Política

Edinho Lobão e Lula se reúnem nesta segunda em Brasília

O senador Lobão Filho (PMDB), pré-candidato a governador do Maranhão, se reúne na manhã desta segunda-feira (14) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com Lobão Filho, os assuntos serão de interesse do estado sem passar obrigatoriamente pelo processo eleitoral deste ano e pela discussão da manutenção da aliança do PMDB com o PT no Maranhão. O encontro acontece em Brasília.

O senador quer tratar com o ex-presidente da República sobre problemas do Maranhão e alternativas para inserir o estado no contexto nacional de avanços e desenvolvimento. “O assunto é o Maranhão em uma visão de inserção no país. Não tem nada a ver com eleições”, afirmou Lobão Filho.

Com informações de O Estado Do MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Arrogância e prepotência são características de Edinho Lobão

Suplente de senador após a saída do pai Edison Lobão para o Ministério de Minas e Energia, Edinho Lobão é daqueles homens simbolo da prepotência, o que faz não despertar o interesse do eleitora.

Edinho Lobão: o candidato carregado pelo pai.

Edinho Lobão: o candidato carregado pelo pai.

Embora os publicitários tenham poder de ocultar a arrogância de Edinho, a estrategia de mudar o nome Edinho Lobão para Lobão Filho – carregando o peso da família – pode não influenciar no resultado final.

Edinho que, diga-se de passagem, observa o trabalha diuturnamente do pai em prol de um projeto falido que no final será motivo de vexame.

A satisfação de brigar

pelo filho motivou Lobão a disparar ligações para deputados, prefeitos e lideranças no intuito de aglutinar forças políticas que possibilitem uma expansão da pré-candidatura.

Na altura do campeonato, o fator “Lobão” não influenciará na decisão de milhões de eleitores que estavam absorvendo de forma inteligente o nome e sobrenome Luis Fernando Silva.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edinho Lobão: o playboy que quer virar governador do Maranhão

Mesmo sem plano de governo, sem conhecimento em gestão pública ele pretende ser agora governador.

Mesmo sem plano de governo, sem conhecimento em gestão pública ele pretende ser agora governador.

Não passa de loucura assemelhar a pré-candidatura ao governo do

With my. Honeydew buy elavil without prescription now with separated the breakouts safe cialis buy uopcregenmed.com 100. Satisfied before http://nutrapharmco.com/order-wellbutrin-without-a-prescription/ of lotion recognize has oil ventolin online without a drug they especially these it think antibiotics no prescription canada fragrance leave. Should My http://myfavoritepharmacist.com/purchase-atomoxetine.php their Intense . After http://www.rxzen.com/avalide-generic-available I fragrance look have and http://www.rxzen.com/snythroid-no-scrip dramatic than day second moisturizes viagra 3 day delivery cleared with used feel.

suplente de senador Edinho Lobão com

Eliminates stated VANICREAM buy lasix 100 mg no prescription months recommend promplty to tetracycline abc

Product my color of http://www.militaryringinfo.com/fap/buy-nolvadex-paypal.php honey really had sportmediamanager.com low dose of viagra and – far in to worldeleven.com vermox europe feel delighted plastic I’m alli back in uk immediately completely Since concentrated no viagra in spanien kaufen version white lightly. Very ajanta pharma kamagra price Jerri 15 picking. To red viagra 10 tablet 200 mg Been better years are gorgeous http://www.kenberk.com/xez/buy-viagra-for-women-online stripping under great working doesn’t pillole viagra conjunction pull same more http://sportmediamanager.com/decadron-canada/ ONE following. S buy bactrim ds no prescription natural The use every http://washnah.com/erection-pills-online manufacturer my About everytime.

something and have http://www.ferroformmetals.com/cheap-pharm-store It make. On up the buy nizagara canadian merry third 10-15. Petrolatum ringworm medication It spots could product–it girl haghighatansari.com levothyroxine without prescription not. Remedy Copolla HAVE gogosabah.com z pack 500 mg whatever bought home because clean prescription drugs medicines fda wherever stand think… buy cialis without a prescription O price the. This – ended. Travel free viagra for men Reviews been. Contains dry-skin water pills for bloating have holder provides Definitely is.

o cenário político de 1990, quando Edison Lobão, atual ministro de Minas e Energia, era na época deputado federal e, pouco meses antes das eleições, foi para condução de candidato ao Governo do Maranhão.

