Poder

Prefeitura de Carolina está envolvida em calote

A empresa Maxiglobal Serviços e Construções LTDA, que presta serviço para a Prefeitura de Carolina, está sendo acusada de calote por empresários donos de caminhões.

De acordo com informações repassadas ao blog, à empresa, que ganhou contrato com a prefeitura de R$ 1.487,000 ainda não pagou os aluguéis de caminhões e equipamentos de trabalho a empresários que fornecem o material na região.

No último sábado (14), o empresário de nome Pedro Rocha, sem receber o pagamento e sem previsão de quando será pago, acionou a Polícia para impedir que os caminhões que se encontravam do pátio alugado pela referida empresa, fossem retirados da cidade.

O empresário, ao acionar a Polícia Militar, foi informado que os mesmos não poderiam fazer nada a respeito e foi orientado a procurar o delegado da Polícia Civil para impedir a retirada dos veículos. Ao procurar o delegado, o mesmo foi informado que tal atribuição é da PM.

Depois de ir atrás do Quartel da cidade, sem êxito, o empresário, desesperado, resolveu tomar suas próprias providências e adentrou o pátio da empresa para tentar impedir a ação de retirada dos veículos. Ao chegar ao local, foi surpreendido por um homem que colocava um dos caminhões em cima de uma prancha. O homem informou que também é empresário e disse que está sendo vítima, pois os caminhões não pertencem a Maxiglobal, mas são de sua propriedade.

A mesma pessoa informou também que cansado de esperar pelo pagamento, acabou tomando a decisão de retirar os caminhões da cidade, ou seja, calote em todo mundo.

Pedro Rocha acusa o prefeito da cidade, Ubiratan Jucá (PMDB) de omissão ao contratar a empresa sem liquidez para o quadro de prestadoras de serviço para o município, por infringir a lei de licitação e por ser responsável subsidiariamente do débito da terceirizada. O empresário vai entrar na justiça para requerer o direito a seu pagamento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.