Política

Prefeito Caxias entrega troféus para as escolas campeãs dos Jogos Escolares

O prefeito Leo Coutinho entregou nesta quinta-feira (25), em solenidade no Ginásio Poliesportivo João Castelo, troféus para as escolas campeãs do 38º Jogos Escolares de Caxias (JECS). O evento contou com a presença da secretária de Esportes, treinadores e atletas que participaram da competição deste ano.

Leo Coutinho mais próximo da população, em especial, dos amantes pelo Esporte.

Leo Coutinho mais próximo da população, em especial, dos amantes pelo Esporte.

Para a secretária de Esportes, Aureamélia Soares, a competição deste ano foi um sucesso. “Mais uma edição realizada com sucesso. Gostaria de agradecer o apoio da Prefeitura por dar suporte para a realização dos jogos. Este ano conseguimos disponibilizar várias modalidades para os atletas. Estamos finalizando os jogos com uma grande festa”.

Durante nove dias (11 a 19 de junho), a cidade de Caxias recebeu 1.405 atletas de 50 escolas, divididos em 14 modalidades. Foram realizadas 213 partidas. Pela quarta vez seguida, a Escola Monsenhor Clóvis Vidigal foi eleita campeã.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Prefeito Leo Coutinho inaugura Unidade de Saúde em Caxias

Com apenas um mês após ter inaugurado o posto de saúde da Cohab, o prefeito Leo Coutinho entrega mais uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em Caxias. Desta vez, a localidade contemplada foi a Vila Alecrim, que atenderá também as comunidades da Vila Lobão, Nova Caxias e parte do Cangalheiro.

A inauguração aconteceu na tarde desta quinta-feira (11). Estiveram presentes na solenidade o prefeito Leo Coutinho, secretários municipais, vereadores, demais autoridades, bem como a comunidade local e os funcionários que atuarão no posto de saúde.

Durante a solenidade, o secretário de Saúde, Vinícius Araújo, reforçou a importância da atenção básica. “É como eu sempre digo, a atenção básica tem que começar nos bairros. O objetivo do posto de saúde é descentralizar o atendimento, e dar proximidade à população ao acesso aos serviços de saúde, além de ajudar a reduzir os encaminhamentos aos hospitais”.

O prefeito Leo Coutinho frisou o desafio que foi inaugurar a UBS da Vila Alecrim. “É uma obra que alguns diziam que não iríamos concretizar, mas está aqui, pronta. Os moradores aqui não vão mais precisar se deslocar para outros bairros. Vocês confiaram em mim e a nossa resposta é com trabalho”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Léo Coutinho amarga índice elevado de rejeição em Caxias

Prefeito Léo Coutinho.

Prefeito Léo Coutinho.

Muitas idas e vindas estão próximas, entre elas a eleição de 2016 que muito ainda tem a acontecer e ainda indefinida. Segundo uma nova pesquisa, ainda não divulgada pelo palácio da cidade, Leo Coutinho, tem o pior índice de popularidade de seu governo.

A pesquisa ainda não foi divulgada, mas fontes apontam que a aprovação do prefeito caiu 3 mais 10 pontos percentuais. Léo do Arrocha iniciou o seu segundo ano de mandato com o pior índice de popularidade de seu governo.

A aprovação do prefeito, segundo a pesquisa misteriosa, caiu em comparação com o último levantamento de dados. O percentual da população que considera o governo ótimo ou bom diminuiu de 50 porcento para 40 porcento.

Muito se sabe, que em alguns itens foram levantados possíveis futuros candidatos, entre eles Paulo Marinho Júnior e o vereador Fábio Gentil. Fontes indicam que Paulo Marinho Júnior aparece com 22 porcento das intenções, seguidos de 18 porcento do prefeito Léo Coutinho e Fábio Gentil timidamente com apenas 7 porcento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Aliados de Flávio Dino, Léo Coutinho e Rubens Júnior são campeões de vaias no Carnaval

Deputado Rubens Júnior em um abraço caloroso com o prefeito Léo Coutinho

Deputado Rubens Júnior em um abraço caloroso com o prefeito Léo Coutinho

Os pupilos do chefão do comunismo no Maranhão, Flávio Dino, o prefeito de Caxias, Léo Coutinho, e o deputado Rubens Júnior, receberam uma sonora vaia na noite da última segunda-feira de Carnaval.

De acordo com informações do Blog do Sabá, a equipe de comunicação da prefeitura, aliada de Flávio Dino, até que tentou evitar o vexame, mas não conseguiu.