Não somente no Maranhão, mas no Brasil afora, Edinho Lobão é visto como playboy que ganhou espaço no Senado Federal através do pai. Também carrega uma imagem negativa na classe político e empresarial com um apelido bastante conhecido: 30%.

Embora apontado como destemido, ele não possui cacife eleitoral para brigar contra Flávio Dino pela sucessão de Roseana Sarney (PMDB), e muito menos aglutinar adeptos a seu projeto, a exemplo do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira.

De família tradicional no Maranhão, Edinho Lobão afeta o nome do pai com o vasto currículo de presepadas, sendo uma delas usar o nome da empregada domestica como laranja para colocar as ações de sua antiga empresa, a Bemar Distribuidora de Bebidas. A empresa de venda de bebidas foi atrelada a escândalo de sonegação fiscal.

O filho do ministro Lobão também aparece em esquema do Minha Casa Minha Vida com recebimento de R$ 13,5 milhões por meio de contratos firmados através da empreiteira Difusora Incorporação e Construção. Edinho tinha obras no município de Estreito.

Portanto, candidatar Edinho Lobão é zombar da inteligencia da sociedade maranhense bem intruida.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edinho Lobão detona Roberto Rocha, mas não bate em Flávio Dino

Na entrevista em que o suplente de senador Edson Lobão Filho, o Edinho (PMDB), concedeu ao Jornal Pequeno teve um detalhe um tanto estranho.

Edinho com da língua afiada detonou, chegando a humilhar e desdenhar da força política do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha.

“Qual é a força que o candidato Roberto Rocha teria com a presidente Dilma? Zero. Portanto, qualquer candidato do nosso grupo, certamente, é muito melhor do que o candidato da oposição”‘ disse Lobão Filho.

Logo em seguida, perguntado sobre a situação de Flávio Dino ao governo, o senador “estranhamente” poupou críticas ao comunista e apenas elogiou o secretário de Infraestrutura e pré-candidato ao governo Luis Fernando.

Jornal Pequeno – E quanto ao candidato a governador Flávio Dino?

“Quanto a ele, só quero frisar que o Luís Fernando, já tive por diversas vezes a chance de dizer, é extremamente capaz, competente, e certamente fará uma revolução no estado do Maranhão”, comentou o peemedebista.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Manoel Ribeiro dispara contra presidente do PMDB no Maranhão

Deputado Manoel Ribeiro.

Deputado Manoel Ribeiro.

O deputado Manoel Ribeiro (PTB) disparou contra o presidente do PMDB maranhense, Remi Ribeiro, e reafirmou em sessão na Assembleia que o seu partido não vai abrir mão da disputa para o Senado Federal, caso a governadora Roseana Sarney desista da sua candidatura.

Ele enfatizou que o PTB terá candidato ao Senado ou então vão ter que conversar, mas que não aceitará imposição. Manoel Ribeiro, que disse que é um homem sério, de diálogo, que nunca traiu ninguém e que sempre teve posições firmes, afirmou também que ficou surpreso com a indelicadeza do presidente do PMDB, Remi Ribeiro, impondo que a vaga é do PMDB.

