Poder

Por qual motivo a política afetaria o trabalho de Flávio Dino na Embratur?

Flávio Dino, presidente da Embratur

Flávio Dino, presidente da Embratur

É de fato as discordâncias políticas do ex-deputado federal e atual presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB). Dino um dos principais adversário ferrenhos da família Sarney na política maranhense, simplesmente deu uma alfinetada em Sarney e no novo substituto do ex-ministro do Turismo Pedro Novais (PMDB), Gastão Vieira (PMDB).

O presidente da Embratur, Flavio Dino, comentou após a realização da posse de Gastão Vieira, novo ministro do Turismo, que “as especificidades da política no Maranhão não irão de forma alguma atrapalhar ao trabalho desenvolvido entre o órgão e Gastão Vieira. Será ?

O novo ministro do Turismo, Gastão Vieira, que tem um histórico político e pessoal de total ligação ao presidente do Senado Federal, José Sarney (PMDB), Fernando Sarney além da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), que é declaradamente rival política do presidente da Embratur, Flávio Dino.

Flávio Dino chegou a afirmar coisas de tal forma como se isso fosse algo pessoal, ou melhor, indicação de Sarney. “sou de fato adversário político do grupo Sarney. Porém, temos uma base de apoio a presidente Dilma Rousseff e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, PMDB, também tem participação nessa base”.

Ao analisar todo o contexto, se percebe o desgosto do presidente da Embratur, Flávio Dino, e receio de represálias por parte do ministro. De fato, a Pasta do Turismo ainda pertence a Famiglia Sarney.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Denúncia do blog repercute nacionalmente

Mais uma vez este blog ganhou destaque na imprensa nacional.

A página do jornalista Cláudio Humberto na internet está dando amplo destaque a denúncia postada aqui no blog, de que, quando deputado, Gastão Vieira financiou obra inacabada no município de Buriticupu.

O recurso destinado a obra foi depositado na conta da prefeitura de Buriticupu em dezembro de 2008 pelo Ministério do Turismo. Gastão Vieira hoje é ministro do Turismo.

A Folha de S.Paulo também deu destaque a matéria do blog, porém sem dar os créditos. Mesmo tendo entrado em contato com o titular deste blog, o jornalista Fernando Barros de Mello preferiu chupar a matéria.

Blogs locais também reproduziram a denúncia. Abaixo, reprodução de post do jornalista Cláudio Humberto:

Matéria do blog reproduzida no site do jornalista Cláudio Humberto.

Matéria do blog reproduzida no site do jornalista Cláudio Humberto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Gastão Vieira priorizou destinar emendas aos municípios onde tem eleitores

O novo ministro do turismo Gastão Vieira (PMDB), deu prioridade a quatro pequenas cidades nas quais foi o candidato a deputado mais votado ao propor emendas ao Orçamento para infraestrutura turística no Maranhão.

Gastão trocou emendas por votos.

Gastão trocou emendas por votos.

Os municípios – São João dos Patos, Araioses, São Bento e Loreto – foram beneficiados por uma emenda de R$ 2,5 milhões no Orçamento de 2011. A emenda foi apresentada no fim do ano passado, quando Gastão já havia sido reeleito e tinha em mãos o mapa de sua votação. Nas quatro cidades, ele foi o líder disparado nas urnas, com mais de um quarto dos votos válidos – em Loreto, abocanhou 41% do eleitorado.

Apesar de nenhuma das cidades não serem nacionalmente famosas por suas atrações turísticas, Gastão disse que elas têm “clara vocação” para a atividade. O ministro, porém, admitiu que o resultado eleitoral influenciou a destinação dos recursos.

Uma segunda emenda apresentada por Gastão, que envolve R$ 1,5 milhão do Ministério das Cidades, também beneficiou redutos nos quais ele foi o candidato mais votado: Centro Novo do Maranhão, Matões do Norte e Mirador.

Segundo o peemedebista, o Ministério do Turismo, atualmente, não exige que as cidades beneficiadas por emendas tenham atrações turísticas. Ele prometeu se esforçar para mudar essa situação, mas reconheceu que, no Congresso, não seguiu o critério técnico à risca. Como exemplo, citou a destinação de recursos para a construção de praças, com recursos do Ministério do Turismo, “em cidades onde não há lazer”.

Gastão disse que Loreto, cidade para a qual propôs a destinação de R$ 487,5 mil, recebe “milhares de romeiros” em uma festa religiosa anual, e que precisa de infraestrutura para acolher os visitantes.

São João dos Patos foi qualificada pelo novo ministro como a “capital maranhense do bordado”. Ele propôs beneficiar o município, onde teve 35% dos votos, com R$ 975 mil.

(Jornal O Estado de S. Paulo)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Família Sarney 'nunca me impôs nada', diz Gastão Vieira

O novo ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB-MA), afirmou nesta quinta-feira (15) que a escolha de seu nome para o cargo não tem relação com a ligação que mantém com a família do presidente do Senado, José Sarney.

