Política

PMDB barra candidatura de Andrea Murad

Senador João Alberto durante coletiva.

Senador João Alberto durante coletiva.

Em coletiva realizada na manhã desta terça-feira (27), o atual diretório estadual do PMDB declarou indeferida a chapa “Renovar é Preciso”, da deputada estadual Andrea Murad. Assim, a chapa não poderá mais concorrer à Convenção da legenda, prevista para ser realizada na próxima sexta-feira (30), em São Luís. A chapa presidida pelo senador João Alberto será a única a concorrer no certame.

Os motivos que levaram ao indeferimento da chapa encabeçada pela deputada estadual ferem o estatuto do PMDB conforme afirmou o Secretário Geral, Carlos Couto. Segundo ele, três membros não são filiados ao partido, além de outro membro não ter direito ao voto por ser membro do Conselho de Ética e Disciplina, “o que fere o estatuto. Nos termos do regimento, eles não têm direito a voto”, enfatizou.

Sobre a polêmica gerada com o pedido de candidatura de Andrea Murad, o senador João Alberto afirmou que “dentro do PMDB não há disputa interna e o intuito da candidatura foi apenas para causar tumulto”, considerou. O senador informou ainda que, dos 79 nomes assinados na formação da chapa, 57 são da cidade de Coroatá. “A chapa só contempla 08 dos 217 municípios”, disse. Ainda de acordo com João Alberto, outro motivo do indeferimento da candidatura foi a suspeita de assinaturas falsificadas, ainda não confirmadas oficialmente.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Crise no grupo Sarney faz João Alberto chamar Andrea Murad de mentirosa

Senador João Alberto.

Senador João Alberto.

Em entrevista à Rádio Mirante AM, no programa Ponto final desta segunda-feira (26), o senador João Alberto afirmou que todos os tramites do processo eleitoral ocorreram legalmente. E criticou as tentativas de estarem tentando tumultuar o processo da eleição do PMDB.

“ A assessoria jurídica do partido cumpriu todos os prazos estabelecidos de acordo com as normas estatutárias e as determinações da executiva nacional. Portanto, posso assegurar que tudo está conforme o regimento interno do partido”, disse.

O senador declarou que sua candidatura tem o apoio de 95% dos diretórios municipais, por conta do respeito e credibilidade que ao longo dos anos, têm construído à frente do PMDB.

Sobre as acusações da chapa “Renovar para Crescer”, encabeçada pela deputada Andrea Murad; o senador João Alberto afirmou que não tem cabimento e que na verdade, estão usando de argumentos infundados para tentarem tumultuar o processo eleitoral.

Em relação à posição do partido nas eleições de 2016 na capital, o senador João Alberto afirmou que o nome mais indicado para concorrer seria o da ex-governadora Roseana Sarney, mas, que outros nomes serão discutidos dentro do partido. Entretanto, assegurou que o PMDB não será usado para projetos pessoais e muito menos aventureiros.

A eleição para a escolha do novo Diretório Estadual do PMDB, está marcada para o dia 30 de outubro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Bomba! PF apreende áudio que cita Roseana Sarney e João Alberto em tráfico de influência no Tribunal

A Polícia Federal do Maranhão analisou 24 arquivos oriundos de apreensão de celulares e capturou trecho de pouco mais de um minuto de áudio que ouve-se nitidamente a voz do ex-presidente da Assembleia Legislativa, Antônio Carlos Braide, pai do deputado estadual Eduardo Braide (PMN).

Braide foi gravado (ouça acima) pelo homem apontado como laranja da empresa A4 Serviços e Entretenimento Ltda, Anilson Araújo Rodrigues, relatando a prática do crime de tráfico de influência para conseguir barrar medidas (decisões) do Tribunal de Justiça do Maranhão.

Ex-governadora Roseana Sarney e senador João Alberto, ambos do PMDB.

Ex-governadora Roseana Sarney e senador João Alberto, ambos do PMDB.

Obtida com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira, a gravação embasou o inquérito da PF e também revela os nomes da ex-governadora Roseana Sarney e senador João Alberto, ambos do PMDB. Eles são citados no diálogo como segundo e terceiro coadjuvantes para interferir no trâmite do processo que poderia resultar em prisões.

“Deixa eu te dá uma opinião aqui. A gente já viu tu tem visto muitos casos pior do que esses e muito e não acontecer nada com ninguém. Não acontece nada. Esse pessoal que tá fazendo essa investigação o poder deles é só investigar e pedir, pedir para justiça o juiz as penalidades. Então com esse pessoal aí fica-se difícil ter uma ação, a gente poder politicamente por que eu tô aqui para ajudar politicamente o pessoal é meu amigo. Eu com a governadora com João Alberto que vamos interferir na Justiça e lá é que mata tudo. Isso pra ti é zero, pra ti é zero. Pode ta alguma coisa não vai em negócio de pressão deles e tudo e tal mantém”, diz Carlos Braide, em trecho da gravação.

