Poder

Droga Rocha é dona de R$ 149 milhões em contratos no MA

Dono da distribuidora de medicamentos Droga Rocha, o empresário piauense Antônio Francisco Rocha de Abreu escolheu o Maranhão para ganhar cifras milionárias.

Há tempos que Rocha é presença garantida nos procedimentos licitatório das Prefeituras maranhenses, em consequência disso, se tornou detentor de inúmeros contratos públicos.

De 2014 até o meados de 2019, a empresa, que fica localizada em Teresina (PI), faturou R$ 149.265.339,51 milhões em acordos contratuais, cujos objetos são fornecimento de materiais médicos, hospitalares, odontólogicos e medicamentos.

Entre as Prefeituras que contrataram os serviços da Droga Rocha estão a de São Luís, Bacabal, Aldeias Altas, Santa Inês, Codó, Humberto de Campos, Paraibano, Igarapé do Meio, Duque Bacelar, Lago dos Rodrigues, Vargem Grande, Governador Eugênio Barros, Brejo, Barreirinhas, Timon, Rosário, Itapecuru-Mirim, Matões do Norte, Bacabeira, Coroatá, Penalva, entre outras.

Em apenas 5 meses desse ano, a distribuidora ganhou R$ 30.730.586,82 milhões.

Veja o detalhamento dos contratos aqui


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

PF deflagra contra exploração sexual infantil no MA

A Polícia Federal (PF) deflagrou operação Nêmesis contra a exploração sexual infantil no Maranhão. Ao todo, foram cumpridos 28 mandados de busca e apreensão.

De acordo com a PF, na Operação Nêmesis são investigados crimes de produção, armazenamento e distribuição de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

Caso haja flagrante de fotos, vídeos e arquivos em computadores, por exemplo, o suspeito é preso.

Ao todo, 120 policiais cumprem mandados em oito estados:

Maranhão – 1; Minas Gerais – 2; Paraíba – 1; Rio de Janeiro – 12; Rio Grande do Sul – 6; Santa Catarina – 3; Sergipe – 1; São Paulo – 2.

A operação é coordenada pela Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil da Polícia Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Delegado diz que secretário de Segurança pediu para investigar senador do MA

O senador da República pelo Maranhão, Roberto Rocha (PSDB-MA), foi alvo de um pedido de investigação do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, conforme trouxe à tona a nova carta escrita pelo delegado Ney Anderson Gaspar, ex-chefe do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO).

O documento, obtido com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira, integra uma série de acusações feitas pelo ex-delegado Tiago Bardal e delegado Ney Anderson contra o chefe da SSP (saiba mais aqui e aqui).

No texto, o ex-titular do DCCO revela que Portela pediu para investigar Rocha pelo fato de que o parlamentar poderia atrapalhar as eleições estaduais de 2018. Na época, o senador era candidato ao governo do Maranhão.

Gaspar diz ainda que a estratégia escolhida pelo secretário para atingir o objetivo foi a mesma usada contra os desembargadores do Tribunal de Justiça: grampear os telefones dos familiares de Roberto Rocha e do suplente Pinto da Itamaraty. “Durante muito tempo o senhor Portela pediu para investigar o senador Roberto Rocha, pois o mesmo poderia atrapalhar as eleições de 2018, usando a mesma tática que tentou usar contra os desembargadores, começando por familiares do referido senador e do seu suplente Pinto da Itamaraty.”

Em outro trecho da carta, o delegado relata perseguições incessantes do secretário a delegados da Polícia Civil que se recusaram a cumprir ordens dadas por ele.

Ney Anderson citou, também, o caso do delegado Arthur Benazzi, que teve que impetrar um mandado de segurança na Justiça para voltar a atuar na capital maranhense, pois o mesmo tinha sido transferido para o interior por descumprir as ordens de Portela.

O documento traz ainda relatos de que o auxiliar de Flávio Dino abriu processos administrativos contra delegados, por que os mesmos estariam denunciando a estrutura caótica da Polícia Civil.

Além disso, o texto rebate a nota emitida por Jefferson Portela, na qual afirma que as cartas são criminosas e não condizem com a verdade dos fatos (reveja aqui). “Minhas denúncias são única e exclusivamente contra o senhor Portela, que além de usar o cargo para seus interesses políticos pessoais mais espúrios, agora também tenta usar o Sistema de Segurança Pública como escudo, na tentativa inocente de blindar seus atos criminosos”.