Ministro do Turismo Gastão Vieira

Ministro do Turismo Gastão Vieira

“Absolutamente, não. Eu sou ligado à família Sarney há muito tempo, e o Sarney nunca me impôs que eu fizesse nada ou deixasse de fazer”, afirmou Vieira ao chegar ao fórum nacional que o PMDB promove nesta quinta em Brasília.

Vieira foi escolhido pela presidente Dilma Rousseff para a função após Pedro Novais pedir demissão em razão de denúncia de uso de verbas públicas para fins privados e deve tomar posse nesta sexta-feira (16), de acordo com a Presidência da República.

Mais cedo, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), disse que José Sarney e a filha, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), estão satisfeitos com a escolha de Gastão Vieira (PMDB-MA), mas negou que a indicação tenha partido deles.

(Com informações do G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Obra inacabada: recursos destinados por Gastão Vieira sairam do Ministério do Turismo

Recursos sairam do Ministério do Turismo em 2008

Recursos sairam do Ministério do Turismo em 2008

O deputado federal e atual ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB) destinou em 2008 mais de R$ 400 mil de sua emenda parlamentar para a prefeitura de Buriticupu para a construção de um Balneário que beneficiaria o povoado de sagrima no município.

A obra foi orçada em R$ 445 mil e todo o recurso foi depositado na conta da prefeitura em dezembro de 2008 pelo Ministério do Turismo.

A obra encontra-se inacabada e com varias rachaduras. Na época, a empresa vencedora da licitação foi a construtora Malta, que pertence ao engenheiro João Carlos.

Am obra nunca foi concluida no município de Buriticupu

Am obra nunca foi concluida no município de Buriticupu

O fato chegou ao conhecimento da Superintendência da Polícia Federal através de uma denúncia feita por moradores do povoado de Sagrima.

Em resposta ao blog, Gastão Vieira confirmou que os recursos foram destinados através de sua emenda parlamentar. Só que atribuiu a culpa somente ao prefeito em não ter concluído a obra e que a responsabilidade de fiscalizar seria da Caixa Econômica Federal. Leia abaixo a resposta.

“A emenda parlamentar foi destinada para a obra citada sim, como várias outras que fiz ao longo de minha carreira parlamentar. Agora, quanto a execução da obra, divide-se a responsabilidade entre a Caixa Econômica Federal, de fiscalizar para que seja efetuada a liberação do recurso, e da Prefeitura Municipal, de concluí-la”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sarney articulou a nomeação de Gastão Vieira para o Turismo

A presidente Dilma Rousseff (PT) acabou confirmando o nome do deputado Gastão Vieira (PMDB) como a solução até mesmo para prestigiar o Presidente do Senado, José Sarney (PMDB) já que o ex-ministro do Turismo também é maranhense.

Eles se entendem

Eles se entendem

Houve uma grande disputa na bancada do PMDB nas ultimas horas, quando o deputado Henrique Eduardo Lyra Alves (PMDB) recebeu uma ligação urgente do vice-presidente da Republica, onde foram convocados tanto ele como o deputado federal Gastão Vieira para uma conversa com Michel Temer.

Logo após a reunião, por voltas das 22h30minh de ontem (14), foi batido o martelo e decidido o nome do deputado federal Gastão Vieira para comandar o Ministério do Turismo.

Gastão Vieira já conversou até com a presidente Dilma Rousseff, e foi confirmado, até mesmo, pelo fato do parlamentar ser afiliado político do presidente do Senado José Sarney. Há pouco antes de confirmarem o nome de Gastão, ele teria entrado em contato com Sarney durante a tarde, e Sarney pediu que ele aguarda-se que o vice-presidente da Republica Michel Temer (PMDB) estaria trabalhando a sua nomeação do cargo.

Foi justamente dessa forma, que o nome de Gastão Vieira foi construído. Veja abaixo a reportagem completa:

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Confirmado: Gastão Vieira é o novo ministro do Turismo

Gastão Vieira como o vice-presidente, Michel Temer após reunião

Gastão Vieira como o vice-presidente, Michel Temer após reunião

O deputado Gastão Vieira (PMDB-MA) já aceitou o convite para ser o novo ministro do Turismo, substituindo Pedro Novais, que pediu demissão nesta quarta. Ele já conversou nesta noite como o vice-presidente, Michel Temer, e vai falar ainda com a presidente Dilma Rousseff.

O nome do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) foi descartado na noite desta quarta-feira, depois de uma conversa entre Temer e a presidente Dilma Rousseff. Outro nome cotado era do deputado Manoel Júnior (PB). A bancada do partido, por sua vez, rejeitou a orientação da presidente, que preferia alguém de fora do PMDB.

O episódio também teve o condão de atrapalhar um processo de aproximação que Dilma buscava com o PMDB.

