Crime

Criminosos explodem dois bancos em Igarapé Grande

Uma quadrilha especializada em assalto a banco explodiu duas agências bancárias, na madrugada desta quarta-feira (6). Eles invadiram os bancos do Brasil e Bradesco, do município de Igarapé Grande.

A quantia roubada pelos criminosos ainda não foi divulgada. Este é o segundo caso registrado em 2016. Em Alto Alegre do Pindaré, bandidos destruíram parcialmente uma agência do Banco Bradesco durante a madrugada dessa terça-feira (5). Os caixas eletrônicos do banco ficaram danificados com a explosão.

De acordo com o Sindicato dos Bancários do Maranhão (Seeb-MA), em 2015, foram registradas 94 ocorrências entre assaltos, arrombamentos e saidinhas bancárias. Em 2014, foram 75 casos.

1452064380-597633874


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Weverton Rocha é amigo íntimo de membro de organização criminosa

Weverton Rocha e as relações perigosas com Erlânio Xavier, apontado como membro de (ORCRIM).

Weverton Rocha e as relações perigosas com Erlânio Xavier, apontado como membro de ORCRIM.

Denunciado à Justiça pelo Ministério Público Federal (MPF) por irregularidades no Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem Urbano), o ex-secretário de Estado de Esporte e Juventude e deputado federal, Weverton Rocha Marques de Sousa (PDT), não perde o costume de ter como amigos íntimos pessoas envolvidas em escândalos à nível nacional, à exemplo do vice-prefeito eleito de Igarapé Grande, Erlânio Furtado Luna Xavier (PDT), que teve sua residência como alvo de busca e apreensão, além de monitoramento (sim, o mesmo de ser preso) com tornozeleira da Operação Allien, da Polícia Federal.

Mesmo a PF desencadeando Operação no dia 20 de setembro do ano passado, as relações perigosas não impediram que Weverton Rocha fosse prestigiar ao aniversário do amigo íntimo que ocorreu no dia 22 do mesmo mês. Erlânio Xavier foi preso em Igarapé Grande por atuar diretamente no esquema de desvio de recursos do Fundeb de Paço do Lumiar, por meio de sua empresas Luna e Macedo Xavier.

A intimidade e as relações perigosas entre eles fez com que o parlamentar fizesse uma surpresa para seu amigo correligionário Erlânio Xavier. No aniversário do empresário/político, que é apontado pela Polícia Federal como “membro de organização criminosa”, o deputado chegou à fazenda no município de Igarapé Grande e participou do almoço de comemoração como se nada estivesse acontecido.

Emocionado com a presença de Rocha , o vice-prefeito mostrou total intimidade ao dizer. “Meu núcleo de amizades fiéis continua grande”, ponderou.

Erlânio Xavier foi pego em escutas autorizadas pela Justiça Federal que revelam sua participação e dos seus irmãos Kleverson Furtado Luna Xavier e Arlindo de Moura Xavier Júnior na (ORCRIM). Confira abaixo dados da Polícia Federal:

Documento da Polícia Federal.

Documento da Polícia Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Bomba! Empresa de vice-prefeito eleito de Igarapé Grande atuou em desvio de recursos do Fundeb

Erlânio Xavier na mira da PF.

Erlânio Xavier na mira da PF.

Em gravação autorizada pela Justiça Federal – e obtida com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira (veja abaixo), a Polícia Federal do Maranhão interceptou conversas nada republicanas do vice-prefeito eleito em Igarapé Grande, Erlânio Furtado Luna Xavier, proprietário das Construtoras Luna e Macedo Xavier, com a ex-secretária de Educação de Paço do Lumiar, Maria Amélia Carvalho Everton, presa na Operação Allien, que desarticulou uma quadrilha que atuava no desvio de recursos do Fundeb daquele município.

No dialogo, Erlânio recebe ligação da ex-secretária e diz: “diga dona Amélia”. Em seguida, ela responde: “ei Erlânio (?) Uma notícia boa pra nós rapaz, uma notícia boa”, diz a membra da organização criminosa, referindo-se a liberação de recurso federal para construção de um creche.

De fato, as empresas de Erlânio sempre venciam as principais licitações de obras voltadas para Educação. E mais: a construtora recebia a verba, oriunda do Governo Federal, e não realizava de forma correta conforme estipulava a clausula contratual.

Os paços de Erlânio Xavier não se limitavam apenas em Paço do Lumiar. De acordo com a Polícia Federal, com o desdobramento da Operação Allien, foi descoberto que o empresário também mantinha um elo com outras prefeituras, que estão sendo alvo de uma nova investigação.

O esquema que desviou milhões em Paço do Lumiar – e tem o vice-prefeito eleito de Igarapé Grande como membro da organização criminosa – é apenas a ponta do iceberg.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.