Poder

Wellington protocola denúncias de irregularidades na Prefeitura de Lago Açu

963f5482935f8d670dd9acdbc47d0f85

Após realizar audiência pública na cidade de Conceição do Lago Açu, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) protocolou ofício no Ministério Público formalizando denúncias que foram feitas quanto à administração pública do município.

Entre as reivindicações, há indícios de prática de nepotismo e, ainda, irregularidades nas contratações temporárias constantes.

“Protocolamos na Promotoria de Bacabal um ofício em que apresentamos as principais denúncias dos aprovados no concurso de Conceição do Lago Açu, que aconteceu em 2016. Os aprovados apontaram indícios de prática de nepotismo e, ainda, mostraram possíveis irregularidades nas constantes contratações temporárias. Esse foi um dos encaminhamentos da audiência pública que realizamos no município, na última sexta-feira, 23. Nosso objetivo é garantir as nomeações dos aprovados e combater quaisquer irregularidades na Administração Pública”, pontuou Wellington.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Wellington denuncia abandono da UPA do Araçagy

thumbnail_IMG-20170619-WA0023

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou, na Assembleia Legislativa do Maranhão, indicação que será encaminhada ao Secretário de Saúde do Estado do Maranhão em que solicita que adote providências quanto à falta de medicamentos essenciais, como o Captopril. A solicitação do parlamentar resulta de denúncias de profissionais de enfermagem que, além disso, reclamam também da falta de outros medicamentos, como Bromopida, além da falta de infraestrutura física.

Segundo relatos de enfermeiros, nem as gavetas que serviriam para guardar os medicamentos estão em boas condições, já que estão quebradas.

“A nossa solicitação aqui é quanto à aquisição de algo básico, de medicamentos. Recebemos a denúncia que os pacientes estão sem ter acesso a medicamento que é indicado para tratamento de hipertensão arterial e alguns casos de insuficiência cardíaca. Estamos lidando com a vida das pessoas e isso exige o mínimo de atenção e cuidado”, pontuou Wellington.

Além das reclamações quanto à falta de medicamentos, foram encaminhadas também ao Gabinete do deputado Wellington inúmeras denúncias quanto à precariedade do atendimento na UPA do Araçagy. Todas as solicitações serão enviadas à Secretaria de Saúde.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputado Wellington é eleito Secretario de Educação da UNALE

thumbnail_IMG-20170613-WA0022

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) conquistou espaço de destaque na União dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE),que realizou sua 21ª Conferência Nacional, em Foz do Iguaçu. Wellington que assumiu a vice-presidência do Parlamento Amazônico, também foi eleito Presidente da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia da UNALE, que antes era presidida pelo deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB/PB), com interferência em todo o Brasil.

Ao ser eleito presidente da Secretaria, Wellington destacou a responsabilidade e reafirmou seu compromisso com a educação pública, enfatizando-se a infraestutura de escolas, a valorização dos professores e a qualidade do ensino.

“Em nosso mandato como deputado estadual na Assembleia Legislativa do Maranhão, a educação é prioridade. Sei dos desafios que ainda precisam ser superados, mas enquanto parlamentar encaro com seriedade a responsabilidade que possuo de fiscalizar as nossas escolas, articular melhorias e, assim, enfatizar ações que garantam um bom desempenho no ensino público. É uma grande responsabilidade presidir a Secretário de Educação da UNALE. Afinal, essa função refletirá em todo o Brasil, mas encararei essa missão com um só objetivo: o de trazer melhorias para a educação pública do Maranhão e demais estados”, pontuou Wellington, que também foi eleito vice-presidente do Parlamento Amazônico.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputado Wellington debate Reforma Política em Brasília

74e11623-3050-4869-b494-5fa78211ab61

A Unale realizou, na manhã da última quinta-feira (23), o primeiro seminário da Comissão Especial da Reforma Política, na Câmara os Deputados, em Brasília. Com o tema “Reforma Política: Unale na Busca do Modelo Ideal”, o evento contou com palestras do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Neves; do senador Cassio Cunha Lima (PSDB-PB); e do deputado federal e relator da Comissão Especial de Reforma Política, Vicente Cândido (PT-SP).