Gaspar adianta que irá divulgar mais denúncias e que estas serão a respeito de processos licitatórios, emendas e eleições de 2018.

Procuradas, as Assessorias de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública e do Ministério Público não se manifestaram até o fechamento desta reportagem.

Em contato com o Blog, o senador Roberto Rocha afirmou que não está supreso com a denúncia. “Não posso me dizer surpreso com essa revelação. Quem conhece a História da formação do pensamento das esquerdas, sabe que foi Lenin quem afirmou que ‘o partido é a mente, a honra e a consciência da nossa Época’. O mundo mudou, o comunismo ruiu, mas traços dessa mentalidade ainda permanecem presentes nos seus herdeiros. Então, os comunistas não lutam para tomar o poder, mas o próprio Estado e todas as suas instituições. Então eu deixei de ser um adversário, para me tornar um inimigo. Seria cômico, se não fosse trágico.”

A reportagem procurou o secretário de Comunicação, Rodrigo Lago, que evitou falar sobre o caso.

Veja íntegra da carta aqui.

Na semana passada, o ex-chefe do DCCO, Ney Anderson Gaspar trouxe à tona duas cartas contendo denúncias nas quais afirmam que o secretário Jefferson Portela ordenou investigar e monitorar desembargadores do Tribunal de Justiça, o deputado Josimar de Maranhãozinho, grampear familiares de magistrados, blindar o superintendente de Articulação da Baixada, Penaldon Jorge, no inquérito policial da Operação Jenga – que investigava crimes de agiotagem e tinha como alvos empresários e políticos. (relembre aqui, aqui e aqui)

Na terça-feira (21), o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão José Joaquim Figueiredo, encaminhou ofícios ao Supremo Tribunal Federal, Conselho Nacional de Justiça e Procuradoria Geral de Justiça do Estado do Maranhão, pedindo providências sobre a acusação do uso da Secretaria de Segurança Pública para monitorar desembargadores (relembre aqui).

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Maranhão, solicitou uma invetsigação rigorosa sobre o caso (veja também).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresa de Teresina faturou R$ 30,7 milhões em contratos em Prefeituras do MA

Dono da Droga Rocha, Antônio Francisco Rocha.

Localizada na Avenida Nações Unidas, no bairro Vermelha, em Teresina (PI), a Droga Rocha Distribuidora de Medicamentos tem feito fortuna no Maranhão.

A empresa piauiense é dona de vultuosos contratos em Prefeituras do interior do Estado que visam o fornecimento de medicamentos e equipamentos hospitalares e odontológicos. Os dados foram colhidos do site do Tribunal de Contas do Estado e no Diário Oficial do Maranhão

Em apenas 5 meses de 2019, a Droga Rocha, dos sócios Antônio Francisco Rocha de Abreu e Marilene Rocha de Abreu Santos, faturou R$ 30.730.586,82 milhões em acordos contratuais em 25 Administrações Municipais maranhenses.

Segundo as informações, a Prefeitura que pagará mais alto à empresa de medicamentos é a de Caxias. A gestão de Fábio Gentil irá retirar dos cofres públicos da saúde cerca de R$ 9.584.945,24 milhões para arcar com as despesas.

Em seguida, vem a Administração de Imperatriz, comandada por Assis Ramos, que destinará R$ 5.997.988,46 milhões à Droga Rocha.

Em Presidente Dutra, a firma de Teresina irá lucrar R$ 2.696.472,05 milhões; em Coelho Neto ganhou um contrato de R$ 2.098.961,90 milhões.

A Droga Rocha também faturou um acordo milionário em Itapecuru-Mirim, que gira em torno de R$ 1.406.226,53 milhão. Em Santa Inês, o montante que será desembolsado para pagar a empresa é semelhante; por lá a Droga receberá R$ 1.051.940,30 milhão. Em Timon, o valor pago à empresa será de R$ 1.012.868,39

O Blog apurou, ainda, que a Prefeitura de Lagoa do Mato irá desembolsar R$ 1.070.862,10 milhão; aBalsas irá pagar R$ 860.851,50 mil; a de Matinha R$ 794.760,00 mil; a de Governador Eugênio Barros R$ 634.572,85 mil; a de Tufilândia R$ 540.912,28 mil; a de Pinheiro R$ 533.457,95 mil; a de Paraibano R$ 495.703,79 mil; a de Cantanhende R$ 363.215,92 mil; a de São Bernardo R$ 318.431,25 mil; a de São Benedito do Rio Preto R$ 289.536,43 mil; a de Tuntum R$ 306.706,50 mil.

