Poder

Sem moral, Edivaldo Holanda Júnior deveu IPTU durante 8 anos

edivaldo-holanda-junior-1260x540

O prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), tem um histórico enrolado, que ele tenta esconder a todo custo dos eleitores ludovicenses, acerca do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Conforme os documentos abaixo, Edivaldo passou oito anos sem pagar o referido tributo, e teve o nome inscrito na dívida ativa. O período da inadimplência do gestor foi entre janeiro de 2000 e janeiro de 2007. Detalhe, em 2004 ele disputou e ganhou seu primeiro mandato eletivo, como vereador; ou seja, mesmo exercendo um cargo político, ele ainda ficou dois anos pendentes com o IPTU: entre 2005 e 2007.

Edivaldo passou os dois anos iniciais do seu primeiro mandato como vereador cobrando da população o que não cumpria e, pior, infringindo as leis. A cobrança do imposto é determinada pelo Artigo 156 da Constituição Federal. Todo o dinheiro que é arrecadado com a cobrança vai para os cofres da Prefeitura, que o usa para custear despesas municipais. Sendo assim, o atual prefeito de São Luís contribui com o não desenvolvimento da cidade, ao deixar de honrar com o pagamento do IPTU.

img-20160923-wa0034

img-20160923-wa0035

img-20160923-wa0036


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.