Política

Empresários terão encontro com Flávio Dino e Edinho Lobão

As entidades empresariais do comércio de bens, serviços, turismo, indústria e agricultura do Maranhão realizam na próxima quarta-feira, dia 10 de setembro, às 19h, no auditório Alberto Abdalla localizado na Fiema (Retorno da Cohama), o Encontro da Classe Empresarial com os Candidatos a Governador do Estado. Aberto aos empresários de todos os segmentos, o evento irá reunir os dois candidatos com maior intenção de votos segundo as pesquisas eleitorais, Flávio Dino (PCdoB) e Lobão Filho (PMDB).

Realizado pela Associação Comercial (ACM), Câmara de Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL), Federação da Agricultura e Pecuária (Faema), Federação do Comércio (Fecomércio) e Federação das Indústrias (Fiema), o encontro tem como objetivo possibilitar um espaço amplo de visualização das propostas dos candidatos, para que os empresários possam comparar e avaliar qual pleiteante ao cargo se encontra mais preparado para gerir o processo de desenvolvimento do estado.

De acordo com as regras do evento, serão realizadas 10 perguntas aos candidatos, formuladas pelas entidades empresariais e cujo teor será o mesmo para os dois concorrentes. Os candidatos Flávio Dino e Lobão Filho terão quatro minutos para responder a cada questionamento das entidades empresariais e apresentar suas propostas e soluções para os problemas enfrentados pelos empresários maranhenses.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Com Dilma reeleita, Lobão não será mais ministro de Minas e Energia

Ministro Edison Lobão.

Ministro Edison Lobão.

A presidente da Republica, Dilma Rousseff (PT), passou a semana batendo na mesma tecla: vai mudar sua equipe de governo. E o Alvo será o Ministério de Minas e Energia.

Conhecido como ministro do apagão, Edison Lobão pertence à cota do senador José Sarney, que sempre mandou e desmandou nos setores energético do país.

Dilma sempre preferiu técnicos, amigos, pessoas altamente preparadas e não políticas. Mais o ministro maranhense foi posto pelo PMDB nacional, por ordem de Sarney.

As mudanças no ministério de Dilma Rousseff, se reeleita, deve acontecer a partir de janeiro de 2015. Caso não seja vitoriosa agora em outubro a reforma, ainda que por dois meses acontecerá na primeira quinzena de outubro.

Com a exoneração, Lobão reassume o cargo de senador da República e seu filho, se não for eleito governador, voltará as atividades empresariais. E com menos poder de negociação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão / Poder

Força Federal vai atuar nas eleições em 10 municípios do Maranhão

Os juízos eleitorais dos municípios de Alto Alegre do Pindaré, Barra do Corda, Benedito Leite, Fernando Falcão, Jenipapo dos Vieiras, Nova Olinda, Santa Luzia, São Mateus, Santa Luzia do Paruá e Zé Doca requisitaram ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão envio de força federal para garantir a segurança e a ordem pública durante as eleições 2014.

A requisição foi deferida unanimemente nesta quinta-feira, 4 de setembro, após o relator do processo, desembargador Guerreiro Júnior (corregedor), proferir voto ratificando a necessidade do reforço, destacando que o deferimento se faz pertinente “devido as situações conturbadas vivenciadas nessas localidades em pleitos anteriores, decorrentes de atos de vandalismo, incidentes envolvendo indígenas e confrontos entre grupos políticos locais, conforme noticiado pelos juízes eleitorais”.

Consultado previamente, o Governo do Estado considerou indispensável que, além das forças de segurança estaduais, fossem solicitadas forças federais para atuação nos municípios que já tenham apresentado ocorrências de tumultos e ações danosas ao patrimônio público e particular e, em outros, onde o acirramento da campanha comprometa a segurança e a tranquilidade do pleito.

O pedido agora será encaminhando pelo TRE-MA ao Tribunal Superior Eleitoral que, em sessão, aprovará ou não o envio das tropas aos municípios relacionados acima.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Edinho Lobão e Gastão Vieira são representados por propaganda eleitoral irregular

A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE/MA) propôs representação, com pedido de liminar, contra candidatos por propaganda irregular no Centro Histórico de São Luís. Foram representados o candidato a governador, Lobão Filho, o candidato a senador Gastão Vieira. Além deles o candidato Zeluis Lago.