O objetivo do encontro é aprofundar a discussão acerca dos textos em tramitação no Congresso Nacional, para criar um posicionamento do legislativo estadual.

a3bfeb86-b3ff-42fb-b07c-1de221e0c081

“Este seminário é fundamental para nós deputados estaduais, que estamos próximos à população, possamos participar ativamente da discussão deste processo de mudança crucial para o Brasil. O nosso papel aqui é representar a vontade da população do nosso Estado e contribuir para que essa Reforma também tenha a cara e as impressões do povo do Maranhão”, disse Wellington.

Dividido em dois painéis, o seminário debateu temas como os sistemas distrital e proporcional, a ampliação da participação da mulher na política, a judicialização e o financiamento das campanhas eleitorais, a cláusula de barreira, o sistema partidário, a limitação do número de partidos e o fim das coligações proporcionais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Wellington apresenta projeto que defende penas mais duras para quem maltrata animais

8b082a8d-1a34-4d50-8f31-33f12e129e31

Durante a sessão plenária de segunda-feira (28), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou Projeto de Lei que dispõe sobre as penalidades pela prática de maus-tratos aos animais no Maranhão. Trata-se, assim, da imposição de penalidades mais severas, a fim de combater a impunidade daqueles que cometem atos de crueldade.

Para Wellington, é necessário combater a impunidade com a qual os agressores de animais estão sendo tratados.

“O presente projeto de lei tem por objetivo combater a impunidade com a qual os agressores de animais estão sendo tratados no Maranhão. Bem sabemos que há uma Lei estadual que almeja à proteção dos animais. No entanto, diante da análise de tal legislação, percebemos que é necessário que haja penas mais severas. Essa ‘leveza’ no ato de punir acaba por gerar a sensação de impunidade. Prova disso é o triste e recente episódio que aconteceu na Praça dos Gatos, em São Luís, resultando na morte de mais de 30 felinos. A sensação que predomina é a de que a crueldade tomou conta daqueles que sabem que ficarão impunes. Almejando combater tal realidade, é que apresentamos o projeto em questão. A crueldade deve ser combatida e é por isso que nós defendemos penas mais severas!”, afirmou Wellington.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Wellington é destaque no encerramento de Conferência na China

1

Dando continuidade à programação da Missão Internacional no continente asiático, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) foi destaque ao se apresentar com a bandeira do Brasil, nesta sexta-feira (11), durante o encerramento da Conferência Internacional das Cidades Irmãs da China, que ocorreu em Chongqing.

“Foi muito proveitoso e importante ter participado desse momento de discussões sobre temas tão relevantes como a inovação tecnológica e o avanço das cidades, sobretudo em um país como a China, que possui um desenvolvimento no contexto econômico, industrial e financeiro. É com responsabilidade que represento o povo do meu estado como parlamentar e ao levantar a bandeira do meu país, nesse evento internacional, meu coração se enche orgulho e alegria. Nosso objetivo, também, é continuar participando dessas discussões e, então, levar para o Maranhão ideias que nos permitam contribuir para o crescimento e progresso do nosso estado”, afirmou Wellington.

Na ocasião, a delegação do Brasil se apresentou e a presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE), deputada Ana Cunha (PSDB-PA), aproveitou para enfatizar a relevância da representatividade do Brasil em um evento como esse momento em que parabenizou os outros nove deputados brasileiros ali presentes que representaram a UNALE e o Brasil nessa missão internacional.

Após os 03 dias da Conferência em Chongqing – China, que reuniu mais de 60 países, a missão internacional prossegue até o dia 21 e ainda fará visitas técnicas a fábricas e indústrias na China. E atividades darão prosseguimento em Taiwan e EUA, tendo Wellington como representante do Maranhão em todos os eventos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Wellington do Curso denuncia descaso com a saúde de São Luis

Deputado Wellington do Curso.