A Droga Rocha ganhou contratos em Humberto de Campos na quantia de R$ 270.999,99 mil; em Lago do Junco no montante de R$ 236.030,64 mil; em Lima Campos no total de R$ 175.870,15 mil; em Peri-Mirim no valor de R$ 137.790,05 mil; em Axixá na quantia de R$ 132.531,46; em Arari no montante de R$ 20.374,43 mil e em Matões no total de R$ 6.282,71 mil.

Todos os contratos tem validade até dezembro de 2019.

Abaixo segue a relação de alguns acordos contratuais firmados entre as Prefeituras do Maranhão e a Droga Rocha.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Em 4 meses, deputados estaduais gastaram mais de R$ 1 milhão em combustíveis

Em apenas 4 meses, o contribuinte bancou mais de R$ 1 milhão em combustíveis para os deputados estaduais do Maranhão.

O montante saiu da cota parlamentar, que é paga com verba pública. O penduricalho é destinado aos parlamentares todos os meses com o objetivo de custear combustíveis, telefonia, hospedagem, pesquisas e trabalhos técnicos, diárias de servidores do gabinete, entre outros.

Em pesquisa no Portal da Transparência, o Blog do Neto Ferreira apurou que o deputado que mais gastou com combustíveis foi Vinícius Louro (PR). A quantia somou R$ 48 mil durante os primeiros meses de 2019.

Em seguida vem Edson Araújo (PSB), com um gasto de R$ 47.680,00 mil. Já os custos de combustíveis de Rafael Leitoa (PDT) somaram R$ 44.319,02 mil. O também pedetista Ricardo Rios usou R$ 44.353,59 mil.

Rigo Teles registrou uma quantia alta com o abastecimento do veículo. O valor chegou a R$ 44.010,01 mil. A parlamentar Cleide Coutinho (PDT) gastou R$ 42.677,93 mil com o produto.

O levantamento mostra ainda que Mical Damasceno (PTB) usou R$ 37.359,45 mil para garantir o abastecimento de seu veículo. Um valor parecido foi utilizado por Cirio Neto (PP), cerca de R$ 37.225,88 mil.

O parlamentar Rildo Amaral (Solidariedade) declarou que utilizou R$ 37.197,92 mil em combustíveis durante o período. Já Zé Inácio (PT) disse que gastou R$ 42.367,36 mil.

A pesquisa constatou também que o pastor Cavalcante (PROS) usou R$ 35.887,21 para abastecer o carro. Os custos de combustíveis de Daniella Tema (DEM) giraram em torno de R$ 35.817,85 mil. O democratas Antônio Pereiro afirmou que gastou a quantia de R$ 34.941,24 mil. Já o montante R$ 33.880,78 mil foi usado por Zé Gentil (PRB) em combustíveis e lubrificantes.

Outro custo altíssimo foi declarado pelo comunista Adelmo Soares, cerca de R$ 33.457,72 mil. O estreante na Assembleia, Leonardo Sá (PRTB) também gastou crifas altas com o abastecimento de carro. O valor girou em torno de R$ 35.439,28 mil. O deputado do Solidariedade, Fernando Pessoa, pediu o reembolso na quantia de R$ 31.654,01 mil que foram gastos com o abastecimento.

O veterano na Casa Legislativa, Arnaldo Melo (MDB), também gastou um montante considerado alto ao voltar para o parlamento. Ele declarou que usou R$ 28.087,85 mil Paulo Neto (DEM) utilizou R$ 25.888,59 mil com o fornecimento.

Durante o levantamento, a reportagem identificou que antes de assumir a Secretaria da Mulher, a parlamentar Ana do Gás (PCdoB) ainda utilizou R$ 25.081,71 mil.

Novata na Assembleia, Detinha (PR) resgistrou um gasto de R$ 24.984,70 mil. Hélio Soares (PR) afirmou que utilizou R$ 22.358,98 mil. Já o pedetista Zito Rolim disse que usou R$ 25.073,01 mil para abastecer o seu carro.

