Poder

Grêmio Lítero Português virou criadouro do Aedes Aegypti

Quem passa em frente ao Grêmio Lítero Recreativo Português, no Anil, se assusta com o cenário de abandono. O clube já foi palco de muitas festas tradicionais e bailes grandiosos, que atraía não só os sócios, mas a elite ludovicense.

Os anos áureos ficaram para trás e só restaram as lembranças e as ruínas. O local deu lugar ao mato, lixo e muito sujeira. As piscinas atrativas e convidativas só servem, atualmente, de criadouro para o mosquito Aedes aegypti.

A falta de manutenção e conservação do local destruiu não só a estrutura física do clube, mas uma opção rica de lazer, entretenimento e convivências em São Luís; sobraram apenas as lembranças de quem um dia teve o prazer de desfrutar do espaço.

Prestes a completar 85 anos de fundação, o Grêmio Lítero Recreativo Português tornou-se um idoso cheio de cicatrizes marcadas pelo abandono e desprezo, mas cheio de vida nas lembranças dos frequentadores.

IMG-20160428-WA0023

IMG-20160428-WA0024

IMG-20160428-WA0025


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.