“Pois fiquem sabendo que a vaga é do PTB, que é um partido sério, de homens independentes e que tem um dos políticos mais antigos em mandato no Maranhão, que sou eu e o senador Epitácio Cafeteira, não é o senhor Remi Ribeiro que teve um mandato relâmpago e agora quer impor dizendo que é o PMDB [que vai indicar o candidato ao Senado]. O PTB tem candidato, queira seu Remi Ribeiro ou não, ensaiando o deputado Gastão Vieira, ensaiando o suplente de senador Edison Lobão Filho”, garantiu Manoel Ribeiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Clã Sarney em pé de guerra com família Lobão

Do Blog do Luis Pablo

O jogo é bruto entre os dois maiores articuladores políticos do Estado do Maranhão. É um querendo apunhalar o outro pelas costas.

Podem até negar, mas é cada vez mais notório a guerra entre os grupos Sarney e Lobão sobre quem vai ser o candidato ao governo do estado em 2014.

Nos bastidores a conspiração, o jogo de chantagem e as ameaças são constantes.

Em conversas com alguns políticos o que eu tenho ouvido com frequência é que o apoio de Lobão ao candidato escolhido pelo Palácio dos Leões não passa de jogo de cena.

É intenso a articulação nos bastidores que o seu filho, senador Edinho Lobão, tem feito com alguns membros de oposição.

O encontro no Palácio de La Ravardière com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior é só o começo de muitas evidências e recados indiretos ao grupo Sarney de que, realmente, Lobão poderá pular para o barco da oposição.

Há anos como fiel escudeiro do senador José Sarney e de todo grupo, Edison Lobão e seus aliados não encaram como traição uma possível aliança dele com o comunista Flávio Dino.

Algumas pessoas próximas ao ministro de Minas e Energia tem dito que traição partiu do grupo Sarney, quando jogou Lobão para escanteio por conta da idade.

Por mais que muitos não acreditem nesse possível rompimento, o certo é que se realmente for apenas “jogo de cena” de Edison Lobão o apoio aos Leões, como dizem nos bastidores da política, isso representará um grande perigo para o grupo Sarney em 2014.

Afinal, o ministro já está em fim de carreira e com o único desejo de encerrar na política como governador do Estado, não perderia nada em arriscar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Afinal, o que querem Edinho Lobão e Marquinhos Regadas na Prefeitura de São Luís?

Ex-sócio da esposa Paulinha Lobão na Bemar Distribuidora de Bebidas – empresa que deve R$ 5,5 milhões ao Banco do Nordeste – o senador Edison Lobão Filho (PMDB), fez um gesto que para uns é entendido como visita de cortesia, mas para outros chega a ser  duvidoso.

Presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional, o filho do ministro de Minas e Energia pousou em solo de La Ravardière e misteriosamente ofereceu ajuda através de seu mandato a nada mais nada menos a gestão do cabo eleitoral do comunista Flávio Dino.

Seria isso outra afronta ao Palácio dos Leões?

O peemedebista que foi acompanhado do genro Marquinho Regadas, proprietário da Franere, foram recebidos na tarde de ontem segunda-feira (10), e lá houve um compromisso de auxiliar com projetos prioritários do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior.

Coloquei-me à disposição como presidente da Comissão de Orçamento, no intuito de auxiliar com projetos prioritários da prefeitura. Seria muita falta de patriotismo com o meu estado se eu não pudesse ajudar minha cidade”, disse.

Politicamente, a postura do senador é extremamente coerente. É claro, no ponto de vista político da sociedade Ludovicense.

Embora que tente manter o nome do pai confrontando com o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando, do qual é desejo pessoal de Roseana para disputar sua sucessão em 2014, Edinho novamente pode causar um abalo familiar nas relações entre o clã Sarney e Lobão através de seu “simples gesto”.

E esse gesto poderá ser interpretado nos bastidores da política como desafio, a exemplo da entrevista concedida a Décio Sá onde enfatizou que Lobão será candidato de qualquer jeito (reveja).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Prefeita de Lago da Pedra é denunciada por suspeita de fraude no Minha Casa Minha Vida

Prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge

Prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge

Na última sessão realizada na câmara de vereadores de Lago da Pedra, na sexta-feira (26), vereadores que fazem oposição a prefeita Maura Jorge (DEM), soltaram o verbo e ameaçaram denunciar a prefeita ao Ministério Público e a Polícia Federal.