Deputado Wellington do Curso.

Na manhã desta terça-feira (1°), o deputado estadual Wellington do Curso (PPS) utilizou a tribuna para solicitar que fosse destinada mais atenção à saúde pública e, ainda, aos casos das doenças que têm acometido a população, a exemplo da raiva, do calazar, leptospirose, dentre outras.

Ao se pronunciar, Wellington traçou paralelo entre os constantes casos de cidadãos acometidos por doenças e a desativação do antigo Centro de Controle de Zoonoses da capital maranhense, o que, segundo ele, releva a postura negligente e irresponsável da Gestão Municipal.

O parlamentar destacou, ainda, proposição de sua autoria que solicita ao Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde, que adote providências a fim de evitar o aumento expressivo no número de casos de Microcefalia no Maranhão, já que 16 casos já foram notificados.

O deputado fez referência, ainda, aos elevados índices de pessoas que morreram vítimas de calazar, o que evidencia a necessidade emergencial de se reativar a Unidade de Vigilância em Zoonoses e também adotar medidas que evitem o aumento no número de óbitos de pessoas vítimas de doenças causadas pelo Aedes Aegypti.

“Recentemente, o Ministério da Saúde realizou uma coletiva para tratar sobre os casos frequentes de microcefalia no Nordeste. Em nota à imprensa, anunciou-se estado de emergência na região. No Maranhão, em específico, há o registro de 16 casos, sendo 1.248 casos suspeitos de microcefalia no País. Paralelo ao iminente surto da doença e a sua relação com o Zica vírus, temos os casos de calazar, leptospirose, além de doenças causadas pelo Aedes aegypti”, disse o deputado.

Ele afirmou, ainda, que “apesar de tal realidade, infelizmente, a Prefeitura de São Luís, de forma negligente, omite-se dos cuidados básicos que evidenciariam a preocupação necessária quanto à saúde pública. Como ápice da negligência da Gestão Municipal, tem-se a presente situação do antigo Centro de Controle de Zoonoses, atual Unidade de Vigilância em Zoonoses, que foi interditado e até hoje não possui sede”.

E continuou: “por não aceitarmos a postura negligente da Prefeitura como um mecanismo que expõe a vida de inúmeros ludovicense a risco, trazemos novamente à esta Casa a realidade que assola a população, objetivando assim combater as ações contínuas e lesivas à vida. Somente nesse ano, 44 casos já foram notificados na capital. No ano passado, ocorreu apenas um óbito na capital maranhense. Analisando-se o cenário nacional, percebemos que as demais cidades têm tido ações que evidenciam a preocupação dos gestores com a saúde pública, postura essa não observada em São Luís. Temos aqui por principal objetivo solicitar que sejam adotadas providências que zelem pela integridade física dos cidadãos e, assim, pelo bem mais precioso que o ser humano pode ter: a vida”.

ENTENDA A SITUAÇÃO

A Unidade de Vigilância em Zoonoses da capital está desativada, mantendo apenas a parte administrativa em funcionamento. A atitude negligente por parte da Prefeitura de São Luís vem expondo a população de São Luís ao sério risco de contrair doenças e agravos como a raiva, o calazar, a leptospirose e a proliferação do Aedes aegypti.

De acordo com o Fundo Nacional de Saúde, foi repassado à Secretaria Municipal de Saúde de São Luís um investimento equivalente a R$ 350.000,00 (trezentos e cinquenta mil reais). Tal valor seria direcionando à reforma ou ampliação do antigo Centro de Controle de Zoonoses. No entanto, a aplicação dos recursos acaba por ser questionável, tendo em vista que a UVZ está desativada.

Como conseguintes negativos do descaso da Prefeitura de São Luís em relação à saúde pública, somente em tal ano 44 casos de calazar humano (Leishmaniose visceral) já foram notificados na capital, sendo que em 2014 apenas um óbito foi registrado na capital maranhense e apenas em 2015 a capital totaliza 12 óbitos.

