Judiciário

Desembargador enfrenta problemas na Justiça por herança do pai

O desembargador Jorge Rachid Mubarack Maluf, junto com mais quatro irmãos enfrenta um processo na justiça referente contestação do irmão por parte de pai, Mauro Sérgio Amorim, que exige sua parte na herança da família.

A decisão judicial que reconheceu a filiação de Mauro Sérgio determinou que ele tem direito a 1/6 dos bens do espólio de seu pai, Rachid Ayoub Maluf, falecido há doze anos.

Na ação de inventário, o juiz Titular da 12ª Vara Cível, Sebastião Joaquim Lima Bonfim, deixa claro que o meio irmão, fruto de um caso fora do casamento, não participará da divisão de bens deixados pela mãe do desembargador Rachid, Alice Mubarack Maluf, falecida em 1988, por não ter parentesco com ela.

A lógica deixa Mauro participar apenas dos 50 porcento da herança que os filhos têm direito. Os demais 50 que pertenciam à mãe, foram distribuídos entre os cinco filhos do casal.

Após apresentação da proposta de partilha dos bens e imóveis da família, o juiz decidiu que a divisão de bens para cada um dos cinco irmãos totaliza o valor de R$ 567.256,23.

Mauro que totalizou o quinhão de R$ 257.843,74, abaixo dos outros irmãos, agora cobra na justiça que a família pague os quase dois millhões de reais que seria o valor acumulado em aluguéis de seu espólio durante os últimos doze anos, mesmo período do falecimento de seu pai.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.