Por fim, a queda de Novais e a novela da substituição pelo deputado federal maranhense Gastão Vieira ofuscaria a tentativa do PMDB de se mostrar como uma força nas eleições de 2012, principal objetivo do Congresso do partido que acontece em Brasília.

Veja abaixo a trajetória de vida do novo ministro do Turismo:

O deputado federal Gastão Vieira está em seu quinto mandato na Câmara.

Formado em ciências jurídicas pela UFMA (Universidade Federal do Maranhão), foi secretário de Planejamento do Maranhão durante o governo de Edison Lobão (1991 a 1994), atual ministro de Minas e Energia, e secretário de Educação no primeiro mandato de Roseana Sarney (1995 a 1998), filha do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Filiado ao PMDB em 1985, deixou o partido em 1990, quando atuou pelo PSC. De volta ao PMDB em 1994, elegeu-se deputado federal pela primeira vez no mesmo ano.

Antes disso, foi deputado estadual no Maranhão por dois mandatos, de 1987 a 1995.

(Do Presidente 40)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Gastão Vieira deve substituir Pedro Novais no Turismo

O PMDB aguarda a chegada do vice-presidente da República, Michel Temer, a Brasília, prevista para as 16h, para que ele leve à presidente Dilma Rousseff uma lista de nomes para substituir Pedro Novais no Ministério do Turismo.

Gastão Vieira poderá ser o novo ministro do Turismo

Gastão Vieira poderá ser o novo ministro do Turismo

Os nomes foram discutidos em reuniões da cúpula peemedebista ao longo da manhã e tarde desta quarta-feira. A pré-condição estabelecida foi que os integrantes da lista fossem deputados.

Novais perdeu as condições de permanecer no cargo depois de uma sequência de duas reportagens da Folha nesta semana mostrando que ele usava um cargo de assessoria parlamentar para pagar uma empregada doméstica e que um servidor da Câmara atuava como motorista de sua mulher.

O favorito do líder na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), é o piauiense Marcelo Castro, que enfrenta resistências no Planalto e na própria bancada.

Os outros dois nomes citados foram Lelo Coimbra (ES), que foi vice-governador no primeiro mandato de Paulo Hartung, e Gastão Vieira (MA), que conta com lobby do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e da governadora Roseana Sarney (MA).

O inconveniente de Coimbra é ser considerado independente demais em relação ao núcleo dirigente do PMDB.

O ministro Moreira Franco (SAE) e o vice-presidente de pessoa jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima, deixaram a lista pelo fato de não serem deputados.

(Com informações do blog Presidente 40)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Gastão Vieira chama PMDB de ‘partido dos traíras’; ouça

O presidente da Comissão Especial do Plano Nacional de Educação, deputado federal Gastão Vieira (PMDB), dessa vez passou dos limites.

Gastão Vieira, detona com a cupula do PMDB

Gastão Vieira, detona com a cupula do PMDB

Durante o quadro “CQC Elege o Pior Parlamentar do Brasil”, elaborado pelo programa CQC e realizado no dia, 29, de Agosto do mês anterior.

Gastão Vieira, ao ser entrevistado pelo repórter Rafael Cortez, do CQC, foi informado que o partido a qual pertence, está na lista dos que mais traíram, em resposta Gastão disse que “o PMDB não é o mais traído, e sim o partido mais traíra”, afirmou.

“O PMDB tem uma característica, todo mundo manda, ninguém obedece e cada um faz o que quer”.

Marcelo Tas apresentar do programa CQC, ficou surpreso com as declarações de Gastão, e chegou a elogia-lo pela atitude chamando de sincero e parabenizando.

Veja abaixo as fortes declarações feitas por Gastão Vieira contra a cúpula do PMDB:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Direito de resposta do deputado federal Gastão Vieira

Deputado federal Gastão Vieira

Deputado federal Gastão Vieira

O deputado federal e presidente da Comissão de Educação, Gastão Vieira (PMDB), em resposta enviada ao blog, a respeito do post ‘Gastão Vieira destinou emenda para obra inacabada‘, o deputado confirma que foi destinada emenda parlamentar a prefeitura de Buriticupu, só que joga a total responsabilidade na Caixa Econômica Federal, e no prefeito Francisco Primo (PDT).

Embora, mesmo que divida-se a responsabilidade, Gastão Vieira poderia também fiscalizar a origem de sua emenda que foi destinada ao município.

Leia Abaixo, o direito de resposta do deputado federal Gastão Vieira.

A emenda parlamentar foi destinada para a obra citada sim, como várias outras que fiz ao longo de minha carreira parlamentar. Agora, quanto a execução da obra, divide-se a responsabilidade entre a Caixa Econômica Federal, de fiscalizar para que seja efetuada a liberação do recurso, e da Prefeitura Municipal, de concluí-la. Não me manifestei antes porque não fui procurado pelo autor do blog para dar a minha versão do assunto tratado.

GASTÃO VIEIRA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.