Poder

Marcos Valério é preso por suspeita de grilagem de terras

Marcos Valério sendo levado pelos PMs

Marcos Valério sendo levado pelos PMs

Foi preso na madrugada desta sexta-feira, 02, em Belo Horizonte o famoso empresário envolvido no caso mensalão, Marcos Valério Fernandes de Souza, citado como um dos articuladores do esquema.

A Polícia Civil da Bahia realizou uma operação batizada de “Operação Terra da Nunca”, onde o empresário aparece num esquema de grilagem de terras no Estado.

Marcos Valério foi preso na capital de Belo Horizonte junto e outras três pessoas acusadas no esquema de grilagem de terras. Todas elas são sócios majoritários da empresa DNA Propaganda, agência de propriedade do mensaleiro envolvido no esquema que deu origem à crise política de 2005, a maior vivida pelo governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

MPF denuncia Marcos Valério e esposa por lavagem de dinheiro

O Ministério Público Federal (MPF) em Belo Horizonte denunciou, ontem sexta-feira (28), Marcos Valério e a mulher dele por lavagem de dinheiro.

Marcos Valerio

Marcos Valério

Entre setembro e novembro de 2005, o Conselho Administrativo de Atividades Financeiras (COAF) registrou movimentações de dinheiro e contas de titularidade atípicas em nome da esposa de Valério e de uma empresa, que tem como sócios administrados os acusados. De acordo com o MPF, após investigações, foi feito o pedido de quebra do sigilo bancário dela e da companhia.

O MPF também informou que os recursos movimentados pelos denunciados tinham origem em contas que operaram o esquema do “mensalão”, operação de compra de apoio político do qual Valério é suspeito.

De acordo com o MPF, grande parte dos valores originou-se de depósitos em contas mantidas no Banco Rural e no Banco do Brasil. Ainda segundo a denúncia do ministério, as contas eram utilizadas para praticar os crimes financeiros do “mensalão”. O MPF também informou que, em depoimento, a mulher de Marcos Valério afirmou que o marido era o único responsável pela movimentação das contas.

Do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.