Poder

Edilázio pede afastamento do secretário de Segurança após denúncias de espionagem

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) pediu à Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) que solicite o afastamento do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, do cargo.

O pedido surge em meio às acusações feitas pelos delegados Tiago Bardal e Ney Anderson Gaspar e divulgadas com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira, nas quais afirmam que o chefe da SSP teria ordenado grampos ilegais contra desembargadores do Tribunal de Justiça e políticos do Maranhão (saiba mais aqui, aqui e aqui).

Segundo o parlamentar, a saída de Portela da cúpula da Segurança é para garantir a insenção das investigações, uma vez que o mesmo exerce toda influência no aparato do SSP.

“Seja, prima face requerido o imediato afastamento do cargo do Sr. JEFFERSON MILER PORTELA E SILVA com o escopo claro de garantir a isenção das investigações contra si. Tendo em vista, que o cargo de Secretário de Segurança Pública do Estado exerce total influência sobre toda a polícia civil e militar, sendo responsável também por indicar todos os cargos chaves dentro da estrutura de ambas as polícias, logo impreterível tal medida.”

Edilázio pede, ainda, uma auditoria do sistema guardião, que deve ser feito pela empresa Digitro Tecnologia Ltda.

O secretário de Segurança Pública criticou as denúncias e afirmou “que nenhuma das Autoridades referidas figurou no polo passivo de investigações criminais, portanto, não houve em momento algum a efetivação de interceptações de comunicações telefônicas, de informática ou telemáticas”. Portela disse, ainda, que os autores das acusações serão responsabilizados criminalmente.

A Procuradoria Geral de Justiça abriu investigação para apurar o caso após o presidente do Tribunal de Justiça, José Joaquim Figueiredo, encaminhar ofícios à PGJ, Corregedoria Nacional de Justiça e ao Supremo Tribunal Federal solicitando providências (veja aqui).

O deputado federal Aluisio Mendes (Podemos) solicitou também que os delegados Tiago Bardal e Ney Anderson sejam ouvidos pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados.

Leia a íntegra do documento aqui


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio amplia apoios em mais 5 municípios

O deputado estadual Edilázio Júnior, pré-candidato do PSD a deputado federal, consolidou apoio político em mais 5 municípios do interior do estado.

A agenda do pré-candidato começou na sexta-feira em Santo Amaro do Maranhão. De lá ele percorreu os municípios de Caxias, Esperantinópolis, Santo Antônio dos Lopes e Senador Alexandre Costa, já no domingo.

Em Caxias ele participou de uma reunião política na residência de João Paulo – povoado Santo Antônio -, articulada pelo vereador Mário Assunção e pelo pré-candidato a suplente de senador, Catulé Júnior.

No período da noite, no Hotel Alecrim, ele foi apresentado a lideranças pelo vereador Mario Assunção, como o pré-candidato a deputado federal do grupo.

Em Esperantinópolis Edilázio foi participou de um café da manhã na residência de dona Nida. O ex-prefeito Chico Jovita, o vereador Frankson Carneiro e lideranças políticas e comunitárias da região, asseguraram apoio ao pré-candidato.

Já em Santo Antônio dos Lopes Edilázio participou de ato junto ao pré-candidato a deputado estadual Zé Gentil. A articulação do encontro foi feita por Dr. Ronsharlly e pelo Dr. Israel. O prefeito de Caxias, Fábio Gentil, participou do ato.

No município de Senador Alexandre Costa, Edilázio também foi acompanhado por Zé Gentil, por Fábio Gentil, Catulé Júnior e por Mário Assunção. O grupo foi recebido pela vereador Nira e seu esposo, Dr. Francílio. O ex-prefeito Carneirinho e o ex-prefeito Valdecy também participaram do ato.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio visita os municípios de Tutóia e Barreirinhas

O deputado estadual Edilázio Junior, pré-candidato do PSD a uma vaga na Câmara Federal, intensificou a sua pré-campanha no interior do estado no início desta semana.

Na segunda-feira o parlamentar visitou a cidade de Tutóia. Lá, participou, ao lado do deputado Fábio Braga, de um almoço oferecido por José Aldo, liderança política da região e pelo ex-prefeito Raimundo Nonato, o Diringa.

Vereadores, lideranças comunitárias, presidentes de partidos e aliados do pré-candidato o recepcionaram no ato. Edilázio ainda participou da abertura de um tradicional festejo da região.

