Política

Gastão Vieira é exonerado da presidência do FNDE

1480364513-426173419

O ex­-deputado federal Gastão Vieira (Pros) foi exonerado ontem da presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e em seu lugar foi nomeado Silvio Pinheiro (PSDB) da Bahia.

Ele teria sido indicado DEM, de ACM Neto. Gastão Viera permanecia no FNDE desde abril de 2015, no Governo Dilma, mas não resistiu ao fim do ano de mudanças e teve de deixar o cargo.

O novo presidente do FNDE foi secretário de Urbanismo de Salvador e coordenador da campanha do atual prefeito da capital baiana. Há duas semanas, Gastão fez um pronunciamento duro contra as investidas do senador Roberto Rocha (PSB), com apoio dos também senadores João Alberto e Edison Lobão, ambos do PMDB, pelo comando do órgão federal.

João Alberto chegou a admitir publicamente que “pediram a cabeça” do ex­deputado ao presidente Michel Temer (PMDB). Durante passagem pela cidade de Colinas, onde vistoriou obras bancadas com recursos do FNDE, Gastão Vieira bateu forte nos três senadores.

image-103-640x410


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Olga Simão é cotada para substituir Gastão no FNDE

olgasimao

O presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Gastão Vieira (Pros), pode deixar o cargo a qualquer momento, segundo informou fontes fidedignas ao Blog do Neto Ferreira.

E o nome mais cotado para substituir Vieira é Olga Simão, que já foi secretária de Educação, Ciência e Tecnologia e da Cultura.

O motivo seria a aproximação de Gastão Vieira com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

De acordo com as informações, Dino estaria recebendo alguns benefícios, e por conta disso, a cúpula do PMDB está reavaliando a permanência de Gastão no cargo, uma vez que ele foi indicado pelos senadores Edison Lobão e João Alberto a pedido da ex-governadora Roseana Sarney, ambos do PMDB.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Gastão Vieira desabafa sobre a traição de Roberto Rocha com Flávio Dino

Gastão Vieira, que atualmente preside o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), fez um profundo desabafo nas redes sociais em relação à conjuntura política atual no Maranhão e, nas entrelinhas, ainda alfinetou o senador Roberto Rocha (PSB) pela ‘trairagem’ com o governador Flávio Dino (PCdoB).

Nesta terça-feira (23), o Blog Neto Ferreira  publicou uma matéria que expõe a intervenção de Dilma Rousseff (PT) em duas cidades maranhenses em troca de votos contrários ao impeachment no Senado Federal (Reveja).

De acordo com a publicação, a presidente afastada determinou que o PT rompesse a aliança com o PCdoB em Codó e em Timon a pedido dos senadores João Alberto (PMDB) e, pasmem, Roberto Rocha, o senador ‘amigo’ de Dino nas eleições de 2014.  Eles ainda queriam intervenção em São Luís, Imperatriz e Balsas. No entanto, o presidente do PT, Rui Falcão, não permitiu.

A intervenção do PT no Maranhão evidencia uma dupla traição contra Flávio Dino: uma por parte do senador Roberto Rocha e a outra pela presidente afastada Dilma Rousseff, a quem tanto Dino defendeu e lutou para manter no cargo.

Ainda no domingo (21), dias antes da exposição da traição, Gastão Vieira disparou: “O Flávio afirmava que precisava de um senador de oposição que o ajudasse. O senador de oposição vota igual a João Alberto e Lobão, e quem ajuda Flavio sou eu. Mais uma vez enganaram o eleitor e eu fui a vítima. O que fazer? Acreditar que a vez é minha? Sinceramente, por intuição, escolho o caminho mais difícil, mais incerto! Estou certo?”

Gastão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito de Monção reúne-se com presidente do FNDE

thumbnail_IMG-20160504-WA0017

Glauber Andrade, coordenado do programa saúde bucal do município de Monção, Prefeito Queiroz, Presidente do FNDE Gastão Vieira e o Deputado Federal Jucelino Filho.

O prefeito Queiroz esteve reunido nesta terça-feira (3), com o presidente do FNDE Gastão Vieira na tentativa de trazer soluções duas obras de duas creches tipo B e C que foram abandonadas na gestão da ex-prefeita Paulinha.

Segundo informou o prefeito, o presidente do FNDE pediu que o município fizesse um Termo de Ajustamento de Conduta – TAC junto ao Ministério Público Federal o mais breve possível. “Pela primeira vez diante de inúmeras vezes que procurei pessoalmente o ministério para tentar resolver esse problema, o povo de Monção teve a palavra firme do atual presidente do FNDE que por sinal é maranhense.”, falou Queiroz. “Fiquei muito feliz pelas belas e firmes palavras do presidente.”, finalizou ele.

