Poder

Relação entre Ivaldo Rodrigues e comando do PDT é desgastada

Ivaldo Rodrigues e Weverton já foram grandes amigos

Ivaldo Rodrigues e Weverton já foram grandes amigos

Depois de todo alvoroço e as brigas interna no Partido Democrático Trabalhista (PDT), os lideres que hoje comandam a sigla, mantém uma relação desgastada com o vereador de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), que foi escolhido em abril para o cargo de presidente do Diretório Municipal da Capital.

Ivaldo, que é aliado e amigo pessoal da família Castelo, tentou em diversas vezes aliançar o PDT com o PSDB de João Castelo,  só que isto, acabou resultando em sua destituição da presidência do PDT.

E agora?

O próximo membro do PDT que será atingido ainda neste mês, com a decisão ordenada pela Nacional do Partido, será Clodomir Paz, a quem insiste em ficar na Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), que contraria totalmente a direção nacional, ou seja, Carlos Lupi e Manoel Dias.

Com isso, Ivaldo Rodrigues é achincalhado diariamente pelos mesmos que o colocou na presidência do partido, e hoje torcem pela sua derrota ao lado do tucano João Castelo.

Acorda Ivaldo…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

'Não me avisaram que eu sairia', diz Ivaldo Rodrigues

O Estado do Maranhão

Vereador Ivaldo Rodrigues (PDT)

Vereador Ivaldo Rodrigues (PDT)

O vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) garante que soube de sua destituição do cargo de presidente da comissão provisória da legenda em São Luís pela imprensa. Mesmo sendo a insistência em apoiar o prefeito da capital, João Castelo (PSDB), o motivo para sua saída do comando municipal, Rodrigues afirma que não vai “fazer apologia” a qualquer outro candidato apoiado pelo seu partido nas eleições deste ano.

Sem comunicado oficial da executiva estadual ou mesmo uma ligação dos responsáveis Weverton Rocha e Julião Amin pela sua indicação para presidir o PDT em São Luís, Ivaldo Rodrigues já sabe que não tem mais autoridade para comandar a legenda. O vereador ficou sabendo de sua saída da presidência da comissão provisória por meio da imprensa.

“Não recebi comunicado oficial do partido. Fiquei sabendo pelo o que foi publicado na imprensa. Como não recebi qualquer ligação do comando estadual do PDT negando o que foi publicado, interpreto que tudo seja verdade. Ou seja, não sou mais presidente da comissão provisória de São Luís”, afirmou Ivaldo Rodrigues, que será substituído pelo deputado Weverton Rocha.

O motivo para sua destituição foi a insistência de manter a aliança do PDT com o prefeito João Castelo mesmo com a indicação da direção nacional de levar o partido para apoiar o pré-candidato do PDT, Edivaldo Holanda Júnior.

Para o vereador pedetista, a direção estadual sabia de seu posicionamento em defender a manutenção da aliança, que mesmo assumindo o PDT de São Luís trabalharia para levar a legenda ao palanque do PSDB na capital.

“Nunca escondi que assumindo a presidência do diretório municipal iria trabalhar para manter a aliança com Castelo. Faço isso por reprovar a mudança de posicionamento às vésperas de uma eleição. Se era para deixar a Prefeitura, que o PDT fizesse isso antecipadamente e não em um período pré-eleitoral”, criticou o parlamentar.

A decisão do PDT de retirado do comando municipal e de não apoiar o prefeito da capital será respeitada pelo vereador. No entanto, segundo ele, nenhum outro candidato apoiado pelos pedetistas será apoiado por ele que a partir dessa decisão da direção estadual vai trabalhar unicamente pela sua reeleição. “Não vou fazer apologia a outro candidato”, declarou Rodrigues.

Seminário – O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o secretário-geral da legenda, Manoel Dias, chegam a São Luís na noite da sexta-feira para participar no dia seguinte de um seminário sobre planejamento estratégico da legenda.