Logo após a agenda em Tutória, Edilázio seguiu para o município de Barreirinhas.

Na ocasião ele realizou uma visita política ao prefeito da cidade, Albérico Filho, que o apoia na cidade. Albérico apresentou a obra de construção do Parque de Vaquejada do município, que está sendo edificado com recursos próprios e que será inaugurada na próxima semana, com a tradicional Vaquejada de Barreirinhas. O local já recebeu calçamento e iluminação. Está em fase de infraestrutura das demais áreas.

Ao longo da semana Edilázio visitará outros municípios.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio é recebido por lideranças da região sul do Maranhão

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) se reuniu com lideranças de vários municípios que integram a Região Sul do estado do Maranhão no último fim de semana.

Ele visitou o município de Riachão para prestigiar a XV Vaquejada realizada no Parque Julianne, e lá, foi recebido por lideranças e empresários dos municípios de Balsas, Nova Colinas, Fortaleza dos Nogueiras, São Félix de Balsas, São Raimundo das Mangabeiras e de Riachão.

Além de prefeitos, ex-prefeitos e vices, Edilázio também se reuniu com vereadores, tratou das demandas dos municípios e discutiu as eleições 2018.

Edilázio reafirmou o seu compromisso com os municípios da Região e prometeu empenho no ano para que haja melhoria na infraestrutura, saúde, educação e no saneamento básico no sul do estado.

Depois de prestigiar a vaquejada o parlamentar participou de um almoço com as lideranças.

De lá, visitou os municípios de Carolina e em seguida se deslocou para Imperatriz.

Até o fim do recesso parlamentar na Assembleia Legislativa, ele continuará com incursões ao interior do estado.

Saiba Mais

Dentre as lideranças que receberam Edilázio em Riachão, estão o ex-prefeito dr. Crisogono e os vereadores Solange da Saúde, Aroilton, Joais, Lenilson, Galtino, e a líder política Paula Coelho, além do ex-vereador Leonardo Bringel. Também estavam presentes o ex-vereador Netinho, Kely, dra. Vânia, e Júnior Coelho, de Balsas. O vereador Gesmar Nogueira, do município de Fortaleza dos Nogueiras, o ex-prefeito de Nova Colinas, dr. Elano, o vereador Costa, além de Eliese, Pinheiro, Wilmar Leite, Raimundo, James e Isaac. Bene Martins, de São Félix de Balsas, Ítalo Cardoso, de São Raimundo das Mangabeiras e Itibere Jucá, ex-prefeito de Carolina, também recepcionaram o deputado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio lamenta veto à entrega da “folha complementar”

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) lamentou veto da bancada governista a ao requerimento de sua autoria [em grau de recurso], que solicitava ao secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, o encaminhamento da lista com os mais de 400 funcionários da SES, apontados pela Polícia Federal como “fantasmas” no bojo da Operação Pegadores.

“Diante do posicionamento do governador e de toda a polêmica em torno da lista, nada mais correto do que a Assembleia ter acesso a esse material. E o Governo, que tanto alardeia transparência, age justamente ao contrário disso”, disse.

Polêmica – Ao colocar a peça em votação, o presidente em exercício, deputado Othelino Neto (PCdoB) orientou os deputados que fossem contrários ao requerimento, que se permanecessem sentados. E os favoráveis à proposição de Edilázio, ficassem de pé.

Desatentos, governistas acabaram acompanhando Edilázio e aprovaram a matéria. Após manifestação de governistas e oposicionistas [esses últimos com a cobrança de proclamação do resultado], Othelino Neto cobrou atenção dos parlamentares e refez a votação.

Na segunda apreciação, os governistas rejeitaram a peça. Insatisfeito com o resultado, Edilázio cobrou imagens do circuito de TV do Legislativo.

“Fica triste uma situação como essa, porque se o líder do Governo ou a base governista errou, ninguém tem nada com isso. A questão é que a matéria foi aprovada. Eu solicito as imagens da TV no momento da votação. Quero mostrar ao Maranhão como se deu a votação desse requerimento”, cobrou


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio repudia novo arrocho fiscal no Maranhão

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) repudiou na Assembleia Legislativa e em entrevista concedida ao jornalista Roberto Fernandes, no Programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM, a aprovação do Projeto de Lei 262/2017, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a aquisição de um empréstimo de US$ 35 milhões para o Governo do Maranhão.