Além de buscar melhorias na educação, o prefeito fez uma visita ao ministério da agricultura onde conseguiu para os agricultores monçonenses uma patrulha mecanizada. “Não meço esforços para ajudar minha terra e quero informar ao povo que também fui na Funasa pedir a liberação dos kit’s sanitários para a comunidade do Povoado Castelo.”, disse o prefeito Queiroz.

Amanhã o gestor estará visitando outros órgãos federais para que ainda mais benefícios cheguem ao municípo de Monção.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Gastão Vieira é nomeado presidente do FNDE

G1, MA

gastao

O ex-ministro do Turismo e ex-deputado federal Gastão Dias Vieira (Pros) foi nomeado pela presidenta Dilma Rousseff (PT) para presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão é responsável pela execução de políticas educacionais do Ministério da Educação (MEC) e convênios na área de Educação com os 26 Estados e Distrito Federal. O ato de nomeação de Gastão Vieira e exoneração de Antônio Idilvan de Lima Alencar foi publicado na edição do Diário Oficial da União desta quarta-feira (6).

Por meio das redes sociais, ele revelou surpresa com a nomeação. “Uma vida cheia de inesperados desafios. Acabo de ser nomeado Presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, do Ministério da Educação. Orem por mim”, escreveu.

Gastão Vieira foi também secretário de Educação e Planejamento no governo do Maranhão e integrou a Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.
Atualmente, Gastão Vieira é o presidente da Executiva Estadual do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) no Maranhão.

gastaoface


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Edinho Lobão e Gastão Vieira são representados por propaganda eleitoral irregular

A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE/MA) propôs representação, com pedido de liminar, contra candidatos por propaganda irregular no Centro Histórico de São Luís. Foram representados o candidato a governador, Lobão Filho, o candidato a senador Gastão Vieira. Além deles o candidato Zeluis Lago.

A irregularidade consiste na veiculação de propagandas em bem particular que integra o conjunto arquitetônico e paisagístico da cidade de São Luís e se encontra tombado pelo governo federal, cuja permissão depende de prévia autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para que seja afixada propaganda.

Segundo o procurador eleitoral auxiliar Juraci Guimarães Júnior, a propaganda eleitoral é proibida em imóveis localizados na área objeto de tombamento federal e estadual, pois além de deteriorar esses bens causa evidente poluição visual.

“O Ministério Público Eleitoral, junto com o Iphan, aumentou a fiscalização dessa propaganda eleitoral irregular e vai buscar a punição severa dos candidatos que desobedecerem a legislação de proteção ao patrimônio histórico e paisagístico,” garantiu.

Apesar dos candidatos terem sido notificados pelo Iphan e pelo MPE sobre a irregularidade, as propagandas não foram removidas, desobedecendo a legislação. Na representação, o MPE requer a retirada imediata das propagandas eleitorais no Centro Histórico de São Luís e pagamento de multa de até R$ 8 mil.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Gastão Vieira é contra o transporte alternativo no Maranhão

Gastão Vieira.

Gastão Vieira.

Em recente programa eleitoral na televisão, instado sobre o fim do transporte alternativo como uma posição para ilegalidade, o deputado federal e candidato a senador pelo PMDB, Gastão Dias Vieira deixou claro a sua posição: apóia qualquer legislação que acabe com essa exploração de transporte de massa.

Ao que se percebe, o christian louboutin schuhe online,ralph lauren uk,louis vuitton bags sale,michael kors sale uk,cheap wedding dresses online pretendente a senador, se eleito for, fará uma lei para coibir uma alternativa que o usuário de transporte tem até quando o sistema tradicional entra em greve.

Pelo seu inerte entendimento, o profissional do volante não pode nunca virá empresario. Tem que ser motorista ou cobrador.

Mas o pior de tudo é a declaração de derrota do candidato Gastão Vieira em relação ao seu companheiro de chapa na majoritária, senador Edinho Lobão. Ele disse no programa eleitoral sobre o interesse em ser senador do Maranhã independentemente de quem seja governador, sua cor ou filiação partidária.

Em outras palavras, Gastão Busca salvar a própria pele.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Vídeo pró-Gastão confirma que Dilma não apoia Edinho Lobão

Com três dias de campanha no horário eleitoral na televisão, o candidato a governador apoiado pela oligarquia Sarney, Edinho Lobão (OMDB), não consegui convencer a presente Dilma Rousseff (PT), a gravar uma inserção no seu vídeo.

Até o momento, a presidente que disputa à reeleição, só gravou para os estados em que ela possui apenas um candidato. No Maranhão ela apoia duas candidaturas, a do comunista Flávio Dino – que lidera as pesquisas, e Gastao Vieira candidato ao Senado. Quem apóia Edinho é somente a Executiva Nacional do PT – por imposição da Executiva Nacional do PMDB, que nem aqui vota.

Mas, Dilma Rousseff tem um único candidato a senador pelo Maranhão: Gastão Vieira e, por isso, gravou dois vídeos pedindo votos ao seu ex-ministro do Turismo.

