Crime

Caso Fernanda: engenheiro investigado vai à CICO prestar depoimento

Cidade Verde

Jivago é investigado após o assassinato da jovem Fernanda

Jivago é investigado após o assassinato da jovem Fernanda

O engenheiro Jivago Castro compareceu à sede da Comissão Investigadora do Crime Organizado no domingo (16), que investiga a morte da estudante Fernanda Lages Veras, morta há mais de 50 dias na obra do novo prédio do Ministério Público Federal. A informação foi confirmada pelo advogado Nazareno Thé e pelo delegado geral da Polícia Civil, James Guerra.

Nazareno disse que acompanhou o engenheiro até a Cico, mas, perguntado se Jivago teria prestado depoimento ou participado de acareação, não quis dar mais detalhes. “Nesse primeiro momento eu apenas quero confirmar que nós fomos até lá. Mas prefiro não entrar em detalhes. Numa próxima oportunidade nós conversaremos melhor sobre isso”, declarou o advogado.

Na Cico ainda estão presos o vigia Domingos dos Santos, segurança Edson Rodrigues  e o servente de pedreiro Francisco Vital.

Jivago é proprietário da empresa que realiza a construção da nova sede do Tribunal Regional do Trabalho, por onde Fernanda teria entrado para ter acesso ao prédio do MPF, onde seu corpo foi encontrado.

No último dia 04, Jivago foi ao Instituto Médico Legal e doou material genético, que está sendo submetido a exames de DNA na Paraíba. A chegada do resultado desses exames é esperada para a próxima  terça-feira (18).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.