Política

Rompimento à vista em Barra do Corda

Avelar Sampaio, Leandro Avelar e Antônio Pereira.

Avelar Sampaio, Leandro Avelar e Antônio Pereira.

A confusão está grande em Barra do Corda após o ex-prefeito Avelar Sampaio (PP), demonstrar uma enorme insatisfação com seu candidato a deputado estadual em 2014.

O problema acontece porque Avelar e seu filho, o vice-prefeito de Barra do Corda, Leandro Sampaio (PP), andam descontentes com o deputado estadual, Antônio Pereira (DEM), que não atende há dias telefonemas de pai e filho.

Antes aliada da família Teles em Barra do Corda, a família Sampaio há tempos amarga a rivalidade do grupo político do ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim, pai do deputado Rigo Teles, ambos do PV.

Segundo interlocutores do Blog do Neto Ferreira, Avelar Sampaio fica enciumado quando o prefeito Eric Costa, segue as orientações do ex-prefeito, Aristides Milhomem, que será candidato a deputado estadual com apoio do irmão Tatá Milhomem.

A reportagem procurou o ex-prefeito Avelar Sampaio e o deputado Antônio Pereira para falarem sobre o possível rompimento, mas não obteve resposta.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Eric Costa não viu ‘capacidade’ de aliados para comandar Tesouraria de Barra do Corda

Eric Costa ao lado da amada que será tesoureira do município.

Eric Costa ao lado da amada que será tesoureira do município.

O prefeito eleito de Barra do Corda, Eric Costa (PSC), dorme com um olho aberto. Um fica fechado para os adversários e o outro aberto para os aliados.

Eric tinha uma série de nomes a indicar para a Tesouraria da Prefeitura – como, por exemplo, o irmão do deputado estadual Tatá Milhomem, o vice-prefeito Aristides Milhomem, ambos do PSD.

Seguro morreu de velho, mas desconfiado vive até hoje. Por isso, Eric Costa indicou sua própria mulher pro cargo, nepotismo puro, ou seja, o dinheiro do município ficará em “famiglia”. Ainda teve quem tentasse ponderar indicando um nome ligado ao vice-prefeito eleito, Leandro Sampaio, o que foi de pronto recusado por Costa.

Mas o vice-prefeito é igual São Tomé: só acredita vendo, e espera como cabrito bom que apanha, mais não berra.

Ocorre, porém, o chamado grupão pode virar ‘Circo de Mamulengo’, onde Gil Lopes dará adeus à presidência da Câmara, em virtude da preferência de Eric Costa pelo amigo que foi indiciado pela morte do vereador Aldo Andrade: o contador e vereador eleito de Barra do Corda, Paulim Bandeira.

A política em Barra do Corda, a partir de 2013, trará novas revelações. E uma delas é que o prefeito eleito anunciará seu apoioque ao presidente da Embratur, o comunista Flávio Dino, no projeto de 2014.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.