Poder

Família Sarney 'nunca me impôs nada', diz Gastão Vieira

O novo ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB-MA), afirmou nesta quinta-feira (15) que a escolha de seu nome para o cargo não tem relação com a ligação que mantém com a família do presidente do Senado, José Sarney.

Ministro do Turismo Gastão Vieira

Ministro do Turismo Gastão Vieira

“Absolutamente, não. Eu sou ligado à família Sarney há muito tempo, e o Sarney nunca me impôs que eu fizesse nada ou deixasse de fazer”, afirmou Vieira ao chegar ao fórum nacional que o PMDB promove nesta quinta em Brasília.

Vieira foi escolhido pela presidente Dilma Rousseff para a função após Pedro Novais pedir demissão em razão de denúncia de uso de verbas públicas para fins privados e deve tomar posse nesta sexta-feira (16), de acordo com a Presidência da República.

Mais cedo, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), disse que José Sarney e a filha, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), estão satisfeitos com a escolha de Gastão Vieira (PMDB-MA), mas negou que a indicação tenha partido deles.

(Com informações do G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sarney articulou a nomeação de Gastão Vieira para o Turismo

A presidente Dilma Rousseff (PT) acabou confirmando o nome do deputado Gastão Vieira (PMDB) como a solução até mesmo para prestigiar o Presidente do Senado, José Sarney (PMDB) já que o ex-ministro do Turismo também é maranhense.

Eles se entendem

Eles se entendem

Houve uma grande disputa na bancada do PMDB nas ultimas horas, quando o deputado Henrique Eduardo Lyra Alves (PMDB) recebeu uma ligação urgente do vice-presidente da Republica, onde foram convocados tanto ele como o deputado federal Gastão Vieira para uma conversa com Michel Temer.

Logo após a reunião, por voltas das 22h30minh de ontem (14), foi batido o martelo e decidido o nome do deputado federal Gastão Vieira para comandar o Ministério do Turismo.

Gastão Vieira já conversou até com a presidente Dilma Rousseff, e foi confirmado, até mesmo, pelo fato do parlamentar ser afiliado político do presidente do Senado José Sarney. Há pouco antes de confirmarem o nome de Gastão, ele teria entrado em contato com Sarney durante a tarde, e Sarney pediu que ele aguarda-se que o vice-presidente da Republica Michel Temer (PMDB) estaria trabalhando a sua nomeação do cargo.

Foi justamente dessa forma, que o nome de Gastão Vieira foi construído. Veja abaixo a reportagem completa:

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Confirmado: Gastão Vieira é o novo ministro do Turismo

Gastão Vieira como o vice-presidente, Michel Temer após reunião

Gastão Vieira como o vice-presidente, Michel Temer após reunião

O deputado Gastão Vieira (PMDB-MA) já aceitou o convite para ser o novo ministro do Turismo, substituindo Pedro Novais, que pediu demissão nesta quarta. Ele já conversou nesta noite como o vice-presidente, Michel Temer, e vai falar ainda com a presidente Dilma Rousseff.

O nome do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) foi descartado na noite desta quarta-feira, depois de uma conversa entre Temer e a presidente Dilma Rousseff. Outro nome cotado era do deputado Manoel Júnior (PB). A bancada do partido, por sua vez, rejeitou a orientação da presidente, que preferia alguém de fora do PMDB.

O episódio também teve o condão de atrapalhar um processo de aproximação que Dilma buscava com o PMDB.

Por fim, a queda de Novais e a novela da substituição pelo deputado federal maranhense Gastão Vieira ofuscaria a tentativa do PMDB de se mostrar como uma força nas eleições de 2012, principal objetivo do Congresso do partido que acontece em Brasília.

Veja abaixo a trajetória de vida do novo ministro do Turismo:

O deputado federal Gastão Vieira está em seu quinto mandato na Câmara.

