Poder

Auditoria constata irregularidades no transporte escolar de Imperatriz

O transporte escolar de Imperatriz é precário, afirmou a Controladoria-Geral da União (CGU) em seu relatório de auditoria.

Os auditores da União fiscalizaram os veículos que fazem o serviço do transporte de alunos e identificaram que há ônibus sem cintos de segurança e péssimo estado de conservação.

Os motoristas designados para desempenhar a função não foram aprovados no curso especializado destinados a condutores de transporte escolar, nos termos da regulamentação do CONTRAN.

De acordo com a Resolução CONTRAN de no 598, o habilitado em CETE – Curso específico de transporte escolar deverá possuir esta inscrição no verso da CNH.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresa de São Luís ganha contrato de R$ 4,7 milhões em Imperatriz

R$ 4.778.000,28 (quatro milhões setecentos e setenta e oito mil e vinte e oito centavos). Esse é o valor exato que a Prefeitura de Imperatriz vai pagar à Catho Gerenciamento Técnico de Obras e Serviços, localizada em São Luís.

O contrato firmado entre ambas as partes prevê a execução de serviços de manutenção preventiva e corretiva com reposição de peças nos equipamentos médicos-hospitalares e odontológicos, instalados nas coordenações da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS, CEO, CEMI, ATENÇÃO BÁSICA, CEREST, SAMU, HMI, HII, UPA SÃO JOSÉ, CDI, ZOONOSE, CAPS).

A empresa, que é de propriedade de Rosângela Alves de Azevedo e Daniel Lopes Rodrigues, vai trabalhar para a Prefeitura de Imperatriz por 12 meses, segundo informou o extrato contratual publicado no Diário Oficial.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitura de Imperatriz movimentou R$ 134 milhões do Fundeb irregularmente, diz CGU

A Prefeitura de Imperatriz movimentou irregularmente R$ 134.356.956,95 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb entre anos de 2016 e 2017, segundo apurou a auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU).

O documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira aponta que em 2016 cerca de R$ 100.069.918,48 milhões foram transferidos da conta do Fundeb para outras contas bancárias da Prefeitura de Imperatriz.

“Cabe ressaltar que as referidas contas da Caixa Econômica Federal não são exclusivas para pagamento da folha do FUNDEB e recebem créditos de outras contas da prefeitura, além da conta específica do FUNDEB do Banco do Brasil”, explicou a CGU.

Em 2017, entre os meses de janeiro a abril, a Prefeitura transferiu R$ 34.287.004,47 milhões, também irregularmente.

De acordo com a CGU, a utilização de contas intermediárias, entre a conta específica dos recursos e seus fornecedores ou prestadores de serviço, dificulta o rastreamento financeiro e a atuação dos órgãos de controle em trabalhos de auditoria e fiscalização.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Imperatriz vai torrar mais de R$ 7 milhões com locação de maquinas pesadas

A empresa Construtora Triangular Ltda abocanhou, o que pode-se classificar de supercontrato da Prefeitura de Imperatriz. O prefeito Assis Ramos (PMDB), através da secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, contratou a empresa para os serviços de locação de máquinas pesadas com operador para execução de serviços de manutenção.

Os proprietários da empresa que vão faturar as cifras milionárias dos cofres da prefeitura com um único contrato são: Antonio Madeira da Silva Junior e Alexandre Marcus Madeira Santos.

A empresa que tem sede em João Lisboa, vai ganhar mais de R$ 7 milhões, conforme estrato publicado no Diário Oficial. O contrato foi assinado no dia 29 de junho de 2018 e tem validade de 12 meses.

conforme a publicação no Diário Oficial. Veja abaixo.




Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia prende homem por estuprar sobrinha de oito anos em Imperatriz

Um jovem, identificado como Jhone Fernandes Leite Pereira, 21 anos, foi preso na avenida Beira-Rio, em Imperatriz, suspeito de pedofilia.

