Poder

Marqueteiro de Roseana Sarney pede pela 3ª vez desbloqueio de bens

Do G1, em Brasília

Duda e Roseana.

Duda e Roseana.

A defesa do publicitário Duda Mendonça que atuou na campanha da governadora Roseana Sarney, e da sócia dele, Zilmar Fernandes, pediu nesta segunda-feira (3), pela terceira vez, ao Supremo Tribunal Federal (STF) a liberação dos bens de ambos, absolvidos durante o julgamento do mensalão. Desde 2006, quando foi oferecida denúncia contra os dois no processo, os bens deles estão bloqueados.

Na petição protocolada no Supremo, os advogados Luciano Feldens e Antônio Carlos de Almeida Castro argumentam que os dois publicitários estão sofrendo “constrangimento ilegal”, já que foram absolvidos há sete meses e ainda não puderam reaver o patrimônio bloqueado pela Justiça durante a tramitação do processo.

Os advogados destacam que o STF oficializou há um mês, no dia 3 de maio, a decisão de absolver 12 réus no julgamento do mensalão, entre eles Duda Mendonça e Zilmar Fernandos. “Verifica-se, no ponto, inequívoco constrangimento ilegal aos requerentes, em clara violação ao devido processo legal, mediante ilegítima e injustificada manutenção da restrição ao seu direito de propriedade”, diz a defesa dos dois publicitários.

O documento não informa o valor que está bloqueado desde 2006 por decisão de Joaquim Barbosa a pedido do Ministério Público Federal, que queria assegurar o pagamento de uma suposta dívida de R$ 30 milhões em impostos. Do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Marqueteiro de Roseana Sarney curte carnaval em Salvador após ser absolvido no mensalão

Mônica Bergamo

O publicitário Duda Mendonça, absolvido no julgamento do mensalão, e a mulher, Aline Mendonça, em camarote no Carnaval de Salvador, na quinta (7)

O publicitário Duda Mendonça, absolvido no julgamento do mensalão, e a mulher, Aline Mendonça, em camarote no Carnaval de Salvador, na quinta (7)

São quase 21h quando uma garrafinha de água se “materializa” na frente de Duda Mendonça. Ele toma goles a contragosto. “Bebi mais água do que uísque!”

O publicitário baiano, a princípio, resiste em tirar uma máscara vermelha de Carnaval ao posar para um retrato no camarote da revista “Contigo!”, em Salvador, anteontem. “Fiquei sem máscara o ano inteiro…”

Diz que o mensalão já é página virada. “Tô relaxando”, sorri o ex-réu, que foi absolvido pelos ministros do Supremo Tribunal Federal. E sai cantarolando, dando uma requebradinha: “Ôôôôô!”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Marqueteiro de Roseana Sarney pede ao STF desbloqueio de bens

O publicitário Duda Mendonça e a sua sócia Zilmar Fernandes pediram na segunda-feira (7) ao Supremo Tribunal Federal o desbloqueio de seus bens. No julgamento do mensalão, o publicitário e a sócia foram absolvidos.

O publicitário Duda Mendonça no palco de sua casa de praia na Bahia.

O publicitário Duda Mendonça no palco de sua casa de praia na Bahia.

Os bens estão bloqueados desde junho de 2006, após o STF atender pedido do Ministério Público Federal.

Em 2008, eles fizeram o mesmo pedido, que foi negado pelo ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do mensalão.

Duda foi o responsável pela campanha vitoriosa de Lula em 2002. Por esse trabalho admitiu, em 2005, ter recebido nas Bahamas R$ 10,5 milhões do esquema operado pelo empresário Marcos Valério.

O fato lhe rendeu acusações de lavagem de dinheiro e evasão de divisas, rejeitadas pelo STF em outubro.

Desde que o escândalo surgiu, Duda reduziu a ação em campanhas eleitorais. Neste ano, deu apenas consultorias.

No final do ano passado, o publicitário anunciou a fusão de sua agência com a do sociólogo Antônio Lavareda.

A união é parte da estratégia de Duda para tentar reverter a debandada de clientes em decorrência do escândalo. ( Com informações da Folha).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.