Quanto à microcefalia, o Ministério da Saúde informou a existência de 1.248 casos suspeitos no País, sendo 16 casos notificados no Maranhão, dentre 04 na capital.

Enquanto isso, mais de 15 mil animais permanecem abandonados e a UVZ continua desativada, o que expõe a população à risco e eleva o número de doenças e óbitos na capital maranhense.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Deputado Wellington solicita Unidade de Segurança para o Anil

Deputado Wellington

Deputado Wellington

Durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Wellington do Curso (PPS) apresentou, mais uma vez, proposições em defesa da Segurança Pública do Estado. Dessa vez, o parlamentar solicitou a implantação de uma Unidade de Segurança Comunitária (USC) no bairro do Anil, em São Luís.

Ao fundamentar a solicitação, Wellington fez referência à criminalidade que tem assolado a sociedade. O parlamentar mencionou, ainda, que existem duas USCs instaladas em São Luís e fez menção ao fato de que a instalação de uma USC no Anil já era prevista no projeto de implantação de USCs no Maranhão.

“A Unidade de Segurança Comunitária evidencia a eficácia da polícia comunitária, sobretudo, nos bairros considerados os ‘mais violentos’ da capital. Vale mencionar que após o primeiro ano de implantação das USC’s, os índices de criminalidade nos bairros atendidos diminuíram consideravelmente, segundo o CIOPS. Quanto à implantação do projeto, adotou-se como critério básico de escolha da localidade o comportamento das linhas de tendência quanto aos crimes dolosos contra a vida, contemplando, assim, as áreas com os maiores índices de criminalidade. Por isso, solicitamos a implantação da USC no Anil, tendo em vista os constantes casos de violência, que motivaram a população insatisfeita a ir às ruas clamar por mais segurança. Temos aqui a preocupação não de combater um ou outro crime, mas de combater a violência que tem sido protagonista no cenário que é o nosso estado”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Deputado Wellington solicita água para o Caratatiua

Deputado Wellington em reunião com moradores do Caratatiua.

Deputado Wellington em reunião com moradores do Caratatiua.

As contas chegam, mas a água não”, dispara deputado Wellington ao solicitar o fornecimento de água para o bairro Caratatiua

O deputado estadual Wellington do Curso (PPS) utilizou a tribuna, na manhã de hoje (19), para apresentar proposições solicitando o fornecimento de água ao bairro Caratatiua e a disponibilização de um “caminhão-pipa” pela CAEMA para a localidade, a fim de atenuar os atuais transtornos enfrentados pela população do local, que já sofre há meses com a falta d’água.

“É inegável que sem água não há vida na terra, dada a essencialidade desse elemento. Vale mencionar a íntima ligação entre a água e o direito à vida e com a dignidade da pessoa humana. Infelizmente, apesar do caráter fundamental que permeia o fornecimento de água, há meses a população de Caratatiua sofre com a falta desse líquido tão precioso. O problema não é específico de algumas localidades, mas se estende a todo o bairro com a sutil diferença de intervalo de tempo em que cada parte está sem ter acesso ao elementar existencial, isto é, à água”, pontuou o parlamentar.

O deputado relatou, ainda, as problemáticas sofridas pelos populares que lamentam diariamente a falta de água e o valor exorbitante que lesa o direito dos consumidores.

“Os moradores da Rua Gonçalves Dias estão há seis meses sem água, enquanto que os da Travessa das Palmeiras já ultrapassam um ano, segundo relatos dos próprios populares. Apesar de a água não chegar até a casa dos moradores, o que chega todo mês é a conta de água com valores exorbitantes quando a realidade é o consumo inexistente. Vale mencionar que, como conseguinte negativo do não fornecimento de água, os moradores, em sua maioria classe baixa, ainda têm que pagar por ‘baldes de água’, já que não podem ficar sem. Por isso, solicitamos que a CAEMA adote providências, a fim de solucionar a problemática que assola a população há meses: a falta d’água”, completou o deputado Wellington.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.