel Temer, e vai falar ainda com a presidente Dilma Rousseff.

O nome do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) foi descartado na noite desta quarta-feira, depois de uma conversa entre Temer e a presidente Dilma Rousseff. Outro nome cotado era do deputado Manoel Júnior (PB). A bancada do partido, por sua vez, rejeitou a orientação da presidente, que preferia alguém de fora do PMDB.

O episódio também teve o condão de atrapalhar um processo de aproximação que Dilma buscava com o PMDB.

Por fim, a queda de Novais e a novela da substituição pelo deputado federal maranhense Gastão Vieira ofuscaria a tentativa do PMDB de se mostrar como uma força nas eleições de 2012, principal objetivo do Congresso do partido que acontece em Brasília.

Veja abaixo a trajetória de vida do novo ministro do Turismo:

O deputado federal Gastão Vieira está em seu quinto mandato na Câmara.

Formado em ciências jurídicas pela UFMA (Universidade Federal do Maranhão), foi secretário de Planejamento do Maranhão durante o governo de Edison Lobão (1991 a 1994), atual ministro de Minas e Energia, e secretário de Educação no primeiro mandato de Roseana Sarney (1995 a 1998), filha do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Filiado ao PMDB em 1985, deixou o partido em 1990, quando atuou pelo PSC. De volta ao PMDB em 1994, elegeu-se deputado federal pela primeira vez no mesmo ano.

Antes disso, foi deputado estadual no Maranhão por dois mandatos, de 1987 a 1995.

(Do Presidente 40)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.