Anilson Rodrigues decidiu gravar a conversa de mais de 30 minutos depois de receber intimação para prestar depoimento sobre desvio de verbas públicas, fraudes em licitações que possibilitaram contratos milionários na gestão de Hélder Aragão em Anajatuba, entre outras prefeituras. Aragão chegou a ser afastado do cargo no dia (09), em decisão do desembargador Tyrone José Silva, pela acusação de desviar cerca de R$ 13 milhões.

Em nota, a assessoria da ex-governadora Roseana Sarney diz que ela nunca autorizou qualquer pessoa a falar em seu nome como forma de praticar tráfico de influência e repudia de forma veemente a tentativa de envolver o seu nome nesse tipo de conduta.

O senador João Alberto afirmou que, não tem conhecimento do que se trata e negou envolvimento, mas diz ser grande amigo do ex-presidente da Assembleia Carlos Braide.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

João Alberto presidirá novamente o Conselho de Ética do Senado

Por seis votos a três, o senador João Alberto Souza (PMDB-MA) foi reeleito para o Conselho de Ética do Senado Federal. Essa é a quinta vez que ele assume esse cargo.

Senador João Alberto.

Senador João Alberto.

O senador Lasier Martins (PDT/RS) foi o outro nome que concorreu a presidência. A pedido do senador Randolfe Rodrigues (PSDB/TO) a votação foi secreta. Um a um, os membros do Conselho de Ética foram chamados para preencher a cédula de votação.

Ao final, o senador José Pimentel, que presidiu a votação, declarou os nomes do senador João Alberto Souza para a presidência e o do senador Paulo Rocha (PT/PA) para a vice-presidência do Conselho.

João Alberto tem significativa participação no Conselho de Ética do Senado. Ele foi importante peça na condução do colegiado em importantes momentos da história política da Casa. Por isso o respeito histórico dos colegas.

O senador João Alberto se comprometeu novamente em zelar pela imagem de seus colegas mas garantiu que vai cumprir, com rigor, o Regimento Interno.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sarney e João Alberto brigam por cargos no Governo Federal

Sarney e João Alberto.

Sarney e João Alberto.

Visando fortalecer a oposição contra o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), o ex-senador José Sarney, pai da ex-governadora Rosean Sarney, ambos do PMDB, deve conseguir através da presidente Dilma Rousseff a nomeação de quatro pessoas em cargos no Governo Federal.

Deve ser publicado no Diário Oficial da União os nomes dos indicados de Sarney com – por exemplo -, o ex-deputado estadual Arnaldo Melo para ocupar a Diretoria da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA). O órgão é veiculado ao Ministério da Saúde.

O ex-secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima), Cláudio Azevedo, também foi indicado para comandar a Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF).

André Campos, que ocupou o cargo de diretor do Detran no governo Roseana Sarney, deve assumir a Superintendência Estadual da Funasa no Maranhão. Campos é indicação pessoal do senador João Alberto.

José Sarney deve levar para o Governo Federal a ex-secretária Estadual de Meio Ambiente, a economista Genilde Campagnaro. Ela deve substituir Alison Penha na Superintendência da Pesca e da Aquicultura do Maranhão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Senador João Alberto vai frear candidatura de Roberto Costa em Bacabal

Blog do Luís Cardoso

Na cidade de Bacabal não se fala em outra coisa: o prefeito Zé Alberto (a cria) chamou o senador João Alberto (o criador) na catraca e exigiu dele que o deputado estadual Roberto Costa pare de brincar de ser candidato a prefeito agora em 2016 por aquela cidade.

Espalharam por uma emissora de TV manifestações do deputado dizendo que devia a eleição dele para a irmã do atual prefeito, o que, somando os votos dados a Costa, não é verdade.

O que existe de verdadeiro em tudo isso é completamente diferente. O deputado estadual, pupilo do senador, faz o jogo dele (João Alberto) para criar dificuldades e impossibilitar a reeleição de Zé Alberto.

O eleitor bacabalense pode se preparar para deparar nas urnas com o nome do senador na disputa. Ele aposta que vai reunir todo o seu grupo e alguns que estejam de fora para ser o candidato único.

João Alberto tem capacidade e moral pra unir até os contrários, como Zé Vieira e Lisboa, por exemplo. E antes de entrar na disputa, deve passar o cargo de senador para Clóvis Fecury, seu primeiro suplente, e filho do ex-senador Mauro Fecury, dono do Ceuma.

Então, a partir deste acordo, dinheiro não será problema para a campanha de João Alberto em Bacabal. Diante do desgaste, não será nenhuma surpresa se Zé Alberto abrir mão da reeleição.

E no futuro, João Alberto não tem mais como se reeleger senador e nem reeleger o filho, Marcelo Sousa, deputado federal, além da própria reeleição de Roberto Costa, que em 2018 não terá mais a mesma estrutura de 2014.

Além disso, o sonho do velho Carcará, como gosta de ser chamado o senador, é encerrar a carreira como prefeito da cidade que ele adotou como sua pátria: Bacabal. O resto é só encenação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

‘Luis Fernando será o nosso governador’, afirma João Alberto

Senador João Alberto.

