Crime

Polícia prende homicida em Timon

Após um intenso trabalho de investigação e levantamentos, a Delegacia Especializada de Homicídios de Timon, apoiada pela Polícia Civil de Teresina, realizo a prisão de Gustavo Evangelista de Lima, conhecido como Canú. De acordo com a Polícia, ele é apontado como um dos autores do assassinato de Orlando Lopes de Moraes, crime ocorrido na cidade de Timon.

Segundo o delegado Ricardo Herlon Freire, Canú já estava com a prisão decretada pelo juiz da 2º Vara Criminal da Cidade, pelo crime de homicídio.

O crime aconteceu no dia 1º de abril em Timon. conforme Laudo Cadavérico, a vítima Orlando Lopes, foi alvejada com mais de 20 disparos de arma de fogo.

Crime – No dia do homicídio, a vítima e os familiares comemoravam aniversário da mãe dele no balneário, denominado Chico 18 em Timon, quando Canú, em companhia de mais dois comparsas, se aproximaram e dispararam vários tiros de pistola calibre 380, atingindo a vítima.

De acordo com a polícia, já havia sido preso em Teresina, Fabrício Pereira de Castro, o Fabricinho, comparsa de Canú, e apontado pela Delegacia de Homicídios de Timon, como sendo coautor do crime.

Investigações e levantamentos da Polícia Civil de Timon, também apontaram Canú, como sendo um dos chefes do tráfico de entorpecentes na Zona Sul da Cidade de Teresina.

Na Delegacia, Fabricinho e Canú, negaram a participação no crime, no entanto, foram reconhecidos por várias testemunhas, localizadas pela Polícia Civil. O inquérito policial acerca do caso tramita na Delegacia de Homicídios e será encaminhado ao Poder Judiciário nos próximos dias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.