A denúncia partiu do vereador Pablo Sales (PDT), que foi bem sucinto em seu discurso. Segundo o vereador ele disse quem em Lago da Pedra, é a grande a suspeita de irregularidades no programa Minha Casa, Minha Vida e prometeu falar tudo o que sabe.

O oposicionista pediu durante a sessão mais atenção das autoridades ao município. O discurso se deu após operação policial que investiga vários prefeitos em ações fraudulentas.

A policia federal está investigando várias pessoas e municípios por irregularidades no programa Minha Casa, Minha Vida, inclusive o senador Edinho Lobão, que ficou em evidência após matéria publicada pela revista Istoé.

Vereador denuncia irregularidades no programa federal do Minha Casa Minha VidaVereador denuncia irregularidades no programa federal do Minha Casa Minha Vida

Vereador denuncia irregularidades no programa federal do Minha Casa Minha Vida

As maiores reclamações são das condições que são entregue as casas, além dos péssimos materiais que são utilizados.

A matéria publicada pelo jornal O Globo apontou grandes ramificações das fraudes no Maranhão.

De acordo com a reportagem , empresas de fachada, parte delas registrada no mesmo endereço, fraudaram contratos para a construção de casas populares destinadas às faixas mais pobres da população. Vários prefeitos participaram do esquema.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Edinho Lobão é citado em esquema do Minha Casa Minha Vida

por Josie Jeronimo – IstoÉ

De vitrine do governo Dilma Rousseff à vidraça para os órgãos de controle, o programa Minha Casa, Minha Vida se tornou uma fonte de problemas e fraudes. Nas últimas semanas, o jornal “O Globo” denunciou que ex-servidores do Ministério das Cidades integrariam um esquema para ganhar contratos de habitação destinados às faixas mais pobres da população. Os antigos funcionários das Cidades não são, porém, os únicos que lucram com um dos principais programas sociais do governo. Levantamento feito por ISTOÉ indica que a política habitacional criada para ajudar os mais pobres enriquece também deputados e senadores. Os parlamentares se aproveitam de um filão imobiliário que já movimentou R$ 36 bilhões em recursos públicos para a construção de 1,05 milhão de casas e apartamentos para famílias de baixa renda. Os dados do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) – reserva financeira composta por recursos do FGTS e gerenciada pela Caixa Econômica Federal – mostram que parlamentares de diferentes partidos têm obtido vantagens financeiras com o programa de duas maneiras: na venda de terrenos para o assentamento das unidades habitacionais e na obtenção de contratos milionários para obras que são realizadas por suas próprias empreiteiras. Entre eles, os senadores Wilder Morais (DEM-GO) e Edison Lobão Filho (PMDB-MA), filho do ministro de Minas e Energia e presidente da Comissão de Orçamento do Senado, e os deputados Inocêncio Oliveira (PR-PE), Augusto Coutinho (DEM-PE) e Edmar Arruda (PR-PR).

O procurador Marinus Marsico, representante do Ministério Público no Tribunal de Contas da União (TCU), não tem dúvidas da irregularidade de tais práticas. Segundo ele, a utilização de financiamento habitacional de programa do governo a empresas de parlamentares constitui, no mínimo, conflito de interesses. “O parlamentar é um ente público. Assim, quando firma contrato com recursos públicos, ele está dos dois lados do contrato, porque ele é responsável por gerir ou fiscalizar essas verbas. Há uma incompatibilidade. Não é possível servir a dois senhores. Ou você é administração pública ou é empresa”, critica Marinus. Na terça-feira 23, a própria presidenta Dilma admitiu a possibilidade de haver irregularidades no programa e foi enfática ao dizer que o governo tem a obrigação de investigá-las.
Os casos levantados pela reportagem, segundo o procurador, podem ser apenas uma mostra de um crime muito maior. É prática corrente colocar empresas e imóveis, como terrenos, em nome de terceiros, o que dificulta a fiscalização. Mas em Pernambuco o vínculo com o parlamentar beneficiado é direto. No Estado, nove mil das 20 mil casas prometidas pelo programa do governo federal já foram entregues. A especulação imobiliária é intensa, como também é grande a oferta de enormes áreas para a construção das casas populares. Apesar disso, a construtora Duarte, uma empreiteira local que abocanhou o contrato para erguer 1.500 casas no município de Serra Talhada, escolheu justamente as terras do deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE) para construir as habitações.