Sabedor da impopularidade de Léo Coutinho, o locutor oficial do evento teve o maior cuidado de não pedir palmas para o prefeito e pisou em ovos até mesmo na hora de mencionar a presença dos dois no evento realizado no Parque da Cidade.

Mas, num descuido, quando o cantor da banda Chicabana resolveu fazer graça para Léo Coutinho, o saudando calorosamente e pedindo para o prefeito falar, não deu outra: foi uma senhora sonora vaia jamais vista nas terras de Gonçalves Dias.

Na tentativa desesperada de melhorar o quadro para a turma dinista, o cantor resolveu então pedir uma salva de palmas para Rubens Júnior, na esperança de que a desaprovação de Coutinho fosse suplantada pelo desconhecimento de Rubens Júnior, já que conhecido mesmo é o pai ficha suja, o ex-deputado Rubens Pereira.

A emenda foi pior do que o soneto: Rubens Júnior saiu de lá surdo de tanta vaia.

Nas redes sociais, o assunto foi o mais comentado da última terça-feira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Prefeito de Caxias é acionado na justiça por improbidade administrativa

leo cx

A promotora de justiça Carla Mendes Pereira Alencar ingressou, no última dia 23, com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Caxias, Leonardo Barroso Coutinho (conhecido como Léo Coutinho) e sua esposa e secretária municipal da Mulher, Liana Lobato Rocha Coutinho. A ação foi motivada pela quebra do princípio constitucional da impessoalidade na administração pública.

De acordo com a titular da 1ª Promotoria de Justiça de Caxias, o prefeito promoveu a distribuição de material publicitário divulgando os feitos dos primeiros dias de seu mandato, com o título de “100 dias com você”. O material foi composto de 80 mil jornais impressos, 20 mil folders e 20 outdoors. O valor total aplicado foi de R$ 77.800.

No jornal, em uma folha em que constam as ações desenvolvidas na área da saúde, das sete fotos existentes, seis trazem a imagem do prefeito. Em outras páginas do informativo também estão presentes fotos e falas de Léo Coutinho, deixando claras as suas metas pessoais frente à administração municipal. Na página dedicada à Secretaria Municipal da Mulher, das 18 imagens publicadas, nove retratam Liana Coutinho.

Outro ponto levantado pelo Ministério Público é a semelhança entre a logomarca adotada pela prefeitura e aquela utilizada pelo atual prefeito durante a campanha política. De acordo com a promotora Carla Alencar, “o culto à personalidade fica claro pela forma de divulgação no material de propaganda institucional, no qual se verifica por várias vezes a ênfase às pessoas dos demandados, além do uso de símbolo que vincula o nome Caxias à logomarca utilizada durante a campanha eleitoral do requerido para o cargo de prefeito municipal”.

Na ação, a representante do Ministério Público ressalta que a lei é clara no sentido de que a propaganda institucional jamais poderá ser utilizada para a promoção pessoal do administrador, devendo observar os princípios constitucionais da administração pública, como a legalidade, moralidade, impessoalidade e interesse público. Ao ir de encontro ao que prevê a legislação, o gestor público está cometendo ato de improbidade administrativa.

“Cabe aos Poderes Públicos a utilização, na publicidade oficial, dos símbolos oficiais de modo impessoal, com o nome do ente ou órgão público na veiculação de suas atividades, tudo de forma absolutamente impessoal. A campanha, a obra ou ato a ser divulgado é da administração, do ente público, e não da pessoa”, observa a promotora, na ação.

SUSPENSÃO

Como medida Liminar, a 1ª Promotoria de Justiça de Caxias requer que a Justiça determine a suspensão da utilização da logomarca adotada pela atual gestão para a Prefeitura de Caxias, que tem grande semelhança com a utilizada pelo gestor durante a campanha eleitoral. No entendimento do Ministério Público, a marca é uma afronta ao princípio da impessoalidade na administração pública.

Além da medida Liminar, a ação protocolada pede a condenação de Leonardo Barroso Coutinho e de Liana Lobato Rocha Coutinho por improbidade administrativa. Se condenados, os requeridos estarão sujeitos à perda da função pública que estiverem exercendo, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil de até 100 vezes o valor da remuneração recebida, ressarcimento do dano causado aos cofres públicos e proibição de contratar ou receber qualquer tipo de benefício do Poder Público pelo prazo de três anos, mesmo que por meio de empresa das quais sejam sócios.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Caxias é referência nacional em moradias populares

O Maranhão chamou a atenção do Brasil, com o crescimento do déficit
habitacional de 30% contrariando os índices nacionais, que registraram um aumento de 12% na oferta imóveis. Entretanto, nem todos os municípios maranhenses se renderam aos índices negativos.

