Saúde

Bebê morre após médico de Nova Olinda recusar fazer parto alegando atraso salarial

Criança vítima do sistema precário de saúde de Nova Olinda.

Criança vítima do sistema precário de saúde de Nova Olinda.

No munício de Nova Olinda do Maranhão a saúde pública fez mais uma vítima, decorrente ao atraso no pagamento dos salários dos servidores. Um caso que aconteceu recentemente no município, onde uma senhora, em trabalho de parto, teve atendimento negado pelo médico da unidade de saúde a qual recorreu. Na ocasião, o médico justificou a recusa do atendimento sob a alegação de não ter os equipamentos necessários e, ainda, por estar com o salário atrasado.

Enquanto outros municípios, como Centro do Guilherme e Maranhãozinho, pagam os seus servidores em dia, a gestão de Delmar Sobrinho não tem honrado com seus compromissos, com servidores com salários atrasados há seis meses, o que tem acarretado na demissão voluntária de funcionários e prejuízos à economia local.

O Conselho Regional de Medicina (CRM), deve tomar as devidas providências em relação ao médico que recusou atendimento à paciente em trabalho do parto. O Código Médico é contra profissionais que deixam de atender um paciente.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

O descaso com a educação em Grajaú

A ínfima atenção que tem sido destinada à Educação em Grajaú é demonstrado através de dados do MEC, Grajaú ainda soletra quando o assunto é educação.

No resultado da última “Prova Brasil”, somente 12% dos alunos do 5 ano aprenderam o adequado na competência de leitura e interpretação. No 9.ano, apenas 7%; Em matemática, apenas 7% dos alunos do 5.ano aprenderam o adequado na competência de resolução de problemas. Para o 9.ano, apenas 2%.

Distorção “idade-série”:
Como consequência dos números anteriores, há um perceptível atraso escolar. Do 6. Ao 9. ano, os índices de atraso variam entre 38% a 48%, isto é, há o percentual de alunos com 2 ou mais anos de atraso escolar.

Na Zona Rural e nas áreas indígenas, em 17 escolas, 50% ou mais dos alunos estão com 2 anos ou mais de atraso. Em 08 escolas, 100% dos alunos estão atrasados.

“De acordo com o Portal Transparência, Grajaú recebeu em 2014, R$ 47.338.994,37 em um ano. Ante isso, eis a dúvida: em que tais recursos foram aplicados? Acaso a educação deve estar em último plano? Enquanto tais respostas não aparecem, as crianças continuam lutando para terem acesso ao que é constitucionalmente assegurado: a educação”, completou o deputado Wellington.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Caos na infraestrutura faz vítima no Renascença 2

Algumas ruas de São Luís ficaram completamente alagadas após a chuva de ontem à noite (9). Isso por que as galerias estão entupidas.

No Renascença 2, onde a situação já é bastante comum, menos para o secrrtário Antônio Araújo, um motorista acabou caindo em um buraco ao tentar passar pela rua das Magnólias.

A rua estava completamente alagada e o condutor não conseguiu ver o problema no asfalto. Moradores da região já estão acostumados a passar por esse problema sempre que as fortes chuvas assolam a capital.

A falta de gestão e projeto de qualidade afetam diretamente no bolso de quem é vítima dos buracos em São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.