Na ocasião, Lupi vai anunciar oficialmente o nome do novo comando do PT de São Luís que será o deputado Weverton Rocha. Como a decisão de mudar o comando da municipal é exclusiva da direção estadual, Lupi e Dias espera encontrar já definida a questão dos demais membros da comissão provisória, ou seja, se troca todos os membros ou se a modificação fica apenas na presidência.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

‘Não me avisaram que eu sairia’, diz Ivaldo Rodrigues

O Estado do Maranhão

Vereador Ivaldo Rodrigues (PDT)

Vereador Ivaldo Rodrigues (PDT)

O vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) garante que soube de sua destituição do cargo de presidente da comissão provisória da legenda em São Luís pela imprensa. Mesmo sendo a insistência em apoiar o prefeito da capital, João Castelo (PSDB), o motivo para sua saída do comando municipal, Rodrigues afirma que não vai “fazer apologia” a qualquer outro candidato apoiado pelo seu partido nas eleições deste ano.

Sem comunicado oficial da executiva estadual ou mesmo uma ligação dos responsáveis Weverton Rocha e Julião Amin pela sua indicação para presidir o PDT em São Luís, Ivaldo Rodrigues já sabe que não tem mais autoridade para comandar a legenda. O vereador ficou sabendo de sua saída da presidência da comissão provisória por meio da imprensa.

“Não recebi comunicado oficial do partido. Fiquei sabendo pelo o que foi publicado na imprensa. Como não recebi qualquer ligação do comando estadual do PDT negando o que foi publicado, interpreto que tudo seja verdade. Ou seja, não sou mais presidente da comissão provisória de São Luís”, afirmou Ivaldo Rodrigues, que será substituído pelo deputado Weverton Rocha.

O motivo para sua destituição foi a insistência de manter a aliança do PDT com o prefeito João Castelo mesmo com a indicação da direção nacional de levar o partido para apoiar o pré-candidato do PDT, Edivaldo Holanda Júnior.

Para o vereador pedetista, a direção estadual sabia de seu posicionamento em defender a manutenção da aliança, que mesmo assumindo o PDT de São Luís trabalharia para levar a legenda ao palanque do PSDB na capital.

“Nunca escondi que assumindo a presidência do diretório municipal iria trabalhar para manter a aliança com Castelo. Faço isso por reprovar a mudança de posicionamento às vésperas de uma eleição. Se era para deixar a Prefeitura, que o PDT fizesse isso antecipadamente e não em um período pré-eleitoral”, criticou o parlamentar.

A decisão do PDT de retirado do comando municipal e de não apoiar o prefeito da capital será respeitada pelo vereador. No entanto, segundo ele, nenhum outro candidato apoiado pelos pedetistas será apoiado por ele que a partir dessa decisão da direção estadual vai trabalhar unicamente pela sua reeleição. “Não vou fazer apologia a outro candidato”, declarou Rodrigues.

Seminário – O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o secretário-geral da legenda, Manoel Dias, chegam a São Luís na noite da sexta-feira para participar no dia seguinte de um seminário sobre planejamento estratégico da legenda.

Na ocasião, Lupi vai anunciar oficialmente o nome do novo comando do PT de São Luís que será o deputado Weverton Rocha. Como a decisão de mudar o comando da municipal é exclusiva da direção estadual, Lupi e Dias espera encontrar já definida a questão dos demais membros da comissão provisória, ou seja, se troca todos os membros ou se a modificação fica apenas na presidência.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Silas Malafaia e Ivaldo Rodrigues protagonizam uma verdadeira baixaria, ouça:

Na manhã desta sexta-feira, o pastor Silas Malafaia e o vereador Ivaldo protagonizaram uma verdadeira baixaria durante entrevista concedida no programa “Bastidores”, na Rádio Capital AM.

O vereador Ivaldo Rodrigues participou de uma entrevista, e logo em seguida entrou o pastor Silas Malafaia ao vivo, a esculhambação foi geral. Ouça a baixaria no vídeo abaixo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Silas Malafaia ganha título de 'persona non grata'

Em sessão realizada hoje, 16, na Câmara dos vereadores de São Luís, o pedetista Ivaldo Rodrigues, foi a tribuna em defesa das agressões verbais feitas por Silas Malafaia em que chamou o vereador de “bandido” e “bocó”.