O homem é acusado de abusar sexualmente de uma sobrinha de oito anos. Após ser preso, outra sobrinha o denunciou pelo mesmo crime.

De acordo com informações policiais, o abuso contra a menina de oitos, teria acontecido no m da tarde de sábado (20). Segundo foi apurado, após o abuso, a criança informou aos familiares sobre o ocorrido. Todos foram para a delegacia, inclusive, o suspeito.

“Chegando na delegacia se comprovou o abuso, após exames”, informou o delegado regional, Eduardo Galvão, ressaltando que logo em seguida, o suspeito recebeu voz de prisão e foi autuado em agrante por pedofilia, crime previsto no Artigo 217-A.

“Outro fato que chamou a atenção é que não é a primeira vez que o suspeito praticava o ato. Não apenas com ela, há outra sobrinha, também, que ele praticou o mesmo ato. E, elas haviam combinado, caso voltasse a ocorrer com qualquer uma delas, que o denunciariam, e assim zeram. A criança de oito anos denunciou e indicou a outra como sendo vítima dele”.

Em relação à segunda vítima, a Polícia Civil vai instaurar um segundo inquérito para apurar a conduta de Jhone Fernandes Leite Pereira. Ele foi levado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI), antiga CCPJ, onde deve passar por uma audiência de custódia.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Acusado de estelionato em Imperatriz se apresenta à polícia

Avenildo Aquino Pinto, de 26 anos, que é acusado de estelionato, apresentou-se à Polícia Civil, na tarde dessa quinta-feira (18). Ele se apresentou acompanhado de um advogado e negou que tenha aplicado golpe em várias pessoas na cidade.

Em depoimento, o homem admitiu “que realmente havia uma empresa aberta, devidamente credenciada junto ao Banco do Brasil, em nome de Adriano, que é um segundo individuo, que também faz parte do golpe. Só que este endereço, a princípio, seria na avenida Liberdade, 222, Vila Cafeteira, onde funcionou o primeiro correspondente bancário”, explica o delegado regional, Eduardo Galvão, ressaltando o homem armou que só assumiu a direção do empreendimento a
partir do dia 5 de janeiro.

“Ele migra para a Rua do Arame, na Vilinha, e partir de então começa efetuar os pagamentos até que na última sexta-feira, a máquina foi bloqueada. Ele teria ligado para o gerente do Banco do Brasil, que teria informado que o bloqueio foi em virtude de denúncias perante ao correspondente bancário, no reconhecimento dos recebíveis”, reforça o delegado.

Para a polícia, Avenildo mentiu. “Ao longo do depoimento, a gente verifica que a todo instante ele está mentido. Descobrimos efetivamente, que ele e o Adriano montaram duas empresas. Essas duas empresas têm nomes quase idênticos. Uma é Mais Promotora Imperatriz, que é a empresa que foi credenciada junto ao Banco do Brasil, e a outra MA+ Consultoria. Essa segunda empresa, também, sediada na Avenida Liberdade, no endereço de origem do primeiro correspondente, QUE foi aberta com documentação falsa”, detalha o delegado.

“Você pega o CNPJ das duas empresas e números de telefone, são os número do Avenildo. Terceiro ponto que associa os dois indivíduos para aplicar golpes no Banco do Brasil e a empresa Logue Mais, que é uma empresa intermediária, que funciona no estado da Bahia. Junto a Logue Mais, consta a empresa do Adriano, mas a empresa é do Avenildo. São situações que para a polícia não resta dúvida de que os dois se estão juntos desde o início para aplicar golpes contra o Barco do Brasil, contra a Logue Mais e contra todos os que procuraram o banco postal para pagar boletos”.

O delegado regional Eduardo Galvão ressalta que a partir de depoimento de Avenildo, a situação muda completamente. “Estamos colhendo depoimentos, precisamos ouvir, agora, o gerente do Banco do Brasil, o representante da empresa da Bahia já foi ouvido. E a partir de então, a orientação é que todas as pessoas que foram lesionadas, que procuram o Banco do Brasil para ter seus boletos compensados”, reforça o delegado.