A irregularidade consiste na veiculação de propagandas em bem particular que integra o conjunto arquitetônico e paisagístico da cidade de São Luís e se encontra tombado pelo governo federal, cuja permissão depende de prévia autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para que seja afixada propaganda.

Segundo o procurador eleitoral auxiliar Juraci Guimarães Júnior, a propaganda eleitoral é proibida em imóveis localizados na área objeto de tombamento federal e estadual, pois além de deteriorar esses bens causa evidente poluição visual.

“O Ministério Público Eleitoral, junto com o Iphan, aumentou a fiscalização dessa propaganda eleitoral irregular e vai buscar a punição severa dos candidatos que desobedecerem a legislação de proteção ao patrimônio histórico e paisagístico,” garantiu.

Apesar dos candidatos terem sido notificados pelo Iphan e pelo MPE sobre a irregularidade, as propagandas não foram removidas, desobedecendo a legislação. Na representação, o MPE requer a retirada imediata das propagandas eleitorais no Centro Histórico de São Luís e pagamento de multa de até R$ 8 mil.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Roberto Rocha e os “eco-histéricos”

O atual vice-prefeito de São Luís e candidato a senador, Roberto Rocha (PSB), quando deputado federal pelo PSDB de Aécio Neves e FHC, denominou o grupo da presidenciável Marina Silva (PSB) de “eco-histéricos”.

Quando ex-tucano Rocha presidiu a comissão de Meio Ambiente da Câmara, lá se discutiu o Código Florestal, e nesse debate o candidato a senador que se diz mudança batizou Marina Silva e aliados de “eco-histéricos”.

No comando da comissão, o PSDB resolveu postergar as discussões sobre o projeto que anistia desmatamentos florestais feitos antes de 2007 e delega poderes aos Estados na esfera ambiental.

Para agradar os ruralistas, Roberto Rocha evocou o adiamento como forma de driblar as acaloradas discussões entre ambientalistas e ruralistas. “Senão vira uma guerra santa”, disse o ex-tucano.

Relator à época do projeto, o deputado Marcos Montes (DEM) rechaçou qualquer alteração no texto. “Não tem acordo. Se mudar, eu saio da relatoria. Aliás, o presidente tem a prerrogativa de me tirar da relatoria”, disse numa referência a Roberto Rocha.

A medida de Rocha ajudou a esvaziar os debates na Comissão de Meio Ambiente. Os ruralistas comemoraram. “Vamos tocar devagar lá na Comissão de Meio Ambiente”, disse o então presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado catarinense Valdir Colatto.

O afago de Roberto Rocha aos ruralistas significaria a anistia ao desmatamento de 34 milhões de hectares entre 1996 e 2006, na Amazônia e no Cerrado.

Ao ser criticado, Rocha saiu-se com essa: “só temos que parar com esses eco-histéricos”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

TRE analisará pedidos de força federal para municípios do MA

Na sessão desta quinta-feira (4 de setembro), o plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão analisará os pedidos de envio de força federal para 10 municípios maranhenses durante as eleições 2014. O relator é o desembargador Guerreiro Júnior, corregedor.

As solicitações foram feitas pelos juízos dos municípios de Alto Alegre do Pindaré, Barra do Corda, Benedito Leite, Fernando Falcão, Jenipapo dos Vieiras, Nova Olinda, Santa Luzia, São Mateus, Santa Luzia do Paruá e Zé Doca.

A solicitação de força federal em uma eleição é feita pelo juiz eleitoral diretamente ao Tribunal Regional Eleitoral, via ofício, e-mail, fax ou telefone.

Ao receber o pedido, o TRE avalia e encaminha a solicitação ao Tribunal Superior Eleitoral que, após a análise dos argumentos, aprova ou não o envio das tropas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Edinho Lobão é condenado em R$ 203 mil por propaganda antecipada

O candidato do clã Sarney, Edinho Lobão (PMDB), e a TV Difusora foram condenados a pagar multa no valor de R$ 203.563,46, por propaganda eleitoral antecipada, após o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) confirmar a decisão do Juiz Eleitoral Ricardo Macieira.

