Poder

Ricardo Guterres e Governo do Piauí discutem implantação do gasoduto Peritoró-Teresina

O secretário de Estado de Minas e Energia, Ricardo Guterres, recebeu nesta segunda-feira (21), em seu gabinete, a superintendente de Projetos da Secretaria de Governo do Estado do Piauí, Lucile de Souza Moura. No encontro, trataram da viabilização do trecho do Gasoduto Meio Norte, entre Peritoró (MA) e Teresina (PI).

Secretário Ricardo Guterres e Lucile de Souza (governo do Piauí), discutem projeto do gasoduto

Secretário Ricardo Guterres e Lucile de Souza (governo do Piauí), discutem projeto do gasoduto

Também participaram da reunião, o subsecretário de Minas e Energia, Francisco Soares; o diretor-presidente da Empresa Maranhense de Gás (Gasmar), Matias Couto Frota; diretor administrativo da Gasmar, Fábio Amorim; e Carlos Vasconcelos, representante da Petrobras.

Segundo explicou o secretário Ricardo Guterres, o governo do Piauí solicitou apoio do Maranhão para que seja viabilizado o trecho do gasoduto Teresina – Peritoró, com 184 km de extensão. O empreendimento é orçado em R$ 230 milhões, valor que representa uma redução de 90% em relação ao projeto inicial, quando sua saída estava prevista de Pecém, no Ceará.

“Com a descoberta de gás natural pela OGX na Bacia do Parnaíba, o projeto do gasoduto ficou mais viável, não só pelo encurtamento da distância, como também por se aproveitar o trecho já licenciado entre as cidades de Peritoró e Teresina”, ressaltou Ricardo Guterres, ao afirmar que irá se empenhar junto ao ministro Edison Lobão para viabilizar os recursos da Conta de Desenvolvimento Econômico (CDE) com vistas à construção do gasoduto.

A superintendente de Projetos da Secretaria de Governo do Estado do Piauí, Lucile de Souza Moura, destacou que a construção do gasoduto será benéfica não somente para o Piauí, mas também para o Maranhão. “O Maranhão será beneficiado com as obras, por meio do aumento do percentual de royalties, sem falar das oportunidades de emprego e renda no trecho maranhense de construção do empreendimento”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.