Formado em ciências jurídicas pela UFMA (Universidade Federal do Maranhão), foi secretário de Planejamento do Maranhão durante o governo de Edison Lobão (1991 a 1994), atual ministro de Minas e Energia, e secretário de Educação no primeiro mandato de Roseana Sarney (1995 a 1998), filha do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Filiado ao PMDB em 1985, deixou o partido em 1990, quando atuou pelo PSC. De volta ao PMDB em 1994, elegeu-se deputado federal pela primeira vez no mesmo ano.

Antes disso, foi deputado estadual no Maranhão por dois mandatos, de 1987 a 1995.

(Do Presidente 40)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Gastão Vieira deve substituir Pedro Novais no Turismo

O PMDB aguarda a chegada do vice-presidente da República, Michel Temer, a Brasília, prevista para as 16h, para que ele leve à presidente Dilma Rousseff uma lista de nomes para substituir Pedro Novais no Ministério do Turismo.

Gastão Vieira poderá ser o novo ministro do Turismo

Gastão Vieira poderá ser o novo ministro do Turismo

Os nomes foram discutidos em reuniões da cúpula peemedebista ao longo da manhã e tarde desta quarta-feira. A pré-condição estabelecida foi que os integrantes da lista fossem deputados.

Novais perdeu as condições de permanecer no cargo depois de uma sequência de duas reportagens da Folha nesta semana mostrando que ele usava um cargo de assessoria parlamentar para pagar uma empregada doméstica e que um servidor da Câmara atuava como motorista de sua mulher.

O favorito do líder na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), é o piauiense Marcelo Castro, que enfrenta resistências no Planalto e na própria bancada.

Os outros dois nomes citados foram Lelo Coimbra (ES), que foi vice-governador no primeiro mandato de Paulo Hartung, e Gastão Vieira (MA), que conta com lobby do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e da governadora Roseana Sarney (MA).

O inconveniente de Coimbra é ser considerado independente demais em relação ao núcleo dirigente do PMDB.

O ministro Moreira Franco (SAE) e o vice-presidente de pessoa jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima, deixaram a lista pelo fato de não serem deputados.

(Com informações do blog Presidente 40)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Pedro Novais pede exoneração do Ministério do Turismo

Novais deixa o Ministério do Turismo como corrupto
Novais deixa o Ministério do Turismo como corrupto

O maranhense Pedro Novais,  ministro do Turismo, avisou nesta quarta-feira ao líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), que entregará o cargo na tarde de hoje, 14, à presidente Dilma Rousseff.

No momento o partido apresenta uma lista de nomes ao vice-presidente Michel Temer.

Entre os nomes defendidos pela bancada estão o do piauiense Marcelo de Castro (PI) e Manoel Junior (PB). Segundo peemedebistas, o nome de Castro sofre resistências no governo.

A situação de Novais ficou insustentável no Planalto e dentro de seu próprio partido depois de duas revelações : a de que ele pagou com dinheiro público o salário de sua governanta por sete anos e a de que sua mulher usa irregularmente um funcionário da Câmara dos Deputados como motorista particular.

(Com informações da Folha)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Pedro Novais pedirá exoneração do cargo de ministro ainda hoje

Pedro Novais pedirá demissão hoje do cargo de Ministro do Turismo

Pedro Novais pedirá demissão hoje do cargo de Ministro do Turismo

O deputado Henrique Eduardo Alves (RN), líder do PMDB na Câmara e avalista de Pedro Novais no Ministério do Turismo, deverá fazer uma reunião com o correligionário na manhã desta quarta-feira para definir os termos da sua demissão. O Palácio do Planalto espera para hoje a saída de Novais, a pedido.

A situação do ministro ficou insustentável no Planalto e dentro de seu próprio partido depois de duas revelações: a de que ele pagou com dinheiro público o salário de sua governanta por sete anos e a de que sua mulher usa irregularmente um funcionário da Câmara dos Deputados como motorista particular.

“O PMDB vai apoiar a decisão de Novais, qualquer que seja ela, para que ele se sinta confortável”, disse Eduardo Alves após reunião com a bancada do PMDB, nesta manhã.

