Judiciário

Assessores de presidente do TJ-MA são presos após tentar extorquir R$ 800 mil de empresário

Marco Túlio Dominici é assessor da presidente do TJ-MA

Marco Túlio Dominici é assessor da presidente do TJ-MA

Foi preso na tarde desta quinta-feira, 19, em São Luís, o assessor da presidência do Tribunal de Justiça do Maranhão, presidente da Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem) e advogado, Marco Túlio Cavalcante Dominici.

Além de Túlio, também foi preso o advogado assessor do TJ-MA, Francisco Reginaldo Duarte Barros. Segundo informações do delegado Augusto Barros, os advogados foram presos após tentar extorquir o empresário Savigny Sauaia no valor de R$ 800 mil, em virtude de decisões judiciais desfavoráveis no TJ-MA contra sua empresa.

De acordo com o empresário, a dupla de advogados propôs a ele, uma parceria no qual eles se encarregariam de conseguir a cópia original do processo que consta no Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão.

Savigny Sauaia buscou ajuda policial, que de imediato uma equipe da Seic (Superintendência Estadual de Investigações Criminais), armou uma emboscada para prender a dupla.

Delegado Augusto Barros apreende R$ 400 mil após extorsão dos advogados (foto: Décio Sá)

Delegado Augusto Barros apreende R$ 400 mil após extorsão dos advogados (foto: Décio Sá)

No local, foi instaladas câmeras e gravadores que capturaram os advogados Marco Túlio Cavalcante Dominici e Francisco Reginaldo Duarte Barros extorquindo o empresário.

Após extorsão, policias da Seic entraram em ação e prenderam em flagrante a dupla com R$ 400 mil, que seria 50% do primeiro pagamento.

Os advogados foram conduzidos e prestaram  depoimento na Seic (Superintendência Estadual de Investigações Criminais), onde ficarão presos e vão responder pelo crime de concussão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.