Após ser ouvido, Avenildo Aquino Pinto, foi liberado, mas foi indiciado por estelionato e falsidade ideológica. Ele não ficou preso, mas deve ter um mandado de Prisão Preventiva expedido pela Justiça no decorrer das investigações.

Do Imirante.com


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Estelionatário abre falso banco postal e aplica golpe em Imperatriz

Um homem instalou um banco postal no bairro Vilinha, em Imperatriz, e aplicou um golpe ao fingir o pagamento das contas dos moradores. Ele foi identificado pelos moradores como Marcos Avenildo, mas o nome verdadeiro dele é Avenildo Aquino Pinto, de acordo com a polícia.

O aposentado Osmar dos Santos terá que gastar mais dinheiro com as contas. Ele disse que pagou mais de 160 reais para as companhias de energia e água, mas descobriu que não foi dado baixa no sistema.

O “banco postal” funcionou por duas semanas até que, na última sexta-feira (12), supostos funcionários teriam retirado os computadores. No local havia até um adesivo na parede com a logomarca do Banco do Brasil, segundo os moradores que só descobriram que o lugar era falso após as contas começarem a ser cobradas.

O mestre de obras Gilson Rodrigues teve um prejuízo de aproximadamente 900 reais com o pagamento de boletos, incluindo a conta de energia. Ele contou que não dava para desconfiar do local.

“A gente acreditou porque viu o símbolo na parede do Banco do Brasil. Lá dentro a gente viu que tinham câmeras focando a gente. Imaginávamos que era uma coisa mesmo atualizada pelo Banco. Aqui teve gente que pagou até de quatro mil, seis mil reais para esse indivíduo”, relatou.

Diante das contas que acreditavam ter sido pagas, os moradores não têm ideia de como proceder. O eletricista Mizael da Silva está preocupado com a cobrança que a Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) poderá fazer nos próximos dias.

“Quando a CEMAR vier na porta da gente o que a gente vai dizer? Como é que vamos agir na hora? Como é que a gente vai fazer no momento?”, afirmou o eletricista.

Segundo o delegado regional da cidade, Eduardo Galvão, Avenildo Aquino já foi preso no município de Grajaú com o mesmo golpe e montou um suposto banco postal em outro bairro de Imperatriz, no ano passado. O delegado informou que devem ser expedidos dois mandados de prisão contra Avenildo, que ainda não foi localizado.

“Na Vila Redenção ele já havia feito centenas de vítimas e migrou para Vilinha. Embora tenha pouco tempo funcionando, já fez também uma outra centenas de vítimas. As pessoas começaram a verificar que as contas não foram pagas procuraram o Banco do Brasil. Temos certeza de que nenhuma dessas contas foi pago e que, muito provavelmente, ele não tenha nenhum vínculo com o Banco do Brasil”, declarou o delegado.

Do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Soldado do 50° BIS é assassinado em Imperatriz

Na noite desta quarta-feira 27, por volta das 23h, um jovem identificado apenas como “Rodolfo Rabello”, foi Alvejado com um disparo de arma de fogo no bairro Parque Alvorada II.

De acordo com informações a vítima é Militar do 50 Bis ainda chegou a ser socorrido mas morreu ao dar entrada no HMI. A vítima teria reagido a um assalto.

“Não há registro de que tenha sido subtraído algo, mas não podemos descartar, baseado nisso, a hipótese de latrocínio, vez que é muito comum em casos de latrocínio consumado, nada ser subtraído da vítima. Outra hipótese é que ele tenha passado pelo local, onde pessoas estivessem praticando outros crimes, como utilização de drogas, haja vista a arma que foi usada na morte”, ressalta o delegado regional, Eduardo Galvão

Visando elucidar o crime, a polícia trabalha ainda com mais uma linha de investigação, que pode ser a ligação da vítima com facções criminosas ou tráfico de drogas. “Não descartamos nenhuma linha de investigação. A hipótese mais forte é a de latrocínio ou homicídio, em decorrência de alguma situação que ele possa ter visto. Nada está descartado”, afirma o delegado.