O parlamentar do Avante, Ariston Ribeiro, teve gastos que somaram R$ 20.599,97 mil. Promovido de suplente para deputado, Edivaldo Holanda (PCT) já gastou R$ 16.109,64 mil.

O líder do PV, Adriano gastou R$ 13.106,63 mil; Andréia Rezende (DEM) R$ 11.355,66 mil; Carlinhos Florêncio (PCdoB) R$ 13.412,38 mil; César Pires (PV) R$ 14.611,54 mil.

A pesquisa verificou que o presidente da Assembleia, Othelino Neto (PCdoB), utilizou R$ 13.612,13 mil em combustíveis. Também membro do partido comunista, Marco Aurélio gastou R$ 12.392,09 mil.

Um dos líderes da oposição do governo Flávio Dino, Wellington do Curso (PSDB) gastou muito para abastecer. Foram R$ 17.045,84 mil utilizados. Wendell Lages (PMN), usou R$ 18.830,32 mil.

O deputado Roberto Costa (MDB) utilizou R$ 9.804,56 mil; os gastos do Dr.Yglésio (PDT) somaram R$ 7.979,63 mil; os de Pará Figueiredo (PSL) giraram R$ 7.700,00 mil; de Neto Evangelista (DEM) chegaram a R$ 5.912,93 mil; do pedetista Fábio Macedo (PDT) R$ 5.174,63 mil; de Glalbert Cutrim (PDT) R$ 4.356,52 mil e de Helena Dualibe (Solidariedade) R$ 3.561,26 mil.

Márcio José Honaiser (PDT) usou R$ 10.129,53 mil e Duarte Júnior (PCdoB) a quantia de R$ 3 mil.

Entre os deputados que menos gastaram estão a Drª Thaíza Hortegal (PP), que usou R$ 569,11 mil; Felipe dos Pneus (PRTB), que utilizou R$ 710,29.

Um ponto merece destaque. Em janeiro, a cerca de 4 deputados que não se elegeram receberam o reembolso de combustíveis no valor de R$ 44.751,37 mil. Entre eles estão Francisca Primo, Heméterio Weba, Edilázio Júnior e Raimundo Cutrim. Júnior é deputado federal atualmente.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Leonardo Sá gastou R$ 35 mil em combustíveis em 3 meses

Estreante na Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado estadual Leonardo Sá (PRTB) vem gastando cifras altíssimas dos cofres públicos.

Em pesquisa no Portal da Transparência, o Blog do Neto Ferreira apurou que o parlamentar usou cerca de R$ 35,4 mil em combustíveis e lubrificantes em apenas 3 meses. Os gastos foram registrados em fevereiro, março e abril.

No último mês, os gastos aumentaram e chegaram a soma de R$ 12.530,30 mil.

Os valores fazem parte da cota parlamentar, que é destinada aos deputados estaduais para ser usada em combustíveis, alimentação, hospedagem, telefonia, pesquisa e trabalhos técnicos. A verba é uma regalia aos políticos e é custeada com dinheiro público.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Coach em relacionamento vira réu por agressão contra ex-namorada em São Luís

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público do Maranhão contra o youtuber e coach de relacionamento Fabiano Góes por agressão contra a ex-namorada. Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu em fevereiro de 2018, quando a ex-namorada de Curitiba viajou à São Luís e descobriu que era traída. Fabiano nega todas as acusações.

Em depoimento, a mulher – que não teve a identidade revelada – afirmou que conheceu Fabiano em busca de ajuda para um relacionamento anterior e que ele teria orientado o término do relacionamento. Após ela ter ficado solteira, Fabiano começou a mandar mensagens até que os dois começaram a namorar e ficaram juntos por sete meses. O relacionamento era à distância, mas uma vez por mês Fabiano viajava até Curitiba para se encontrar com ela.

Porém, a mulher suspeitou que Fabiano era casado e viajou até São Luís em segredo, durante o carnaval de 2018. Ao descobrir a traição, a mulher foi agredida e chegou a ficar desacordada quando tentava ligar para a esposa dele e informar as traições.

Fabiano foi intimado a prestar depoimento na Delegacia da Mulher e não chegou a ser preso. A Polícia Civil informou ainda que a mulher desconfiava que Fabiano tenha usado o mesmo artifício mais de uma vez porque, a partir da internet, outras mulheres a encontraram dizendo que também foram enganadas.

Sobre a Justiça ter aceitado a denúncia contra ele, Fabiano Góes informou que nega todas as acusações.