O montante deve ser utilizado na implantação do Projeto de Modernização da Gestão Fiscal do Estado (Profisco II), que na prática amplia a efetividade do sistema de cobrança de impostos no estado e autoriza o Poder Executivo a implementar ajustes fiscais e financeiros no âmbito do projeto.
“Se esse governo fosse bom de povo quanto é bom é aumentar impostos, não estaria precisando lotear secretaria a partidos políticos. Os empresários de todo o Maranhão não aguentam mais tantos impostos. Não aguentam mais esse arrocho fiscal. Empresas estão fechando, o desemprego aumentando, e o governador Flávio Dino implementa o ‘Mais Impostos’”, disse.

Edilázio criticou o projeto que pediu a autorização para aquisição de empréstimo, uma vez que faltavam informações sobre o objeto.

“Não se sabe qual a taxa de juros, qual a carência e nem em quantas parcelas o empréstimo vai ser pago. Estamos votando um empréstimo com a informação apenas do valor: US$ 35 milhões. E esta Casa se furta a discutir”, completou.

O parlamentar lembrou que o trabalhador e o pequeno investidor tem sido penalizado pelo Governo do Maranhão.

“Hoje os menos favorecidos estão com seus nomes no Serasa porque não conseguiram honrar o seu IPVA, por conta do desemprego gerado pelos Mais Impostos. O pequeno empresário e o trabalhador, o cidadão humilde, está sendo penalizado hoje pelo Governo do Maranhão. Infelizmente é essa a realidade”, finalizou.

Na entrevista a Roberto Fernandes Edilázio também apontou insegurança jurídica imposta pelo Poder Executivo à sociedade – com desrespeito a decisões judiciais, por exemplo, de reintegração de posse -, falou da falta de investimento em obras ou projetos sociais de impacto, e afirmou que Flávio Dino não conseguiu deixar uma “marca positiva”, de sua gestão.

“A gestão de Flávio Dino não tem legado. Não há um programa sequer que a gente consiga lembrar que foi implantado na atual gestão”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio Júnior assegura emenda de R$ 200 mil para o Aldenora Belo

thumbnail_Edilázio e o Antonio Dino

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) assegurou emenda de R$ 200 mil para a compra de equipamentos para a Fundação Antônio Jorge Dino, o Hospital Aldenora Belo, unidade de referência em tratamento de pessoa com câncer no Maranhão.

O aporte financeiro – que depende da liberação do Poder Executivo -, vai ajudar o hospital a melhorar a sua estrutura, modernizar e agilizar o atendimento ao paciente que chega de toda a região do estado.

Edilázio recebeu, no seu gabinete, na Assembleia Legislativa, a visita do vice-presidente da Fundação Antônio Jorge Dino, Antonio Dino Tavares, que na ocasião, agradeceu o apoio do parlamentar.

Edilázio destacou a importância do investimento na estrutura do Hospital Aldenora Belo e fez um apelo ao governador Flávio Dino (PCdoB) pela liberação dos recursos.

“Hoje recebi a visita do vice-presidente da fundação, entidade das mais respeitadas do nosso estado, encaminhei uma emenda no valor de R$ 200 mil para a aquisição de equipamentos oncológico e custeio no tratamento de pacientes com câncer. Aguardamos agora a sensibilidade do governador”, pontuou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio cobra do Governo licitação da obra em clínica

d17cb23470de6d2ac5f5979a118cc820

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) cobrou a planilha detalhada de custos do Governo do Maranhão com a reforma da Clínica Eldorado, alugada pelo Executivo há um ano para a instalação de uma unidade especializada em Traumatologia e Ortopedia.

O parlamentar rebateu com base no contrato firmado entre o Governo e proprietários do imóvel, a argumentação de que haverá desconto no valor dos aluguéis em decorrência das intervenções e adaptações realizadas no prédio, e cobrou transparência do governador Flávio Dino (PCdoB).

“O governador disse que seria descontado do aluguel, o valor da reforma. Aí faço a pergunta à imprensa que vem acompanhando isso, aos caros colegas: o contrato de vigência é de 12 meses. Ora, se passou 12 meses, ele pagou 12 meses de aluguel e não foi descontado um real sequer. E tudo bem que já foi renovado por mais 24 meses, mas o contrato quando foi feito foi de 12 meses. Foi pago 12 meses e não foi descontado um real. E se o locador não quisesse renovar, o que fariam agora?”, questionou.

Ele cobrou da base governista, a apresentação da planilha de custos com a obra na clínica e lembrou que o Governo jamais apresentou dados da licitação de uma praça na Lagoa da Jansen.

