Poder

População reclama de abandono em Tasso Fragoso

a

A gestão municipal de Tasso Fragoso, comandada pelo prefeito Antônio Carlos Rodrigues Vieira, tem deixado a população ao léu. Vários serviços são inoperantes no município, o que prejudica a vida de quem realmente precisa. Enquanto isso, o prefeito segue como se estivesse tudo a mil maravilhas.

Uma nova denúncia chegou ao Blog Neto Ferreira. De acordo com a queixa, a construção de casas populares no município está estagnada há quase dois anos e não há previsão de conclusão do empreendimento imobiliário, o que revolta ainda mais a população.

Enquanto a obra não segue e o dinheiro flui pelo ralo, os moradores mais carentes da região sobrevivem em moradias improvisadas, em péssimas condições; conforme a imagem abaixo. Lamentável!

A gestão do prefeito Antônio Carlos tem deixado marcas profundas de abandono, desprezo e negligência no município de Tasso Fragoso. A população não aguenta mais e pede socorro.

c


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

População denuncia irregularidades em Itapecuru-Mirim

A população de Itapecuru-Mirim padece com os impactos nefastos da irresponsável administração municipal. Os absurdos são marcantes na saúde, educação, e afetam também os funcionários públicos do município. O prefeito Magno Amorim foi afastado pela Câmara dos Vereadores, mas os desmandos dele e a precariedade nos serviços básicos continuam.

Os itapecuruenses não aguentam mais tanto descaso e denunciam diversas irregularidades. Dentre elas, a coleção de cabides de emprego na Secretaria Municipal de Saúde,  por meio do credenciamento de equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF), para abarcar o número considerável de afetos. Conforme relatos, com o fim o mandato da atual gestão,  essas mesmas equipes estão sendo descredenciadas.

Outro quesito denunciado ao Blog do Neto Ferreira é o não funcionamento, há tempo, do setor que deveria coordenar, regular e avaliar todo o trabalho das equipes ESF. Conforme a denúncia, médicos, enfermeiros, dentistas e fisioterapeutas são raros nos seus respectivos postos de trabalho. No entanto, consta, nos relatórios suspeitos da secretaria, a produção diária desses profissionais.  Ainda de acordo com os relatos,  alguns concursados que deveriam trabalhar 40h semanais, só aparecem uma ou duas vezes por semana. “Para verificar a veracidade da informação bastava uma auditoria séria, fazendo questionamentos, principalmente, às comunidades”, destaca um morador.

Os funcionários contratados e comissionados, que não votaram em Magno Amorim, estão sendo demitidos e exonerados, por meio de mensagens. Os alunos também estão sendo prejudicados. De acordo com os relatos encaminhados ao Blog, o ano letivo está perdido para os estudantes do município, que ficaram mais de dois meses sem aula por causa da greve dos professores. As aulas não vão ser estendidas e os alunos vão ficar sem o conteúdo necessário.

Ainda segundo a denúncia, o município não estaria repassando os valores descontados dos empréstimos consignados dos funcionário públicos aos bancos. O mesmo estaria acontecendo com o INSS, descontado dos servidores e não repassados à previdência; prejudicando quem precisa de licenças e aposentadorias. Enquanto isso, os aliados do prefeito estariam sido beneficiados com diárias exorbitantes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Construções de escolas estão abandonadas em Capinzal do Norte

Roberval-Campelo1

Prefeito Roberval Campelo

Obras inacabadas, dinheiro desperdiçado, tolerância zero dos pais e da comunidade refletem a situação caótica da educação municipal no Povoado Pau no Cessa, em Capinzal do Norte, administrado pelo prefeito Roberval Campelo.

O descaso e a negligência podem ser vistos nas imagens abaixo. Em um dos empreendimentos, é notório a imagem do abandono. A obra foi iniciada, mas não concluída. Paredes foram levantadas e até rebocadas. Mas, a construção foi esquecida pela gestão municipal. No local, há muito mato e serviço para ser realizado.

De acordo com relatos, a obra foi iniciada há quase quatro anos e não há nenhuma previsão para que seja concluída e entregue à comunidade local. Enquanto isso, os alunos são prejudicados pelo desleixo e omissão da gestão municipal. Lamentável!