Silas Malafaia despreza Título de Cidadão Ludovicense

Silas Malafaia despreza Título de Cidadão Ludovicense

Ivaldo pediu que fossem tomadas as providências para acionar a Procuradoria Jurídica pelas agressões sofridas pelo Parlamento.

No dia (2) o vereador fez o pedido de vista do projeto de autoria da comunista Rose Sales, que concede o Título de Cidadão Ludovicense a Silas Malafaia,

A vereadora Rose Sales que não compareceu a sessão de hoje com receio de ser agredida pelo movimento LGBT.

O pastor Silas Malafaia durante a entrevista disse “tanto faz como tanto fez, ter um Título de Cidadão Ludovicense”, diz o pastor em total desprezo pela capital.

“Foi solicitado uma publicação que o vereador repudia oficialmente, e apresentação do título de persona non grata a Silas Malafaia”.

Segundo informações passadas ao titular do blog durante a sessão de hoje, o movimento LGBT do Maranhão vai recepcionar a chegada de Malafaia em São Luís com ovos e sacos de merda. Isso vai feder!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ouça a entrevista que Silas Malafaia chama Ivaldo de bandido e Rose Sales de frouxa

Durante entrevista concedida a rádio 92.3 FM. Silas Malafaia criticou duramente o posicionamento do vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) que tenta impedir o projeto de autoria da vereadora Rose Sales (PCdoB), que concede Titulo de Cidadão Ludovicense ao Pastor.

Malafaia esculaxa com Ivaldo Rodrigues e ainda chama Rose Sales de Frouxa

Malafaia esculacha com Ivaldo Rodrigues e ainda chama Rose Sales de Frouxa

Após o apresentador comentar que o projeto de autoria de Rose Sales está repercutindo de forma negativa em São Luís, e que Ivaldo Rodrigues acusou de praticar atos homofóbicos.

Malafaia que é altamente explosivo, rebateu de forma deselegante chamando o vereador Ivaldo Rodrigues de bandido, otário e desmentiu que seria homofóbico.

“Ele vai ser interpelado judicialmente, eu vou processar esse bandido vagabundo desse vereador. Eu sou homofóbico? Então terá que provar que sou homofóbico, esse otário, idiota não sabe nem o significado de homofobia”, afirmou Malafaia.

O pastor criticou Rose Sales (PCdoB) afirmando que “se a irmã Rose afrouxou, eu lamento, ela esta fazendo o jogo do partido, eu liguei pra ela e falei, não afrouxa não minha irmã, mais eu desconfio que ela queira fazer graça ao partido em qual pertence por que o (PCdoB) apoia essa porcaria”.

Confira a entrevista abaixo em que Silas Malafaia chama Ivaldo Rodrigues de ‘bandido’ e Rose Sales de ‘Frouxa’.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Rose Sales, homofobia ou religião?

Vereadora Rose Sales .

Vereadora Rose Sales

Em sessão realizada hoje (02) na Câmara Municipal de São Luís, a vereadora Rose Sales (PCdoB) foi duramente criticada pelo vice-líder do governo, o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), após a comunista pedir que os vereadores votassem a favor da proposta de sua autoria em que concede Título de Cidadão Ludovicense ao então pastor Silas Lima Malafaia, o vereador Ivaldo Rodrigues questionou a proposta da religiosa Rose Sales, por dois motivos, o primeiro: Silas Malafaia é totalmente contra os movimentos LGBT, segundo: não tem nenhum tipo de projeto social em prol da população de São Luís.

Silas Malafaia em outdoor

Silas Malafaia em outdoor

Na sua pagina do facebook, o pastor teria dito que “homossexualidade é aberração”. Hoje Silas Malafaia se tornou o inimigo número 1 dos movimentos LGBT

A comunista alegou que o pastor Silas Malafaia não é homofóbico, apenas segue as palavras bíblicas, “a minha profissão de fé eu não nego”, diz Rose Sales.

Silas Malafaia está de malas prontas e chega a São Luís no dia 19 deste mês onde realizará encontros religiosos da cruzada evangelística vida vitoriosa para você, nos dias 20 e 21, no Aterro do Bacanga.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.