O município de Caxias tem alcançado marcas importantes em termos de moradias populares. Foi um dos municípios que mais teve unidades habitacionais entregues à população nos últimos oito anos. Foram cerca de seis mil habitações. Uma marca só superada agora, em 2013, ano em que os cidadãos caxienses terão asseguradas três mil moradias em apenas seis meses de uma administração municipal.

As primeiras mil casas foram sorteadas na última sexta-feira (12), ocasião em que o prefeito Léo Coutinho (PSB) conseguiu reunir pelo menos dez mil pessoas no Ginásio de Esportes João Castelo, e presenças políticas expressivas como o Presidente da Embratur, Flávio Dino(PCdo B), e o Deputado Estadual Rubens Júnior (PCdoB), além das representações políticas locais , como a Deputada Cleide Coutinho (PSB), o ex-prefeito Humberto Coutinho (PDT) e vereadores locais.

Na cerimônia do sorteio, Flávio Dino destacou o empenho de Léo Coutinho na aquisição de mais moradias para os caxienses. “Caxias é uma referência nacional hoje, sob a liderança do atual prefeito Léo, porque vem administrando bem o programa Minha Casa, Minha Vida. O investimento não se trata apenas de paredes e telhas, e sim, como o próprio nome do programa se refere, de vidas. São sonhos de famílias se tornando realidade. O governo federal investe e tem aqui a certeza da parceria bem sucedida com a prefeitura”, declarou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Bomba! Polícia Federal investiga eleição de Léo Coutinho em Caxias

Como um furacão revirando as entranhas das eleições municipais de cidade da Caxias com a sigilosa investigação da Polícia Federal sobre o resultado das urnas que favoreceram políticos da Região, está prestes a estourar uma bomba que reacenderá pelos cantos da cidade os odores fétidos de irregularidade.

Eleição de Léo Coutinho é investigada pela PF.

Eleição de Léo Coutinho é investigada pela PF.

E os fortes indícios de irregularidades que fez a Polícia Federal do Maranhão instaurar um inquérito para apurar as denúncias de urnas lacradas que supostamente foram violadas para favorecer o advogado Leonardo Barroso Coutinho, o Léo Coutinho (PSB), que foi eleito prefeito de Caxias, com 40.004 votos (53,80%).

Além das suspeitas de fraude praticamente comprovadas, um vereador também relatou a PF não ter obtido êxito quando tentava votar em seu número.

A Polícia Federal constatou a fraude em 37% das urnas eletrônicas, das quais eleitores tentavam votar no peemedebista Paulo Marinho Júnior – filho do ex-prefeito Paulo Marinho que teve 25.490 (34,28%). Ocorre que, a imagem que aparecia na urna nada mais nada menos era do prefeito eleito de Caxias, Léo Coutinho.

Segundo fonte do Blog do Neto Ferreira, o estopim está aceso e a bomba pode estourar ainda no primeiro semestre deste ano. Aguardem!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Prefeito Léo Coutinho herda dívida milionária junto a Previdência Social

Blog do Ludwig Almeida

Leo Coutinho, prefeito de Caxias.

Leo Coutinho, prefeito de Caxias.

Não é só ‘privilégio’ da prefeitura de Timon que possui um débito exorbitante junto a Previdência Social herdada de gestões passadas, em Caxias o novo prefeito Léo Coutinho (PSB), também terá que conviver e pagar através de débito automático no repasse do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, dívida igual ou superior.

A dívida da prefeitura de Caxias é quase impagável e só no primeiro mês desse ano consumiu mais de 30% do repasse do FPM. A 1ª parcela do Fundo de Participação do mês de janeiro foi no valor de R$ 2.266.012,30, e o foram descontados do INSS foi a quantia de R$ 689.493,67.

O endividamento da prefeitura de Caxias junto ao INSS terá sempre reflexo no futuro bem próximo na administração, criando embaraços e podendo inviabilizar o orçamento.

O jovem prefeito Léo Coutinho tem o enorme desafio de administrar essa dívida junto a Previdência Social, fora os grandes problemas que existe na cidade que não foram resolvidos por prefeitos anteriores. Clique aqui e continue lendo a reportagem.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.