Senador João Alberto.

Em conversa com o titular do blog, o senador João Alberto (PMDB) afirmou que não tem nenhum dúvida de que o secretário de Infraestrutura do Estado, Luís Fernando Silva, será o próximo governador do Maranhão.

“Temos pesquisas com números bem avançados, o que demonstra a credibilidade que o nosso candidato passa à população, por ter passado e presente limpos, e contar com o apoio do maior grupo político do Maranhão”, garantiu.

Para o senador João Alberto, o grupo fez a escolha certa e no momento certo, e que agora resta apenas confirmar o nome do futuro senador. “Se for Roseana, a vitória é garantida”, acredita. (Com informações do Blog do Luis Cardoso)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Membro do clã Sarney presidirá comissão do “Mais Médicos”

Senador João Alberto.

Senador João Alberto.

A comissão especial mista, que vai analisar a medida provisória que cria o Programa “Mais Médicos”, (MP 621/2013) elegeu, nesta quarta-feira (14), os parlamentares que ocuparão os cargos de relator e presidente.

Eleito por unanimidade, o senador João Alberto Souza (PMDB-MA) vai presidir o grupo e terá como relator o deputado Rogério Carvalho (PT-SE), que vai conduzir a discussão da matéria no Congresso Nacional.

Ficam nos postos de vice-presidente e relator-revisor, o deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA) e o senador Mozarildo Cavalcante (PTB-RR), respectivamente. O deputado Rogério Carvalho, relator da comissão, aponta que a falta de médicos é um problema que afeta centenas de municípios do país.(As informações são da Agência Saúde)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Senador João Alberto faz farra com aluguel de carros

Senador João Alberto.

Senador João Alberto.

O jornal O Globo, edição de sábado, dia 10, trouxe uma reportagem sobre os gastos de senadores com a utilização da verba indenizatória, com alugueis de veículos e até compra de querosene para aviões.

E como não poderia passar em branco, na matéria tem um senador pelo Maranhão. Aliás, ele, João Alberto, é o presidenteb da Comissão de Ética do Senado Federal. Veja abaixo o quer diz O Globo:

Para dar agilidade aos mandatos, argumentam os senadores, eles alugam veículos em seus estados, que ficam à disposição dos funcionários do escritório político. Mas algumas locações chamam a atenção. João Alberto de Souza (PMDB-MA) apresentou notas fiscais de uma concessionária de revenda da Ford no Maranhão. A reportagem telefonou na quarta-feira para a Duvel, localizada no centro de São Luís, e foi informada de que a agência só vende veículos zero km ou seminovos. Na página da empresa na internet, o grupo, que tem seis lojas no estado, deixa claro que sua função é vender, não alugar.

Os veículos de posse de João Alberto de Souza são um Focus Sedan, pelo qual paga mensalmente R$ 3.755,62; um Fiesta Sedan, com prestação de R$ 2.309,49; e um Ford Edge, no valor de R$ 5.900 mensais. O sócio da empresa, Henry Duailibe, depois do contato da reportagem com a assessoria do senador, disse ao GLOBO que, no caso do senador, “a concessionária aluga os veículos”, embora esse não seja o ramo principal da concessionária.

A família Duailibe é amiga de longa data da família Sarney e do próprio senador João Alberto de Souza. O filho do empresário, de mesmo nome do pai, acompanhou o então presidente do Senado, José Sarney, em uma viagem à ilha de Curupu a bordo de um helicóptero da Polícia Militar do Maranhão.

O senador João Alberto também contrata a empresa Congerplan. Todo mês paga R$ 12.800 pela assessoria da empresa que, conforme consta na Receita Federal, tem como atividade principal “consultorias em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica, e administração de caixas escolares, além de apoio à educação”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Em Bacabal, gestão de Zé Alberto recebeu R$ 1,8 milhão e nada fez

Zé Alberto, prefeito de Bacabal.

Zé Alberto, prefeito de Bacabal.

A cidade de Bacabal parece não ter sorte mesmo. Por lá já passaram Zé Vieira, Raimundo Lisboa, também eleito através do espolio eleitoral do deputado federal, e desta vez surgiu pelas garras do senador João Alberto, Zé Alberto.

Na passagem de Raimundo Lisboa, a cidade acumulou dividas mesmo recebendo inúmeros recursos.

Neste ano, com o pecuarista à frente do executivo municipal, foi enviado no mês de junho nada mais nada menos que R$ 1,8 milhão para obra de esgotamento, segundo informa o Blog do Louremar.

Pai do deputado federal Alberto Filho, o peemedebista é alvo de duras críticas da sociedade bacabalense que padece com a inexistência de projetos voltados para população carente.

Segundo informações repassadas ao Blog do Neto Ferreira, todas as ações da Prefeitura de Bacabal tem que ser autorizada pelo prefeito de fato: o genro de Zé Alberto que é primo do Roberto Rocha. Confira abaixo o repasse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.