A condenação é fruto de representação da Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE/MA) em razão do candidato ao governo do estado ter veiculado na TV Difusora mensagens alusivas ao Dia do Trabalho e ao Dia das Mães.

Nos dias 1º e 10 de maio deste ano foram transmitidas, ao longo da programação da TV Difusora, 24 mensagens relativas ao Dia do Trabalho e ao Dia das Mães, totalizando 12 minutos de propaganda.

Para o procurador eleitoral Juraci Guimarães Júnior, ficou evidente a propaganda eleitoral antecipada nas mensagens, “sob o pretexto de se divulgar mensagens de felicitações às mães e aos trabalhadores, o candidato cometeu infração de forma dissimulada”, afirmou.

Ainda segundo Juraci Guimarães, o alto valor da multa é justificado porque a propaganda foi nitidamente abusiva, realizada por meio de uma concessão de serviço público que tem alta influência na sociedade brasileira, principalmente, de baixa renda.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ao invés de fazer concurso público, Teresa Murad contrata cooperativa

A prefeita Teresa Murad, mãe da candidata a deputada Andrea Murad, ambas do PMDB), encontrou um meio fácil de não realizar concurso público para contratação de servidores.

Ela acaba de contratar em Coroatá a Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços (COOPMAR), pelo valor simbólico de R$ 13.64 1.600,00 (treze milhões, seiscentos e quarenta e um mil e seiscentos reais) para executar serviços auxiliares operacionais e apoio administrativo em caráter complementar ao município.

Com as cifras milionárias da cláusula contratual celebrada no dia 12 de agosto, a prefeitura vai contratar ou já contratou centenas de pessoas que podem ou não atuar como cabos eleitorais na campanha de Andrea Murad. Além de Coroatá, a Prefeitura de Matinha contratou e depois faz aditivo com a mesma cooperativa.

O que não pode é o Ministério Pública da cidade assistir passivamente a utilizada de cooperativas para contratar e driblar a determinação legal da exigência do concurso público nas esferas municipal, estadual e federal.

Aliás, o marido da prefeita, Ricardo Murad é useiro e vezeiro na contratação de funcionários pela via terceirizada para fugir do concurso. E assim ele vai indicando quem entender para ser funcionario publico e cabo eleitoral. Abaixo o contrato:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Justiça Eleitoral condena mais uma vez Edinho Lobão

Edinho Lobão, candidato do grupo Sarney.

Edinho Lobão, candidato do grupo Sarney.

As propagandas eleitorais produzidas pela coligação “Pra frente, Maranhão”, de Edinho Lobão, estão sendo analisadas negativamente pela Justiça Eleitoral. O candidato do PMDB vem sofrendo derrotas não somente nas pesquisas, mas também no Tribunal Regional Eleitoral pelo conteúdo agressivo que apresenta nos programas de TV.

O desespero é tão grande que no último final de semana, por exemplo, uma das propagandas de Edinho Lobão que faz referências negativas a partido. De acordo com a decisão da juíza, a coligação de Edinho deve se abster deveicular a propaganda e informou também às emissoras de rádio e TV sobre a decisão. A multa diária em caso de descumprimento da decisão é de R$ 50 mil.

Entre sexta-feira e domingo, quatro inserções de rádio e TV da coligação de Edinho Lobão foram consideradas abusivas pela Justiça Eleitoral, que determinou que o PMDB e demais partidos se abstenham de veicular esse tipo de propaganda.

As decisões tiveram caráter “liminar”, isto é, de urgência.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Deputado Waldir Maranhão pode ter o registro de candidatura cassado

Deputado federal Waldir Maranhão

Deputado federal Waldir Maranhão

Não é das mais confortáveis a situação do deputado federal, Waldir Maranhão PP). Ele pode ter o registro de candidatura cassado, depois de quatro anos escudado em um processo na Justiça Eleitoral do Maranhão.

Ocorre, porém, alguém sentou com uma bunda gorda em cima da ação em que o parlamentar não consegue explicar em sua prestação de contas da eleição de 2010 algo em torno de R$ 600 mil do qual o Ministério Público acredita na utilização do caixa dois pelo parlamentar.

Agora, o candidato tem apenas cinco dias para explicar o inexplicável do crime cometido. E como a sua situação é irreversível, Waldir Maranhão deve ser afastado da disputa.

Menos um ficha suja.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.