José Rodolfo ainda foi socorrido em um veículo particular, mas morreu antes de dá entrada no Hospital Municipal de Imperatriz (HMI). No momento em que foi assassinado, Rodolfo se dirigia a casa do irmão, o cantor Ruggério Rabello. Ele estava numa moto, e os suspeitos estariam em outra


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é preso acusado de ser mandante da morte de empresário em Imperatriz

Nesta quarta-feira (27), a Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), o DCRIF/SEIC e o Serviço de Inteligência da SSP prenderam Raimundo Rômulo de Sousa, vulgo Pastor, em Imperatriz.

A prisão foi em decorrência ao cumprimento de dois mandados de prisão preventiva expedidos pelos juízes da Central Inquérito e Custódia de Imperatriz e pela 1ª Vara Criminal de São Luís.

Segundo informações da polícia, no dia 27 de abril de 2017, o empresário Valdiney Pereira da Silva, 41 anos conhecido como “Ney da Padaria”, que era proprietário da ‘Panificadora Todas Tortas’, foi morto pelos policiais militares Cabo Wilson Castro do Nascimento e Soldado Hermano Lima de Queiroz a mando de Raimundo.

Os PMs estão presos no Comando Geral em São Luis.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Proposta de Léo Cunha garante novo Restaurante Popular para Imperatriz

A cidade de Imperatriz, localizada na Região Tocantina, vai ganhar nessa quinta-feira (21) um novo e moderno Restaurante Popular e Universitário. A instalação da unidade é resultante de uma proposta do deputado estadual Léo Cunha (PSC) apresentada ao Governo do Maranhão. Nos últimos anos, o parlamentar vinha trabalhando na defesa desse projeto e articulando com o governador Flávio Dino (PCdoB) e o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, para que o município fosse contemplado com essa obra.

“Essa é mais uma importante conquista que obtivemos para cidade de Imperatriz. A chegada dessa unidade do Restaurante Popular amplia a oferta de atendimento de refeições com preços acessíveis a população. Fico gratificado em poder ter contribuído para que esse projeto virasse uma realidade. Agradeço em nome do povo de Imperatriz ao governador Flávio Dino por ter atendido esse projeto”, destacou o parlamentar.

O novo Restaurante Popular e Universitário vai ofertar diariamente cerca de 1000 refeições, sendo 400 delas, destinadas aos estudantes da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul).

A proposição de número 212/17 publicada dia 10 de março desse ano no Diário da Assembléia Legislativa, especifica que o projeto beneficiará trabalhadores formais e informais de baixa renda, desempregados, estudantes, aposentados, moradores de rua e famílias em situação de risco de insegurança alimentar nutricional.

“Açailândia, por meio de uma das minhas propostas, foi uma das cidades beneficiadas com um restaurante do Governo do Estado e agora Imperatriz ganha este presente, porque é muito importante adquirir a produção agrícola, colocar refeições de baixo custo e de boa qualidade para as pessoas”, disse Léo Cunha.

O deputado Léo Cunha defende que a implantação de um Restaurante Popular a nível estadual ampliará a rede de atendimentos para a população com mais comodidade e ainda levará benefícios para o setor agrícola, já que o município possui uma vasta produção na zona rural que pode priorizar a aquisição de gêneros alimentícios produzidos na própria região, com entrega direta no local, como forma de reduzir custos e garantir qualidade e geração de renda aos agricultores locais.

“A população de baixa-renda e os estudantes serão beneficiados com esta grande ação social, todos sairão ganhando. Quero deixar registrado este agradecimento ao governador Flávio Dino, porte ter olha para Imperatriz com carinho e viabilizado o Restaurante Popular para nossa cidade o mais rápido possível”, finalizou o deputado Léo Cunha.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.