“Até o momento, o que se sabe sobre este assunto é muito unilateral, apenas a versão da ‘suposta vítima’. Eu próprio não tenho muito interesse em falar sobre este assunto, já que isto acaba afetando minha família, etc. No entanto, sendo aberto um processo, terei o lugar certo para mostrar todos os elementos que não tem sido apresentados, com as devidas documentações”, diz Fabiano.

Youtuber e coach em relacionamento

Na internet, Fabiano Góes se apresenta como neuropsicanalista e coach de relacionamento. No Youtube, ele possui quase 300 mil inscritos e descreve seu canal como “um canal para aquela que pretende ser AMADA DE VERDADE (sem armadilhas ou enganações), para quem acredita no poder infinito da psique e pretende desenvolver uma personalidade forte, confiante e verdadeiramente atraente. Enfim, qualquer mulher que queira elevar seu poder de conquista e desenvolver uma personalidade que seja naturalmente atraente, encontrará aqui ferramentas e informações absolutamente preciosas”

Fabiano também vende pela internet um pacote com vídeo-aulas em que promete ensinamentos para o desenvolvimento pessoal e treinamento da mente para um controle pleno do ser humano.

Do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Obra de escola vai custar R$ 503 mil em Pio XII

A empreteira A.M.C Construtora Ltda, comandada por Aline Fernanda Costa Coelho e Matheus Apoliano Costa Coelho, ganhou um contrato de cifras altíssimas em Pio XII.

Segundo as informações divulgadas, a empresa irá construir uma escola no povoado Fazenda Nova por R$ 503.274,93 mil. O prazo de conclusão da obra é de 180 dias.

O contrato foi firmado pela Prefeitura de Pio XII, por meio da Secretaria de Educação, no dia 10 de abril. Os recursos que serão utilizados para realizar a construção sairá dos cofres do Fundeb.

A A.M.C. fica localizada em Pio XII.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Justiça Federal condena faculdades pela oferta irregular de cursos superiores no MA

A Justiça Federal condenou o Instituto de Educação Superior do Brasil (Iesb) e a Faculdade Latina Americana de Educação (Flated) por conta do oferecimento irregular de cursos de graduação mediante convênio, descumprindo as normas regulatórias do Ensino Superior.

A decisão foi com base em uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF).

De acordo o MPF/MA, o Iesb não possui credenciamento junto ao Ministério da Educação (MEC) e, por isso, não pode ofertar cursos de ensino superior e, consequentemente, não pode proceder a emissão de diplomas de graduação. Além disso, a Flated, instituição que firmou convênio com a Iesb, apesar de possuir autorização do MEC para atuar na área de educação, está restrita apenas à modalidade presencial na sede, ou seja, na cidade Fortaleza (CE), não podendo desenvolver suas atividades do Maranhão.

Assim, a Justiça Federal decidiu pela suspensão de todas as atividades de ensino da Iesb que não possuam autorização e credenciamento do MEC, pelo pagamento de danos materiais, referentes aos valores pagos pelos alunos desde a celebração do contrato, bem como pela indenização por danos morais, no valor de R$ 5 mil, para cada aluno prejudicado.

A Flated deve se abster de ofertar cursos de graduação ou extensão no Maranhão, sem autorização do MEC, bem como através de convênios com instituições não credenciadas. Os acordos entre as instituições de ensino tornam-se nulos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

PRB inaugura nova sede em São Luís neste sábado

O Partido Republicano Brasileiro (PRB) vai ganhar uma nova sede em São Luís. A solenidade de inauguração ocorrerá neste sábado (27) às 9h, no Jardim Renascença, e contará com grande lideranças políticas do Maranhão.

De acordo com informações, a programação terá início a partir das 9hs e já tem presença confirmada do vice-governador Carlos Brandão (PRB), do presidente regional no Maranhão, deputado Cléber Verde(PRB) e demais autoridades convidadas.

A legenda tem uma notoriedade bastante expressiva no seio da sociedade maranhense. O PRB foi o primeiro partido que recebeu uma autorização pelo MEC para criar o curso de Ciências Políticas, por meio da Fundação Republicana.

As aulas deverão iniciar no segundo semestre desse ano.

“O PRB tem se notabilizado pelos cursos de formação política em todo o Brasil, e no Maranhão não será diferente”, afirmou o deputado Cléber Verde.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.