IMG-20160606-WA0009

IMG-20160606-WA0015

IMG-20160606-WA0011

IMG-20160606-WA0017


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão / Poder / Saúde

Em Itinga, mesa de cirurgia é apoiada em tábua

Mesa de cirurgia apoiada em tábua.

Mesa de cirurgia apoiada em tábua.

Enquanto o município de Itinga do Maranhão recebe milhões de verbas federais, a prefeita Vete Botelho (PDT) deixa a saúde pública padecendo, inclusive  aqueles que precisam passar por procedimento cirúrgico.

A mesa, que é utilizada no Hospital Municipal Santa Cristina para realização de partos e outros tipos de cirurgias, está apoiada em tábua.

Uma vergonha! O descaso com a saúde na cidade está grande.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Prefeitura de Anapurus abandona centro de saúde, que vira local de diversão para adolescentes

Autoridades reunidas no dia da inauguração do centro de saúde

Autoridades reunidas no dia da inauguração do centro de saúde

O Centro de Saúde Isaque Francisco Monteles, em Anapurus, foi inaugurado em novembro de 2013 e hoje, setembro de 2015, encontra-se totalmente abandonado pela administração do município.

Tina Monteles deixou a unidade às moscas. Hoje o prédio serve como “parque de diversões” para adolescentes que acham conveniente entrar no local para desperdiçar medicamentos brincando de médico.

Em um vídeo, dois rapazes aparecem utilizando os materiais que deveriam servir para população, para fazer um curativo em uma terceira pessoa, que não apresenta ferimentos. Eles utilizam diversos materiais do ambulatório dando a descrição e desperdiçando-os na perna do possível o paciente.

Os menores ainda revelam seus nomes, se identificando como agentes de saúde do local. A diversão rola solta no centro de saúde por cerca de dois minutos e meio e ninguém aparece no local para acabar com a farra dos adolescentes.

Tina Monteles já foi condenada pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), à pena de cinco anos e dez meses de detenção, a ser cumprida inicialmente em regime semiaberto, por deixar de observar as formalidades legais referentes à dispensa de processo licitatório no valor de R$ 642.611,82.

Veja imagens retiradas do vídeo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Construtora causa transtornos a moradores e desperdiça água em obra

Areia e barro da obra de terraplanagem invadiram condomínio após estouro de um cano

Areia e barro da obra de terraplanagem invadiram condomínio após estouro de um cano

Quando se fala em obra todos já sabem que a paz vai embora com todo aquele ruído que parece não ter fim. Agora, imaginem o desrespeito de uma construtora quando os problemas causados aos vizinhos vão além do barulho ensurdecedor das máquinas e da poeira que deixa a casa uma zona.

Os moradores do condomínio Portal da Cidade, no Outeiro da Cruz estão passando por maus bocados com a construtora Bravo, que é responsável por uma obra da subestação da Cemar ao lado do residencial.

Além de todo transtorno já mencionado, uma escavadeira atingiu um cano de água ontem (18), por volta das 13h e lamaçal de formou no local atingindo o condomínio. A obra de terraplanagem tem deixado os moradores desesperados.

A evasão da água potável durou horas. Até o final da tarde nenhuma providência havia sido tomada para conter o desperdício.

Como de não bastasse os problemas de abastecimento de água na cidade, a construtora ainda trata como descaso o que vem acontecendo na região.

Em nota o governo do estado afirmou que a Construtora Bravo foi a responsável pelo rompimento de adutora da Caema, que causou paradas em sistemas de abastecimento de água na capital.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Recém-nascido foi vítima do descaso público na cidade de Santa Inês

Bebê é enrolda em saco de lixo por falta de manta térmica em hospital

Bebê é enrolda em saco de lixo por falta de manta térmica em hospital

Durante o final de semana a imagem de um bebê enrolado em um saco de lixo chocou os internautas de uma rede social, após denúncia de um usuário.

O caso aconteceu no hospital municipal Tomás Martins, em Santa Inês. A explicação para o descaso foi de que não havia manta térmica na unidade de saúde onde a criança estava internada e os médicos precisavam aquecê-la, pois ela seria transferida para São Luís.

A foto do bebê foi postada por um tio e logo foi compartilhada por outros usuários revoltados com a imagem e descaso público, que cobraram respostas da Secretaria Municipal de Saúde e Prefeitura Municipal de Santa Inês.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.