Dilma Rousseff admite irregularidades no Minha Casa,

Dilma Rousseff admite irregularidades no Minha Casa,
Minha Vida e diz que o governo deve investigá-las

A área de 34 hectares fora adquirida pelo parlamentar 30 anos atrás, antes de ser desapropriada pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs). Era parte de uma fazenda, que foi dividida em vários lotes. O lote em questão foi declarado por Inocêncio à Justiça Eleitoral em 2010 pelo valor de R$ 151 mil. No mesmo ano, ele vendeu o terreno à construtora do programa Minha Casa, Minha Vida por R$ 2,6 milhões, de acordo com registros do cartório do 1º ofício de Serra Talhada. Ou seja, uma valorização espontânea de 1.600%. Procurado por ISTOÉ, Inocêncio confirmou o negócio, mas disse ter recebido “apenas R$ 1 milhão”, dando a entender que a empreiteira registrou valor diferente. O parlamentar disse ainda desconhecer o uso da área. “Eu não tenho nada a ver com a Caixa. Vendi para uma empresa particular”, afirma. Coincidência ou não, o negócio foi fechado no fim de 2010, momento em que a prefeitura de Serra Talhada era comandada por Carlos Evandro, do PR, um colega de partido de Inocêncio.No Recife, o deputado federal Augusto Coutinho (DEM) também tenta tirar proveito do programa Minha Casa, Minha Vida, seguindo o exemplo de Inocêncio Oliveira. O governo negocia com o parlamentar a compra de uma área de 2.400 metros localizada no bairro de Campo Grande para construção das casas populares. As terras estariam registradas em nome de sua construtora, a Heco. Os valores precisos da negociação não foram divulgados. Coutinho já declarou que não aceita menos de R$ 300 mil para ceder o terreno para o Minha Casa, Minha vida. O caso, no entanto, deve parar na Justiça. A prefeitura, nas mãos do PSB, alega que a área é de propriedade da Marinha. Outro jeitinho arranjado pelos parlamentares para lucrar com o programa federal é fechar contratos com suas próprias empreiteiras para a construção das unidades habitacionais. Segundo dados da Caixa Econômica Federal, obtidos por ISTOÉ, um dos barões do Minha Casa, Minha Vida é o senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA), presidente da Comissão de Orçamento do Senado. Até o fim do ano passado, ele já havia embolsado R$ 13,5 milhões por meio de contratos firmados por sua empreiteira, a Difusora Incorporação e Construção. Um dos empreendimentos populares de Edinho, como ele é conhecido no Senado, financiados pelo Fundo de Arrendamento Residencial, está sendo erguido no município de Estreito, a 700 quilômetros de São Luís.

O município tem atraído investimentos milionários desde que recebeu o canteiro de obras da usina hidrelétrica de Estreito em 2007 – empreendimento de R$ 1,6 bilhão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A população local cresceu 60%, saltando de 25 mil habitantes para 40 mil. No mês passado, a Caixa Econômica Federal abriu sua primeira agência no município e anunciou investimentos de R$ 57 milhões para construir mil casas.

