Poder

Deputado pressiona Secretaria de Segurança após prisão de aliado

IMG-20170529-WA0113

O deputado federal Deoclides Macedo (PDT-MA) se reuniu, na última sexta-feira (26), com o secretário de Segurança Pública (SSP), Jefferson Portela, no intuito de pressionar a cúpula da Segurança em benefício do ex-prefeito de Porto Franco, Aderson Marinho Filho, o Adersinho, que é seu aliado político.

O ex-gestor foi preso em flagrante por omissão de documento público, durante a operação da Polícia Civil. Na ocasião, 4 ex-secretários também foram detidos.

Por conta da pressão, Deoclides conseguiu com o titular da pasta de Segurança a apuração, por meio da Corregedoria, do caso. Foi decidido também que o inquérito será Avocado pela Delegacia Geral de Polícia Civil em São Luís para continuidade das investigações por tratar-se de ex-gestores públicos.

As denuncias que levaram a decisão judicial autorizando busca e apreensão, da prisão do ex-prefeito Aderson Marinho, três ex-secretários, o ex-diretor de Fundo de Previdência e um ex-contador foi feita pela atual gestão municipal alegando que o ex-prefeito estaria suprimindo documentos públicos, que caracteriza crime previsto no Art. 305 do Código Penal Brasileiro.

Após terem ficado mais de 12 horas detido, o ex-prefeito Adersinho e os cinco ex-secretários foram liberados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.