Há nove meses, Novais já havia sido acusado de custear as despesas de um motel com dinheiro da Câmara.

Recentemente, sua pasta esteve no centro de investigação policial que prendeu vários servidores e quase toda a cúpula do Ministério.

Em evento na manhã desta quarta-feira, a presidente Dilma Rousseff afirmou que conversará ainda hoje com Novais.

A nomeação de Pedro Novais nunca foi vista com entusiasmo pela presidente. A indicação só vingou porque Eduardo Alves, líder influente na bancada, chancelou o nome do aliado.

Caso realmente deixe a pasta, essa será a quarta baixa no ministério de Dilma Rousseff relacionada a suspeitas de irregularidades.

(Com informações da Folha)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PT adere a campanha contra "revista Veja"

Reprodução/Site Linha Direta, do PT-SP

Cinco dias após aprovar em seu Congresso Nacional moção a favor da regulamentação dos meios de comunicação, o PT aderiu a uma campanha anti-Veja.

A investida contra a revista que veiculou notícia contra José Dirceu foi ao ar no site ‘Linha Direta’. A página é administrada pelo diretório do PT em São Paulo.

Acomodou-se no topo do site a imagem acima, odornada com os dizeres: “Você quer um jornalismo de mentira e falta de ética? Não seja manipulado. Não leia a Veja.”

O visitante que pressiona o mouse sobre o banner é conduzido a um convite para “mobilização contra a revista Veja”, às 14h do dia 17 de setembro, defronte do Masp.

Ao dar curso à convocação, o PT como que terceiriza a empreitada. Anota:

“De acordo com o convite, postado no Facebook, ‘Veja caminha longe da Ética e da democracia, não leva o jornalismo a sério e engana a população’.”

Mais adiante: “Segundo Adolfo Pinheiro, um dos organizadores da atividade, trata-se de um protesto em favor da verdade, ética e cidadania.”

Na notícia que irritou o PT e inspirou a ressurreição da tese do controle da imprensa, Veja apresentou José Dirceu como o “poderoso chefão” da República.

Revelou que o réu do mensalão e deputado cassado, hoje consultor de empresas, mantém em Brasília uma suíte de hotel que lhe serve de “residência” na Capital.

Com diárias custeadas por um escritório de advocacia, Dirceu recebe a visita de personalidades do Legisaltivo e do Executivo.

A revista expôs o rosto dos visitantes que percorreram o corredor que leva à suite. Entre eles parlamentares governistas e da oposição.

Entre eles também um ministro –Fernando Pimentel (Desenvolvimento)— e o presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrieli.

No Congresso do PT, Dirceu mereceu da platéia uma recepção mais calorosa do que a dispensada a Lula e Dilma Rousseff.

(Blog do Josias de Souza)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PT enquadra Zé Inácio no Incra no MA

Zé Inácio comandará o Incra no Maranhão

Zé Inácio comandará o Incra no Maranhão

Foi nomeado hoje, 18, para o comando do Incra no Maranhão o jovem despreparado José Inácio Rodrigues Sodré, que é do mesmo grupo politico do vice-governador Washington Oliveira.

Zé Inácio é advogado e natural do município de Bequimão, o jovem não tem expressão política no Maranhão, foi candidato nas últimas eleições para deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores e obteve apenas 7.387 votos.

Essa nomeação é comentada nos bastidores político como uma vitória do vice-governador Washington Oliveira e Raimundo Monteiro (Presidente do PT-MA).

SEDUC – O PT apoiou Roseana Sarney nas eleições de 2010 ao governo do Estado, visando a Secretaria de Educação do Estado, como um dos acordos firmados entre os dirigentes do PT e a cúpula do PMDB.

O PT no cenário politico do Maranhão está desmoralizado, nunca lhe foi dado a Pasta da Educação, sendo uma das secretarias que seriam comandadas por algum membro do Partido dos Trabalhadores.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.