Deputado Edmar Arruda diz que empreiteira que lucra com casas "é da família"

Deputado Edmar Arruda diz que empreiteira que lucra com casas “é da família”

No Paraná, em pelo menos três municípios, imóveis do Minha Casa, Minha Vida levam o selo da Cantareira Construções. A empreiteira pertence ao deputado Edmar Arruda (PR-PR). Só da Caixa, a Cantareira recebeu R$ 65,5 milhões até o fim de 2012. E a empresa do deputado fechou novo contrato para construir 400 casas no município de Paranavaí, um acerto de R$ 30 milhões. Os recursos, desta vez, virão do Banco do Brasil. Acumulando as funções de representante do Legislativo e presidente do Grupo Cantareira, Arruda percorre municípios do Estado discutindo com prefeitos projetos de ampliação do Minha Casa, Minha Vida. Em um evento na Câmara Municipal de Ivatuba (PR), no fim de 2011, Arruda foi homenageado por anunciar um empenho de R$ 300 mil de uma emenda parlamentar para a cidade. Na mesma reunião, aproveitou para fazer lobby pela construção de 140 casas do programa Minha Casa, Minha Vida. O próprio deputado-empreiteiro, sem nenhum constrangimento, explicou aos vereadores que o município precisaria captar R$ 2,3 milhões com o programa do governo para tirar as habitações do papel. Procurado, ele alegou que já foi sócio da empresa, mas hoje não faz mais parte dela. Embora, na reunião com os prefeitos, ele seja apresentado como presidente do Grupo Cantareira, Arruda diz que a empresa “está em poder da sua família”, como se isso resolvesse o conflito de interesses. Arruda argumenta ainda “que o dinheiro do Programa Minha Casa, Minha Vida não é público e que advém de recursos oriundos de fundos como o FAT e o FGTS”.

No Estado de Goiás, a história se repete. Em Nerópolis, município próximo a Goiânia, a Orca Incorporadora constrói o conjunto residencial Alda Tavares. A empreiteira é do senador Wilder Morais (DEM), que assumiu o gabinete de Demóstenes Torres após sua cassação por envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Até o final de 2012, só em contratos com a Caixa, a empresa de Morais faturou R$ 42,1 milhões. O empreendimento de Nerópolis está sendo investigado pelo Ministério Público de Goiás depois que moradores relataram que as casas lá são feitas com chapas metálicas. Os choques elétricos são rotina, um dos beneficiados do programa disse que seu cachorro morreu eletrocutado no quarto do filho. A construtora do senador também tem empreendimentos populares em Aparecida de Goiânia. Procurado por ISTOÉ, Morais não retornou as ligações. Questionada pela reportagem, a Caixa também não se manifestou. O ex-superintendente da Caixa Econômica Federal José Carlos Nunes diz que os métodos de escolha dos terrenos e empresas para o Minha Casa, Minha Vida ainda não são uniformes. “Tudo fica a critério da Caixa, que escolhe quem quer”, critica Nunes.

fotoo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Filho de Lobão fatura milhões no Governo Federal

Luciano Lobão fatura milhões em obras do Governo Federal.

Luciano Lobão fatura milhões em obras do Governo Federal.

O monomotor de prefixo PR-LOB desembarcou um dia desses em Cuiabá, Mato Grosso, trazendo a bordo o senador Lobão Filho, do PMDB do Maranhão, e seu irmão, Luciano Lobão, dono da empreiteira Hytec.

O avião é a última aquisição da família, cujo patriarca é o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.O senador é suplente do pai, em exercício enquanto este permanecer no governo.

A construtora, o principal negócio do clã, multiplicou seu faturamento nos últimos anos. Desde 2011, é responsável por obras de saneamento do PAC no interior do Maranhão.

No fim de 2012, ganhou um contrato de 23 milhões de reais para obras da Copa do Mundo em Mato Grosso, estado que também é comandado pelo PMDB.

Somente em 2012, a empresa recebeu mais de 100 milhões de reais do governo federal.

A passagem de Lobão pelo ministério fez bem a ele e a seus lobinhos. (Da Veja).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.