No primeiro vídeo Gastão vem utilizando em todas as inserções que tem direito. É a outra deve ser utilizar a partir da metade da campanha eleitoral no mês de setembro.

A ausência da presidente na campanha do milionário Edinho Lobão não se dará apenas na imagem eletrônica, mas principalmente na presença física. Ela decidiu que não vira ao Maranhão na campanha deste ano.

Tem agendado participação no Piauí, onde seu candidato o senador Welington Dias disputa novamente o mandato de governador.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Gastão Vieira carrega Monteiro como Jesus carregou a cruz

Gastão Vieira e Raimundo Monteiro.

Gastão Vieira e Raimundo Monteiro.

Às vésperas do registro das atas das convenções partidárias no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), um verdadeiro imbróglio ainda predomina no Partido dos Trabalhadores.

O PT, que iniciou a pré-campanha divido entre os interesses da direção estadual e a vontade da base partidária, apequenou-se pela demora em decidir, pelos atrapalhos, e pela nítida subserviência aos caprichos do presidente nacional Rui Falcão.

Mesmo com a definição dos filiados em indicar o candidato a vice-governador, uma resolução da Executiva Nacional priorizou em 26/05 [veja aqui] a disputa pelo senado, justificando, para tanto, que o partido só teria direito a uma vaga na chapa majoritária do PMDB e que a estratégia nacional é ampliar a bancada no Congresso.

A “priorização” era na verdade uma estratégia maquiavélica do presidente nacional da sigla, Rui Falcão, para DESCOLAR o PT do PMDB no Estado. A aliança “meia boca” serviria, entre outras coisas, para não deixar o palanque da Presidente Dilma Rousseff exclusivo e ainda beneficiar indiretamente a candidatura do comunista Flávio Dino, a quem Rui Falcão sempre defendeu abertamente o apoio do partido. Alertado da tramoia, o PMDB ficou em alerta.

A Governadora Roseana Sarney, que sempre manteve boa relação com o partido, entrou na questão e, em reunião na véspera da convenção (26/06) com dirigentes e lideranças, garantiu a indicação do candidato a vice-governador e do 1º suplente pelo PT, o que ampliaria a presença do partido na chapa, comtemplava os interesses diversos e poria fim ao impasse.

Entretanto, mesmo depois da proposta aceita pela direção estadual e pelas diversas forças políticas locais, a Executiva Nacional editou (pasmem!) no mesmo dia, outra resolução, em que “proíbe que o PT indique candidato a vice-governador” [veja aqui].

O vexame e a desautorização para a direção local encaminhar as articulações comprovou o descolamento e ainda impôs nova intervenção no partido, ao determinar aliança proporcional com o PSD-55, mesmo tendo sido aprovada chapa pura para deputado federal e estadual – o que gerou profunda revolta dos candidatos e militantes.

Após essas idas e vindas, caberá ao PT indicar somente o 1º suplente na chapa do candidato a senador Gastão Vieira.

Raimundo Monteiro, presidente estadual da legenda, mesmo INELEGÍVEL por ter sido CONDENADO em dois processos no Tribunal de Contas da União (TCU) referentes à sua passagem pela superintendência do INCRA, ainda “bate o pé na parede ” e continua reticente em declinar da disputa.

Sua insistência tem apavorado a cúpula peemedebista, sobretudo Gastão Vieira, que corre o risco de ter sua imagem de homem reto e probo aliada à imagem de um ficha suja.

Além da incontestável exposição negativa de toda a chapa durante os três meses de campanha eleitoral, em caso de eleição de Gastão, e a justiça confirmando a inelegibilidade de Monteiro, toda a chapa do Senado estaria prejudicada e Gastão não seria empossado, o que seria o velho “ganhou, mas não levou”.

Membros da direção do PT afirmam que não é desnecessário mais um desgaste para o partido e que, sem mais tempo para melindres, Monteiro deve ser rapidamente substituído.

Resta saber até quando ainda vão aceitar esse desgaste.

Resolução  PT Nacional.

Resolução PT Nacional.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Saída de Gastão Vieira do Turismo é marcada pela fraca atuação

Gastão ao lado do novo ministro.

Gastão ao lado do novo ministro.

A inexpressiva atuação de Gastão Vieira no Ministério do Turismo chegou ao fim na manhã de ontem (17), com a posse de Vinícius Nobre Lages pela presidenta Dilma Rousseff.

Vieira retorna a Câmara Federal acolhido pelo PMDB depois de ser recebido apenas 4 vezes por Dilma em mais de dois anos à frente do Turismo.

Neste semana, o peemedebista deu entrevista ao Uol onde ponderou a falta de dialogo de Dilma Rousseff com boa parde dos ministros. Foi ele quem comentou ter sido recebido 4 vezes pela presidenta.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.