“Vou solicitar a planilha de custo dessa licitação. Perdão. O governador corre de licitação. Não houve licitação para reforma, mas existe uma planilha de custo para chegar aos R$ 900 mil. Então, eu peço aqui o apoio dos colegas governistas que aprovem, peço à Mesa desta Casa que aprove este pedido do custo dos R$ 900 mil para nós podermos chegar e ver onde foi investido esse recurso”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio denuncia ilegalidade em uso de aeronave no Governo

thumbnail_edilázio julho 2017

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) denunciou hoje, na Assembleia Legislativa, ilegalidade do Governo do Maranhão no uso de jatinho. Ele apresentou documento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) de que uma aeronave utilizada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) está registrada para serviço privado, mesmo após o Executivo ter realizado licitação para o segmento.

“O Governo Flávio Dino vem sendo marcado por denúncias, por escândalos, por irregularidades, e agora tem mais uma. Estou aqui com o documento da Anac e com o prefixo da aeronave que o governador Flávio Dino vem utilizando, prefixo PR JAP, uma aeronave Citation, que inclusive ele esteve no aniversário da cidade de Carolina, no último dia 8 de julho. Só que uma simples consulta com relação a essa aeronave, se constata que ela é de propriedade da empresa Global Pass Aviation e está arrendada para Heringer Táxi Aéreo, mas na categoria do registro dessa aeronave está descrito como serviço aéreo privado. Essa aeronave jamais poderia estar servindo o Governo do Maranhão depois de uma licitação da qual uma empresa ganhou e ela está voando como táxi aéreo”, denunciou.

Edilázio lembrou que o governador prometeu, no início do seu governo, utilizar apenas avião de carreira, para promover economia aos cofres públicos, e mesmo assim realizou licitação com aumento de preço de quase 300% em relação ao serviço que era prestado à gestão anterior.

“Hoje o governo do Estado paga quase R$ 8 milhões só para a Heringer Táxi Aéreo, um absurdo de R$ 11.750,00 a hora de voo, 87% mais caro do que era em 2014. Mas o pior está por vir ainda, nós estamos falando aqui também de uma aeronave ultrapassada, uma aeronave do ano de 1994, com mais de 23 anos de fabricação, uma aeronave que tem um alto consumo, que tem uma manutenção cara e uma autonomia curta. Hoje com esse valor ele conseguiria ter uma aeronave muito mais moderna, muito mais segura para poder voar o chefe do Executivo do Estado do Maranhão”, completou.

O parlamentar afirmou que formalizará denúncia ao Ministério Público para que averigue os gastos com jatinhos no Executivo Estadual.

“Faço aqui também um apelo para a empresa Heringer possa se pronunciar a respeito dessa grave denúncia uma vez que não poderia estar sendo emitida Nota Fiscal para o Governo do Estado pagar voos dessa aeronave”, finalizou.

2017-07-13-PHOTO-00000199


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio enquadra Adelmo Soares

72582db713fe364faf71ef1f185ea9a4

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) foi o único, no Legislativo Estadual, a enquadrar o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, durante a sabatina a que foi submetido o auxiliar do governador Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa.

Durante a sessão especial da sabatina, o parlamentar confrontou o secretário e questionou o uso da máquina pública em favor do seu projeto de alcançar uma vaga no Legislativo nas eleições 2018.

“A verdade é que vossa excelência não foi convocado a vir a esta Casa para explicar a ação que vem desenvolvendo à frente da secretaria. Foi pelo uso político que vem sendo feito e que tem causado uma grande ciumeira entre os deputados da base governista. A verdade é essa. Uma vez que enquanto secretário de Agricultura Familiar, estava entregando até ambulância, fruto de emenda parlamentar. Vossa excelência foi convocado por ações político-partidária de pré-campanha de deputado estadual”, disse.

Edilázio lembrou da cassação do mandato da vereadora de Caxias, Aureamélia Brito (PCdoB), esposa de Adelmo, por abuso de poder político e econômico, e alertou o secretário para uma pré-campanha limpa.

“Que sirva de exemplo também o caso de sua esposa, eleita vereadora muito bem votada em Caxias, e que teve o mandato cassado pelo abuso político com carro alugado da Secretaria de Indústria e Comércio sendo utilizado na campanha. Que sirva de exemplo não só a vossa excelência, mas a todos os demais secretários”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.